Anneke van Giersbergen: uma breve entrevista com a cantora

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Christiano K.O.D.A.
Enviar correções  |  Comentários  | 

Anneke van Giersbergen concedeu uma breve entrevista ao colaborador do Whiplash.net, Christiano K.O.D.A., na qual falou sobre seu mais recente disco, “Everything is Changing”, lançado no Brasil via Shinigami Records (www.shinigamirecords.com.br), e sobre os shows no país.

5000 acessosLGBT: confira alguns músicos que não são heterossexuais5000 acessosMetal Open Air: Em 2012, o maior fiasco da história do Heavy Metal no Brasil!

O que “mudou” (N.T.: em alusão ao título do trabalho – “Everything is Changing”) no novo álbum? Ou as mudanças ainda estão em progressão?

Anneke van Giersbergen: Para mim, a vida em geral é sobre mudar e lidar com essas mudanças. Acredito em movimento, não em estagnação. Às vezes, as mudanças acontecem lentamente, mas posteriormente, parece que tudo está acontecendo muito mais rapidamente. Posso ver isso no mundo ao nosso redor – por exemplo, cada vez mais pessoas estão aturando menos injustiças. Quando comecei a trabalhar no álbum “Everything is Changing”, havia muita coisa acontecendo na minha vida profissional. Encontrei e comecei a trabalhar com novas pessoas e parceiros. Isso também foi inspirador.

Qual você diria que é a melhor qualidade de “Everything is Changing”?

Anneke van Giersbergen: Os arranjos no disco estão muito mais cheios de “camadas” do que antes. Meu álbum “In Your Room”, produzido por Michel Schoots, era muito “nu”, devido a inúmeras deliberações e outras razões não intencionais. Trabalhar com Devin Townsend (músico) me fez alcançar o que queria, um álbum mais energético e com “multi-camadas”. Daniel Cardoso (N.T.: produdor do novo disco) adicionou alguns elementos eletrônicos e deixou o trabalho com uma sonoridade mais moderna, uma de suas marcas registradas. Atualmente estou trabalhando em um novo álbum, que soará um pouco mais orgânico e cru novamente.

Foto: Jaak Geebelen
Foto: Jaak Geebelen

Há uma grande história por trás de alguma letra?

Anneke van Giersbergen: “Circles” lida com a capacidade que algumas pessoas têm de permanecer com o caráter estável, mesmo passando por muitas dificuldades em momentos de suas vidas. Foi inspirada em bons amigos que passaram por períodos de dificuldade. Acho que é inspirador ver algumas pessoas que se mantêm de pé, não importa o que aconteça.

Hoje, como classificaria o tipo de música que toca?

Anneke van Giersbergen: Acho que algo como Rock com bonitas melodias. Gosto de combinar um monte de músicas que eu, pessoalmente, adoro. Brinco dizendo que “Madonna encontra um Círculo Perfeito” (risos).

Você saiu da banda The Gathering há seis anos. Escutou o grupo depois disso? Se sim, o que acha de sua direção musical?

Anneke van Giersbergen: Para ser honesta, não escutei muito o álbum “The West Pole” (2009), mas o que ouvi, achei demais. Aqueles caras nunca escreveram uma música ruim, então, confio que irão manter a qualidade dos discos sempre alta. Silje é uma boa cantora, gosto de sua voz, seria legal conhecê-la um dia.

Agradeço muito pela entrevista! Para finalizar, o que achou das apresentações no Brasil?

Anneke van Giersbergen: Foram dois shows maravilhosos! Adorei os dois, aliás, todos os que fizemos! Mal posso esperar para visitar seu país novamente!

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 16 de abril de 2013

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Gathering"

0 acessosTodas as matérias da seção Entrevistas0 acessosTodas as matérias sobre "Anneke Van Giersbergen"0 acessosTodas as matérias sobre "Gathering"

LGBTLGBT
Confira alguns músicos que não são heterossexuais

Metal Open AirMetal Open Air
O maior fiasco da história do Heavy Metal no Brasil!

Heavy MetalHeavy Metal
Os dez melhores álbuns lançados no ano de 1982

5000 acessosReligião: os rockstars que se converteram5000 acessosO Whiplash.Net protege quem anuncia no site?5000 acessosRhythm: os bateristas mais influentes de todos os tempos5000 acessosMetallica: ruim sem Cliff Burton, pior sem Jason Newsted?4212 acessosBilly Corgan: ele quis se matar após sucesso de Nirvana e Pearl Jam5000 acessosJames Hetfield: o verdadeiro lado Enter Sandman do Metallica

Sobre Christiano K.O.D.A.

Um cara diretamente ligado ao Som Extremo, fã de livros e filmes, formado em Imagem e Som, Publicidade e Propaganda e Jornalismo. Faz parte da banda de grindcore Prey of Chaos e tem um blog dedicado à música barulhenta. Enfim, alguém que faz da música sua vida.

Mais matérias de Christiano K.O.D.A. no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online