Thorns Of Evil: Honra e Paganismo da banda gaúcha

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Marcos Garcia
Enviar correções  |  Ver Acessos

Desde os anos 80, falar em Metal no Brasil não é novidade, pois faz duas décadas que o nível de nossas bandas é elevado, em pé de igualdade com as gringas, e mesmo superando-as muitas vezes. A cena do Sul já legou bandas lendárias ao Metal Nacional, como ASTAROTH, LEVIAETHAN e outros, e mais recentemente, PATRIA, GREAT VAST FOREST, e agora, o THORNS OF EVIL, que está nessa árdua batalha faz dez anos, tendo superado obstáculos muito difíceis, que vez por outra levam uma banda a desistir. Mas não é à toa que a banda, que faz um Pagan Black Metal Épico de primeira linha, que pode ser conferido no CD 'Old Souls Of Destruction' lançado este ano via Höllehammer Records. Aproveitando o lançamento do CD, fomos conversar com o vocalista Triumphsword, que atencioso e simpático, respondeu a entrevista com bom humor. E com vocês, THORNS OF EVIL.

Queen: uma interpretação da letra de "Bohemian Rhapsody"Black Metal: o lado mais negro da cena brasileira

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Primeiramente, conte-nos um pouco da história da banda, nesses mais de 10 anos de luta no underground brasileiro.

Triumphsword - A THORNS OF EVIL teve sua formação em 1998 com um primeiro line-up que acabou não lançando nenhum material. Em 2000 com a morte de seu baterista, foi necessário o recrutamento de um novo membro. Foi quando Abyssius entrou para assumir o cargo, mantendo assim aquela formação até os dias de hoje: Abyssius (bateria), Igniis Inferniis (guitarra), Triumphsword (vocal), Stormbringer (guitarra) e Bloodhate (baixo). Nesses anos lançamos um Demo Split com a banda TIWAZ em 2002, um Promo em 2003 e um EP em 2005. Lançamentos que não foram oficiais, mas que se tornaram importantes para nós, pois tiveram críticas extremamente positivas por parte do público e mídia especializada, nos encorajando a continuar com o nosso trabalho. Com esses lançamentos também conseguimos diversos contatos no Brasil e fora, fizemos vários shows pela região sul, sempre buscando fazer um trabalho profissional e de grande qualidade. Há pouco mais de um ano assinamos um contrato com a Höllehammer para o lançamento de nosso primeiro álbum oficial chamado 'Old Souls of Destruction', que foi lançado alguns meses atrás e com ele, temos recebido uma resposta incrível.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Apesar da musicalidade da banda ter forte personalidade, é fato consumado que todos nós temos um passado que nos apóia e do qual nos orgulhamos. Quais seriam as maiores influências musicais da banda? E líricas? De onde vem a inspiração da banda na hora de escrever suas letras, e qual a mensagem que desejam transmitir?

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Triumphsword - Nossas influências musicais são bastante diversificadas, e é sempre muito difícil citar apenas algumas, visto que cada membro tem seu gosto particular. Mas eu poderia citar bandas como SKYFORGER, ABSU, DESTROYER666, DISSECTION, SLAYER, ULVER, ENSLAVED, BORKNAGAR, entre milhares de outras. Em relação à parte lírica, nossa inspiração vem diretamente do paganismo de uma forma geral. Abordamos em nossas letras temas que falam sobre crenças mitológicas, folclore, tradições e orgulho de povos antigos. Livros de história, Literatura Antiga também são parte do nosso foco quando escrevemos uma letra. É uma mensagem muito pessoal e creio que as emoções reais de cada pessoa devam ilustrar mais verdadeiramente as histórias que contamos. De certo ponto de vista, a história da humanidade é cíclica, logo ilustrar cenários de batalhas, sangue e suor, pode ser enxergado e idealizado tanto no mundo atual em que vivemos quanto da era das trevas. A parte interessante da música é exatamente essa, como em um livro, completamente subjetiva, dando espaço para cada um interpretar as idéias de sua maneira.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

'Old Souls of Destruction' é um CD inovador em termos de Brasil, pois o THORNS OF EVIL atingiu um nível tanto musical, quanto lírico e visual bem acima da média no país, bem como do mundo. Vocês estão plenamente satisfeitos com o resultado final? Como tem sido a recepção aqui e fora do país? O CD está sendo distribuído fora daqui?

