Omophagia: Brasil e Suíça juntos fortalecendo o Death Metal

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Paulo Henrique do Nascimento, Fonte: Metal Maniacs Zine
Enviar correções  |  Ver Acessos

Olá galera do Underground, desta vez fizemos uma entrevista com o baixista da banda Suíço-Brasileira Omophagia Rafael Wyler (Rafahell), que nos falou sobre o início da banda, o lançamento de Guilt By Nescience", sobre a entrada do novo baterista. Confiram abaixo a entrevista completa.

Papai Truezão: astros do Heavy Metal em fotos com seus filhosCuriosidade: capas de álbuns com ilusões de ótica

Paulo Henrique: A banda Omophagia iniciou suas atividades em 2006, estou certo? Nos conte um pouco como tudo começou.

Rafahell - Em 2006, Beni(Voz) e Henrique(Guitarra) tiveram a idéia de formar uma banda de Death Metal e começaram a buscar integrantes para a banda. Em maio de 2007 já éramos uma banda completa.

Paulo Henrique: Como é o processo de composição do Omophagia, todos participam?

Rafahell - Normalmente quem vem com novas ideias é o Henrique, depois desenvolvemos essa ideia juntos, todos colaboram de alguma maneira.

Paulo Henrique: A banda lançou sua primeira Demo "Devouring Raw Flesh" em 2008, esse material lançado ajudou a espalhar ainda mais o nome da banda, o que vocês acham desse lançamento?

Rafahell - A Demo nos ajudou muito, por aqui na Suíça se você não tem nada gravado é difícil de conseguir shows. A gente ainda gosta das músicas, a Demo representa uma fase importante da banda. Evoluímos muito depois desse lançamento, hoje em dia seria tudo muito mais rápido.

Paulo Henrique: Recentemente ,mais preciso em 2011 vocês lançaram "Guilt By Nescience" de forma independente, esse lançamento está ajudando a divulgar ainda mais a banda?

Rafahell - Sim, "Guilt By Nescience" nos colocou no mapa do Death Metal suíço e europeu. Os organizadores de show viram que a gente veio pra ficar e que levamos a sério o que fazemos. Em consequência disso, conseguimos mais shows de mais qualidade e alguns festivais.

temp04/1345404361_omophagia.jpgPaulo Henrique: Esse material foi Mixado e Masterizado no "Hertz"-Studio na Polónia (Decapitated, Vader, Behemoth, Hate, etc) A finalização do disco ficou da forma que vocês imaginavam?

Rafahell - Ficou como o esperado ou até melhor, o próximo material com certeza vai ser mixado e masterizado no Hertz-Studio.

Paulo Henrique: Houve alguma evolução até chegar ao Guilt By Nescience?

Rafahell - Ouve sim, a evolução foi muito grande. Agora estamos mais técnicos, mais rápidos e mais brutais do que nunca.

Paulo Henrique: Vocês estão com um baterista novo, lembro que fiz divulgações a respeito que vocês estavam selecionando um novo baterista, a saída do Lehmä ocorreu tranquilamente, como está sendo trabalhar com o novo baterista?

Rafahell - A saída do Lehmä foi tranquila, continuamos amigos e muitas vezes ele vem aos shows. Ele só saiu da banda por motivos pessoais, estudo, trabalho, etc... O nosso novo baterista trouxe a energia e brutalidade que a banda estava precisando. Além de ser um excelente músico, ele já é considerado um bom amigo.

Paulo Henrique: A banda já tocou em diversos festivais tanto na Suíça como fora e tocou ao lado de grandes nomes do Metal Extremo Mundial como Morbid Angel, Kataklysm, Keep Of Kalessin, Belphegor etc.. Como é para vocês tudo isso?

Rafahell - Os melhores dias da minha vida foi quando tocamos com Morbid Angel e o show com o Brujeria! Tocar com essas bandas é uma honra muito grande, bandas que a gente sempre admirou muito, bandas que nos influenciaram muito.

Paulo Henrique: Quais os planos para o Omophagia para 2012?

Rafahell - Em 2012 nós só estamos fazendo shows de importância maior, para podermos concentrar mais em compor novas músicas para o álbum que será gravado em 2013.

Paulo Henrique: Cinco discos que mudaram sua vida?

Rafahell - Cannibal Corpse - The Bleeding / Brujeria - Matando Gueros / Sepultura - Beneath the Remains / King Diamond - Them / Ratos de Porão - Brasil

Paulo Henrique: Como a galera pode entra em contato com a banda, para adquirir o disco, camisetas , contratos para shows etc?

Rafahell - www.omophagia.ch ou https://www.facebook.com/Omophagia

Paulo Henrique: Muito obrigado pela entrevista, o espaço final é seu:

Rafahell - Primeiramente gostaria de te agradecer pelo espaço e pelo apoio! Gostaria de falar para a galera continuar apoiando o underground, apoiar a bandas locais e não só as famosas e internacionais e sempre que possível comprar o material da banda, porque aqui ninguém tá ganhando dinheiro com Metal, só estamos tentando perder o menos possível.

Links Relacionados:
http://www.omophagia.ch
http://www.youtube.com/OmophagiaDeathMetal
https://www.facebook.com/Omophagia
http://www.myspace.com/omophagiametal



GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção EntrevistasTodas as matérias sobre "Omophagia"


Papai Truezão: astros do Heavy Metal em fotos com seus filhosPapai Truezão
Astros do Heavy Metal em fotos com seus filhos

Curiosidade: capas de álbuns com ilusões de óticaCuriosidade
Capas de álbuns com ilusões de ótica


Sobre Paulo Henrique do Nascimento

Editor e responsável pelo Blogzine Underground Metal Maniacs Zine. Colecionador de vinil, CDs, DVDs, tapes, fanzines e HQs. Começou a Curtir Heavy Metal no inicio da decada de 90 , por influência de seu primo. "O primeiro show que compareci foi o do Sepultura, na Praça Charles Miller em 91 , eu era apenas um pivete magrelo , que ficou totalmente assustado com o incidente ocorrido, mas de lá para cá, não consegui mais parar de curtir! Todo mundo achava que era apenas uma fase, mas continuo! Heavy Metal é o meu estilo de Vida!"

Mais matérias de Paulo Henrique do Nascimento no Whiplash.Net.

adWhipDin adWhipDin adWhipDin adWhipDin