Matérias Mais Lidas

Cannibal Corpse: o que Corpsegrinder faz com os bichos de pelúcia que pega em máquinasCannibal Corpse
O que Corpsegrinder faz com os bichos de pelúcia que pega em máquinas

Pabllo Vittar: usando camiseta de banda de hardcore crust do interior de São PauloPabllo Vittar
Usando camiseta de banda de hardcore crust do interior de São Paulo

Roger Waters: Mark Zuckerberg, um dos idiotas mais poderoso do mundoRoger Waters
"Mark Zuckerberg, um dos idiotas mais poderoso do mundo"

Crypta: Os seis heróis de Fernanda Lira no baixoCrypta
Os seis heróis de Fernanda Lira no baixo

Covers: dez bandas de rock e metal que gravaram álbuns para homenagear seus ídolosCovers
Dez bandas de rock e metal que gravaram álbuns para homenagear seus ídolos

Baixistas: os 30 maiores de todos os tempos - até um youtuber entrou na listaBaixistas
Os 30 maiores de todos os tempos - até um youtuber entrou na lista

AC/DC: as ordens de Malcolm para quem ia subir ao palcoAC/DC
As ordens de Malcolm para quem ia subir ao palco

Rush: Glen Peart, pai do baterista Neil Peart, morre um ano e meio após o filhoRush
Glen Peart, pai do baterista Neil Peart, morre um ano e meio após o filho

Metallica: a fortuna que Robert Trujillo recebeu só para se juntar à bandaMetallica
A fortuna que Robert Trujillo recebeu só para se juntar à banda

Chorão: quando o vocalista do Charlie Brown Jr tretou com Hermes e RenatoChorão
Quando o vocalista do Charlie Brown Jr tretou com Hermes e Renato

AC/DC: a reação de Angus Young quando ouviu Jimi Hendrix pela primeira vezAC/DC
A reação de Angus Young quando ouviu Jimi Hendrix pela primeira vez

Michael Sweet: Eu adoraria ser guitarrista do Judas PriestMichael Sweet
"Eu adoraria ser guitarrista do Judas Priest"

Contra-baixo: as melhores introduções do Heavy MetalContra-baixo
As melhores introduções do Heavy Metal

Epica: saiba tudo o que rolou em Omega Alive, a superproduzida livestream da bandaEpica
Saiba tudo o que rolou em "Omega Alive", a superproduzida livestream da banda

Eric Clapton: sem evidências, ele diz que vacina contra Covid pode afetar fertilidadeEric Clapton
Sem evidências, ele diz que vacina contra Covid pode afetar fertilidade


Pentral
Arte Musical

Åkerfeldt: "Não sinto necessidade de criar um projeto solo"

Por Kako Sales
Fonte: Blabbermouth.net
Em 28/04/14

Steve Rosen, do Ultimate-Guitar.com, entrevistou recentemente o vocalista e guitarrista Mikael Åkerfeldt, da banda de Metal Progressivo sueca Opeth. Alguns trechos da conversa seguem abaixo.

Ultimate-Guitar.com: "Pale Communion" (o novo álbum do Opeth) continua onde "Heritage" parou?

Mikael Åkerfeldt: Acho que isso é inevitável, porque ele foi o álbum anterior. Não que eu tenha passado por um tipo de renascença. Acredito que o que queríamos com esse álbum... Eu queria que ele fosse um pouco mais pesado e mais sonoramente sensato; eu queria que ele fosse um pouco mais atual.

UG: Atual de que maneira?

: Não necessariamente moderno. Eu sempre gostei do som do "Heaven and Hell", do Black Sabbath, e do "Mob Rules". Eu gostava das produções do fim da década de 70 e início dos anos 80 e acho que queríamos algo daquele tipo, o que justifica termos procurado o Rockfield Studio, no País de Gales (onde o Queen gravou "Bohemian Rhapsody") e gravado lá. Mas musicalmente, não tenho certeza. De certa forma, acho que o novo álbum é uma continuação do "Heritage", mas não acho que eles sejam parecidos.

UG: Em que sentido eles são diferentes?

: O novo álbum é mais melódico, ligeiramente mais pesado e um pouco mais esquizofrênico. Inevitavelmente, também é uma continuação do "Heritage", eu acho.

UG: Como você qualificaria a sonoridade do novo álbum?

: Acho que o novo álbum ainda está agarrado ao som dos anos 70, que é um som ardente, natural, mas a tecnologia utilizada é atual e mais avançada. Então ele soa como anos 70, porém melhor de uma certa forma... Entende o que eu quero dizer? Acho que era isso que queríamos. Eu não curto o som das gravações atuais. Acho que muitos deles soam não-humanos. Você também se cansa e seus ouvidos se cansam de ouvir álbuns contemporâneos de Metal. Enquanto alguns daqueles álbuns que eu mencionei ainda soarem como novos, nunca envelhecem.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

UG: Você tem falado sobre estar desencantado, desanimado com o Metal atual. Isso é parte do que você disse agora?