Triumphsword - Este foi de fato nosso primeiro álbum oficial, mas antes dele, tivemos a oportunidade de experienciar outras gravações anteriores, o que tornou a produção do debut ainda mais coesa, mesmo na verdade tenha tido aquele 'toque' de como se fosse a primeira vez. Para tornar essa conquista possível, fizemos vários ensaios, passando pela pré-produção do material e finalmente chegando a hora de entrar em estúdio. Nesta etapa dedicamos dias e noites gravando as músicas, adaptando, compondo melhorias entre outras coisas primordiais para que alcançássemos a qualidade musical desejada. O álbum foi gravado no estúdio Martin Fierro em Caxias do Sul, mas a parte de pós-produção foi a que teve mais atenção, mixada e masterizada pelo produtor Fabiano Penna (THE ORDHER) no estúdio El Diablo em Porto Alegre. A parte gráfica ficou a cargo do artista brasileiro e amigo Marcelo Vasco, que assinou trabalhos para bandas de renome como BORKNAGAR, ENSLAVED, SATYRICON, VADER, BELPHEGOR, LORD BELIAL entre várias outras. Estamos muito satisfeitos com toda a produção deste primeiro álbum e o reconhecimento que ele nos tem rendido. A recepção tanto no Brasil quanto no exterior tem sido realmente positiva e a distribuição está sendo feita não só em nosso país, como também em parte nos EUA e Europa.

E como foi trabalhar com Kehrwald, seu parceiro no PATRIA, e Fabiano PENNA (THE ORDHER, REBAELLIUN), nas gravações, mixagem e masterização do CD?

Triumphsword - Conheço Kehrwald de longa data e é sempre muito bom quando temos a oportunidade de trabalhar entre amigos. Tudo se torna mais fácil e com uma maior satisfação! Em relação ao Fabiano Penna, ainda não tive a oportunidade de conhecê-lo pessoalmente, porém se mostrou um grande profissional e amigo, conseguindo transparecer no CD aquilo que buscávamos.

Você também canta no PATRIA, e vendo o trabalho de ambas as bandas, se percebe sua versatilidade, pois seus vocais, se não soubéssemos que é você, não saberíamos, pois a diferença é enorme. Como é que você consegue esta façanha, pois canta bem tanto no PATRIA quanto no THORNS OF EVIL?

Triumphsword - Primeiramente muito obrigado! Sou uma pessoa fascinada por música e estou sempre tentando buscar novos caminhos através dos projetos com os quais eu me envolvo. A versatilidade acaba vindo naturalmente, visto que ambas as bandas são distintas. Tive a sorte de trabalhar com amigos e pessoas com as quais eu me identifico muito, tornando todo o processo mais fácil. Estou sempre buscando inovar sem perder a identidade e buscando minha própria personalidade, e é muito bom quando isso é reconhecido.

Outro grande destaque do CD são as guitarras de Igniis Inferniis e Stormbringer, pois eles têm uma química bem forte entre eles, uma união, uma coisa meio mística que é semelhante ao que se vê em duplas como as do JUDAS PRIEST e IRON MAIDEN antigo. De onde vem isso? Eles tocam há muito tempo juntos?

Triumphsword - Não só eles, como toda a THORNS OF EVIL é como se fosse uma família, e particularmente nossos dois guitarristas, além de grandes amigos, tocam juntos há aproximadamente oito anos e tem um gosto musical semelhante, tornando possível essa química presente em nossa música.

