Lamb Of God: "sempre haverá alguém mais rápido que você"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Nathália Plá, Fonte: Blabbermouth.net, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

O site australiano KillYourStereo.com entrevistou recentemente o baterista Chris Adler dos metaleiros de Richmond, Virginia, LAMB OF GOD. Seguem alguns trechos da conversa.

586 acessosLiberation Fest: Confira passagem das bandas Carcass e Lamb of God5000 acessosCourtney Love: "Parei com drogas e transei como um coelho"

KillYourStereo.com: Li que vocês consideram que «o novo álbum do LAMB OF GOD, "Resolution"» se assemelha mais com seus primeiros trabalhos do que o "Sacrament" e "Wrath", mas você diria que ele também leva a novas direções?

Chris: Por questão de necessidade, ele teve de levar a novas direções. Ele lembra o "As The Palaces Burn" e "Ashes In The Wake" no modo como ele desnuda a estrutura de verso/refrão que era mais proeminente em nossos dois últimos álbuns. Sabemos que viemos fazer nosso sétimo álbum, e eu nunca ouvi ninguém dizer, "Ah sim, eu conheço essa banda. Adoro o sétimo álbum deles." Sempre tivemos que vir e fazer algo que realmente se distinguisse de tudo que já fizemos antes, e estamos muito orgulhosos do que conquistamos.

KillYourStereo.com: "As The Palaces Burn" e "Ashes In The Wake" tiveram muito cunho político liricamente. Que tipo de idéias líricas são exploradas no "Resolution"?

Chris: Bem, o Randy «Blythe, vocal» compos muito das letras e eu não quero falar por ele, mas o conceito básico do álbum é o despertar de um pesadelo encontrando-se em outro ainda pior. O Randy recentemente comemorou um ano sóbrio, e antes disso não parecia que ele estava tão distante disso. É algo que significa muito para ele e todos ao seu redor, e parte da mensagem de "acorda, caralho" realmente aparece no "Resolution".

KillYourStereo.com: Você diria que o novo álbum te mantém bem ocupado com as baquetas?

Chris: «Risos» Sim, mantém. Eu voltei para casa ano passado no dia 23 de novembro depois de nossa última corrida de shows na Austrália com o METALLICA. Desde então eu não bebi, não fumei e tenho ido para a academia todos os dias. Estou tentando correr 70 km por semana. É algo que eu tinha de fazer; todos estamos ficando mais velhos e se quisermos continuar levando nossa música ao limite como temos feito nós temos que nos cuidar.

KillYourStereo.com: Se você fosse dizer algumas palavras de inspiração para bateristas de metal aspirantes, quais seriam?

Chris: Não persiga a velocidade, porque sempre haverá alguém mais rápido que você; é a realidade da coisa. Todos me perguntam como eu consigo bater tão rápido e uma certa parcela disso é treino, mas há um limite até onde você consegue chegar. Conheça seu instrumento e divirta-se. Se você não estiver se divertindo, então não faz sentido tocar um instrumento.

Leia a entrevista na íntegra no KillYourStereo.com
http://www.killyourstereo.com/interviews/457/lamb-of-god...

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

King DiamondKing Diamond
Retorno após duas décadas, em extremas companhias

586 acessosLiberation Fest: Confira passagem das bandas Carcass e Lamb of God1355 acessosLiberation: confira como foi o festival pelos olhos de um músico329 acessosEmbers, do Lamb of God: Reflexões íntimas de muitas destruições391 acessosLamb of God: Randy Blythe convoca fãs para shows em SP e RJ2036 acessosLoudwire: as 10 melhores bandas americanas de Metal0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Lamb Of God"

Lamb of GodLamb of God
Garota indonésia de 15 anos faz cover de "Hourglass"

Dave MustaineDave Mustaine
Chris Adler trouxe muita alegria para a minha vida

Haja penteHaja pente
Os músicos mais cabeludos do Rock e Heavy Metal

0 acessosTodas as matérias da seção Entrevistas0 acessosTodas as matérias sobre "Lamb Of God"

Courtney LoveCourtney Love
"Parei com drogas e fodi como um coelho"

RoadrunnerRoadrunner
Os melhores frontmen de todos os tempos

Iron MaidenIron Maiden
A tragédia pessoal do baterista Clive Burr

5000 acessosMemoráveis como a música: os 25 melhores logos de bandas5000 acessosGuns e Sabbath: semelhança entre Zero the Hero e Paradise City5000 acessosJohnny Z: Uma invejável coleção de heavy metal5000 acessosLamb of God: recebendo elogios de Metallica, Slash e Slipknot5000 acessosRock In Rio: E se no festival só tocasse rock?5000 acessosRobert Plant: Veja o vocalista em dueto com o apresentador Jimmy Fallon

Sobre Nathália Plá

Mineira de Belo Horizonte, nasceu e cresceu ouvindo Rock por causa de seu pai. O som de Pink Floyd e Yes marcou sua infância tanto quanto a boneca Barbie, mas de uma forma tão intensa que hoje escutar essas bandas lhe causa arrepios. Ao longo dos anos foi se adaptando às incisivas influências e acabou adquirindo gosto próprio, criando afinidade pelo Hard Rock e Heavy Metal. Louca e incondicionalmente apaixonada por Bon Jovi, não está nem aí pras críticas insistentes dirigidas à banda. Deixando a emoção de lado e dando ouvidos à técnica e qualidade musical, tem por melhores bandas, nessa ordem, BlackSabbath, Led Zeppelin, Deep Purple, Metallica e Dream Theater. De resto, é apenas mais uma apreciadora do bom e velho Rock'n'roll.

Mais matérias de Nathália Plá no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online