: Sim. Acho que muitos desses álbuns – e eu não estou falando da música em si, mas da sonoridade – iriam provavelmente se beneficiar por terem um uma sonoridade mais old-school. Acho que os próprios músicos iriam se beneficiar, porque menos retoques com softwares provavelmente iria fazê-los se esforçarem mais como músicos.

UG: Você fala sobre o uso de tecnologia digital, onde você pode tocar um compasso com perfeição e então copiá-lo e colá-lo na música inteira.

: Muitos desses álbuns de Metal, você os ouve e nada mais são do que samplers de bateria para mim. É tudo quantizado, consertado na pós-produção e tudo mais e soam como uma máquina de datilografia com um contrabaixo acompanhando. O bumbo soa como uma máquina de escrever – tac tac tac – e um baixo para acompanhar. Tudo deve ser claramente audível, o que não acontece com gravações reais ou sons reais. Você tem que relevar o fato de que talvez uma batida do bumbo não estará lá na mixagem, se é que você me entende...

UG: Entendo totalmente.

: É contra isso que o mundo do Metal está trabalhando, está tudo lá pra ser feito daquele jeito... No meio do processo, algo se perdeu. E essa é a humanidade do som, porque nós já fizemos daquele jeito também e eu quis voltar para a realidade.

UG: Há algum tempo, você falou sobre um álbum solo. O que você tem a nos dizer sobre isso agora?

: Não é uma necessidade primordial para mim, porque eu me sinto bastante confortável compondo para o Opeth. Posso criar basicamente qualquer coisa para o Opeth e não sinto necessidade de criar um projeto solo só para me satisfazer como músico, porque eu faço de tudo no Opeth. Eu disse aquilo há alguns anos porque eu estava interessado em gravar um álbum no estilo cantor/compositor porque eu realmente adoro isso. De forma que obviamente necessitaria de uma banda. Mas era também algo que eu queria fazer apenas para ver se eu poderia produzir um álbum do zero em meu próprio estúdio. Foi tipo um experimento e, para ser honesto, não era algo pelo qual eu estava ávido. Eu falo demais e aí as pessoas pensaram que a coisa realmente iria acontecer. "Quando será lançado?" e eu respondia "Bem, é só conversa. Só papo." Mas quem sabe? Se um dia eu tiver na mão algumas músicas legais para um projeto solo, talvez elas sejam lançadas.

Leia a entrevista na íntegra no Ultimate-Guitar.com.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Death metal progressivo: 10 músicas essenciais para conhecer o estiloDeath metal progressivo
10 músicas essenciais para conhecer o estilo

Opeth: aberta pré-venda do livro "Do Death Ao Prog, Como As Fases Da Lua"

DC Comics: as capas incríveis da nova série com Ozzy, Sepultura, Megadeth e maisDC Comics
As capas incríveis da nova série com Ozzy, Sepultura, Megadeth e mais


Opeth: vocalista fala de sua paixão pelo Heavy MetalOpeth
Vocalista fala de sua paixão pelo Heavy Metal

Heavy Metal: dez grandes canções acústicas feitas por bandas do gêneroHeavy Metal
Dez grandes canções acústicas feitas por bandas do gênero

Opeth: Åkerfeldt fala sobre evolução, radicalismo e MetallicaOpeth
Åkerfeldt fala sobre evolução, radicalismo e Metallica


Metallica: por que 9 entre 10 fãs odeiam Load e Reload?Metallica
Por que 9 entre 10 fãs odeiam "Load" e "Reload"?

Out: os 100 álbuns mais gays de todos os tempos segundo a revistaOut
Os 100 álbuns mais gays de todos os tempos segundo a revista


Sobre Kako Sales

Mineiro de Januária, baterista autodidata, cresceu em ambiente familiar ligado à música popular e erudita. Seu pai chegou a fazer pequenas turnês com bandas da Jovem Guarda como tecladista no fim da década de 70. Aos 10 anos, iniciou os estudos de teoria musical e piano clássico. Teve o primeiro contato com o mundo do metal ao escutar o CD Angels Cry do Angra, aos 15 anos. Desde então tem se dedicado a conhecer, colecionar e difundir o melhor do metal brasileiro e mundial. Graduado em Letras/Inglês, principalmente por influência da língua-mãe do rock, tem como principais ícones do metal as bandas Angra, Symphony X, Dream Theater e Opeth.

Mais informações sobre

Mais matérias de Kako Sales.