Matérias Mais Lidas

imagemRock in Rio: Pitty alfineta a produção do festival ao revelar qual seria sua exigência

imagemQuando Derico, do Programa do Jô, descobriu que Ian Anderson tocava tudo errado

imagemRock in Rio libera ingressos extras e novamente dia do metal é único que não esgota

imagemO hit da Legião que Renato Russo compôs para Cássia Eller e traz coincidência trágica

imagemJoão Gordo se reencontra com o amigo Iggor Cavalera; "Agora falta zerar com o vovô"

imagemBruce Dickinson revela qual é sua música preferida do Iron Maiden

imagemNova Fã que descobriu Metallica por Stranger Things quer cancelar banda e reúne provas

imagemO clássico dos Paralamas do Sucesso que Lobão acusou de plágio

imagemJimmy Page conta como convenceu Robert Plant a formar o Led Zeppelin

imagemIron Maiden e o Rock in Rio: em detalhes, o que exatamente a banda pediu para o evento

imagemRob Halford compartilha a foto mais metal da semana; "O Rei e Eu"

imagemFloor Jansen diz que achou que não fosse conseguir cantar nova música do Avantasia

imagemJeff Beck relembra suas histórias com os Stones Mick Jagger e Ron Wood

imagemKing Diamond fala sobre retorno do Mercyful Fate; "Isso não é uma reunião"

imagemO hit de Nando Reis inspirado em clássico do Led Zeppelin e na relação com sua mãe


Stamp

Caladmor: Entrevista com a banda de Gothic/Folk Metal suíça

Por Vicente Reckziegel
Fonte: Witheverytearadream
Em 11/07/12

A banda entrevistada de hoje é o Caladmor, grupo suiço relativamente recente, mas que demonstra um grande potencial para o futuro. Formada por Barbara Brawand (Vocal), Nick Muller (Guitarra), Plaeschy (Guitarra), Maecka (Baixo) e Martin "Maede" Baumann (Bateria, Sintetizadores e Vocais de Apoio), com quem fiz esta entrevista, onde revela que o cenário na Europa não difere muito do nosso com relação às oportunidades para os novos grupos. Com vocês, Caladmor…

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Vicente: A banda em seu início chama-se Pale, certo? Qual foi a razão para mudar o nome?

Maede: Na verdade, existem ou existiram algumas outras bandas com o nome Pale, e nós queríamos algo único. Nós também mudamos nosso estilo com o passar dos anos, e queríamos mostrar isso com um novo nome.

Vicente: Nesse tempo, vocês lançaram "Beneath the Tree of Wisdom", e algumas Demos e EP. Fale um pouco sobre cada um.

Maede: Bem, nós não achamos que as Demos antigas nos representam muito bem hoje, fizemos muitos progressos em aspectos técnicos e musicais. Se você ouvir o material velho pode perceber que experimentamos com diferentes estilos e gêneros, para chegar finalmente perto do que é o Caladmor hoje em dia. Nós ainda temos uma combinação única de Folk, Gothic, Viking e Death Metal, mas o nosso primeiro lançamento foi definitivamente mais difícil do que as Demos antigas.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Vicente: Vocês lançaram em 2010 seu primeiro álbum, "Midwinter". Como foi a divulgação? Quando e onde foi gravado?

Maede: Na verdade, os fãs gostaram muito e as críticas na imprensa normalmente foram muito boas, algo que não acontece sempre com um álbum de estréia.

Vicente: E a reação dos fãs foi como vocês esperavam?

Maede: Ah, sim, eles gostaram. Nós também vendemos muitos CDs após os shows, depois que as pessoas nos ouviam ao vivo.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Vicente: A capa de "Midwinter" é muito bacana. De quem foi à idéia?

Maede: A idéia do projeto foi minha e da Barbara, mas, pessoalmente, acho o livreto do CD ainda melhor que a capa.

Vicente: Sua música tem alguns aspectos do Gothic, mas na essência é um excelente Folk Metal. Esta é a proposta desde o início da banda?

Maede: Não, 9 anos atrás, começamos como uma espécie de Metal, Gothic e Alternative. Por volta de 2005, começamos a experimentar com influências e melodias Folk. Eu diria que o novo álbum será mais épico e mais técnico.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Vicente: Como está a cena na Suíça para o Rock e Metal?

Maede: Tornou-se muito difícil nos últimos anos ficar conhecidos e obter novas oportunidades para shows. Também a cena Metal foi "comercializada" durante os últimos anos. Na Europa, você vai ouvir sempre as mesmas bandas tocando juntas nos grandes palcos. Quase ninguém oferece uma chance às bandas "menores", a menos que você pague um valor bem significativo.

Vicente: O que vocês sabem sobre Rock e Metal no Brasil?

Maede: Sabemos que o Brasil tem uma cena metal muito diversificada, e que vocês estão mais interessados em vocais femininos do que os europeus, na verdade. (Nick, um dos nossos guitarristas, nasceu no Brasil e ele ainda têm muitos parentes por ai).

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

Vicente: Quem é sua maior influência?

Maede: Uma questão bastante difícil. Música clássica e música Folk (irlandesa). Para as bandas, eu diria Ensiferum, Amon Amarth, The Gathering, Therion, Nightwish, Black Sabbath e Mudvayne.

Vicente: Em poucas palavras, o que você pensa sobre essas bandas:

Maede: Oh bem, isso é uma pegadinha, não é? (risos)

Theatre of Tragedy:
Bom nos anos 90, não ouvimos mais.

Leaves Eyes:
Ok, um pouco suave demais para nós nos dias de hoje...

Ensiferum:
Ensiferum é bom, a Jari é Deus! (risos)

Eluveitie:
Quem? (risos)

Candlemass:
Para Power Metal é muito bom, moderno, as vozes masculinas não são tão agudas!

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Vicente: Por fim, deixe uma mensagem para todos os brasileiros que conhecem ou queiram saber muito mais sobre a música de Caladmor.

Maede: Para aqueles de vocês, que gostam de folk metal épico, comprem nosso novo álbum, que em breve estará saindo! Midwinter ainda está disponível no nosso site ou através dos serviços online como o iTunes.

Website:
http://caladmor.ch/

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Dream Theater 2022


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Mick Jagger: em cerimônia na escola do filho em São Paulo

Oh, não!: clássicos do Rock Heavy Metal e que foram "estragados" pelo tempo


Sobre Vicente Reckziegel

Servidor público, escritor, mas principalmente um apaixonado pelo Rock e Metal há pelo menos duas décadas. Mantêm o Blog Witheverytearadream desde Dezembro de 2007. Natural e ainda morador de uma pequena cidade no interior do Rio Grande do Sul, chamada Estrela. Há muitos anos atrás tentou ser músico, mas notou que faltava algo simples: habilidade para tocar qualquer instrumento. Acredita na música feita no Brasil, e gosta de todos os gêneros, desde Rock clássico até Black Metal.

Mais matérias de Vicente Reckziegel.