Na banda, vemos que quase todos possuem outras bandas, como você no PATRIA e no LAND OF FOG, Igniis e Stormbringer no TIWAZ, e Abyssius também no TIWAZ. Isso não causa problemas para a banda?

Triumphsword - Todos lutamos pela mesma causa e nunca tivemos problemas em relação a conciliação de nossas agendas. Estamos sempre nos ajudando e através de conversas conseguimos fazer toda a coisa funcionar, sem que alguém ou alguma banda saia prejudicada.

E shows? Desde o lançamento do CD, tem rolado shows com freqüência? Há planos para shows fora do Sul, e mesmo para fora do Brasil?

Triumphsword - Estamos constantemente tocando, principalmente na região sul, porém nesse pouco tempo de lançamento, já conseguimos tocar em Brasília com o MARDUK e AD HOMINEM e apesar do cancelamento, fomos convidados a tocar ao lado do BORKNAGAR no Rio de Janeiro. Uma pena não ter realmente acontecido! Já existem convites para outros grandes shows para o ano de 2011 e esperamos conseguir espalhar a nossa música por todo o Brasil, como também, quem sabe em um futuro próximo, ter a oportunidade de tocar fora daqui.

Já que o THORNS OF EVIL demorou tanto tempo desde o Split com o TIWAZ ('Southern Pagan Resistance', de 2003), então, quando vem o segundo CD? Já existem planos para ele? Se sim, quando vem?

Triumphsword - Já estamos com algumas músicas compostas, mas ainda não temos nenhum plano mais concreto sobre o lançamento de um segundo álbum. Acreditamos que talvez para o final de 2011 estejamos com todo o material pronto para um possível lançamento. Mas ainda é muito cedo, pois nosso primeiro CD foi lançado recentemente e estamos agora concentrados na promoção do mesmo através de shows.

Falando um pouco agora da cena do Sul. A quantas andam as coisas por aí? E os shows dão bastante público?

Triumphsword - A cena aqui do Sul não é tão diferente da cena do resto do Brasil. Mas é certo que temos também grandes bandas na batalha pelo seu espaço e um público fiel que nos acompanha e nos dá força! Existe uma grande união, principalmente entre as bandas da nossa região e geralmente os shows aqui estão sempre cheios, pois como em muitos lugares no Brasil, não existe casas de shows grandes ou com uma estrutura realmente boa, que dão espaço para bandas de metal underground.

Agradecemos pela atenção, agora, deixe sua mensagem para os leitores e fãs, e, por favor, venham logo para o Sudeste! Queremos ver vocês aqui, no palco!!!!

Triumphsword - Primeiramente agradecemos a você, nosso novo e grande amigo Marcão, e ao portal Whiplash pelo espaço e apoio nos dado. Assim que tivermos a oportunidade de tocarmos no sudeste, teremos um imenso prazer! Nosso CD poderá ser comprado através da loja da Höllehammer: www.hollehammer.com e torcemos para que todos gostem. A batalha está apenas começando... Salute a todos!!!

Contatos:
http://www.myspace.com/thornsofevilfront
thornsofevil@hotmail.com




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção EntrevistasTodas as matérias sobre "Thorns Of Evil"Todas as matérias sobre "Patria"Todas as matérias sobre "Tiwaz"


Queen: uma interpretação da letra de Bohemian RhapsodyQueen
Uma interpretação da letra de "Bohemian Rhapsody"

Black Metal: o lado mais negro da cena brasileiraBlack Metal
O lado mais negro da cena brasileira


Sobre Marcos Garcia

Marcos Garcia é Mestrando em Geofísica na área de Clima Espacial, Bacharel e Licenciado em Física, professor, escritor e apreciador de todas as subdivisões de Metal, tendo sempre carinho pelas bandas mais jovens e desconhecidas do público, e acredita no Underground como forma de cultura e educação alternativas. Ainda possui seu próprio blog, o Metal Samsara, e encara a vida pela máxima de Buda "esqueça o passado, não pense no futuro, concentre-se apenas no presente".

Mais matérias de Marcos Garcia no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336