Dream Theater: "não ganhamos dinheiro com vendas de discos"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Rafael Gonçalves, Fonte: MusicRadar.com, Tradução
Enviar correções  |  Ver Acessos

O baterista Mike Portnoy, do gigante do metal progressivo DREAM THEATER, recentemente respondeu a uma série de perguntas de fãs para o site MusicRadar.com. Alguns trechos da sessão de perguntas e respostas seguem abaixo.

Dream Theater: fãs queriam Pull Me Under fora dos shows, crê James LaBrieSaúde: mais de 60% dos músicos sofrem de problemas mentais

MusicRadar.com: Roberto Campos pergunta: você ou o resto do DREAM THEATER já têm idéias para o próximo disco? Algum direcionamento musical, ou mesmo um conceito?

Mike Portnoy: "Nada, nada, nada. Nunca trabalhamos em idéias separadamente ou em turnê. Sempre fazemos isso uma vez que nós nos reunimos no estúdio. Assim, até chegar a hora de trabalhar em um novo álbum, nos concentramos na turnê. Depois é hora de realmente começar a trabalhar num disco, que é quando vamos começar a deixar as idéias fluírem. "

MusicRadar.com: Sami Jaber quer saber o que você e os outros caras pensam sobre compartilhamento de arquivos. Ele diz que é da Arábia Saudita, e embora não seja impossível, por as mãos sobre sua música é muito difícil.

Mike Portnoy: "Eu não posso falar em nome dos outros caras. Somos cinco personalidades diferentes com cinco opiniões diferentes. Falando por mim, no entanto, eu não me importo, o que deixa as gravadoras ao redor do mundo em pânico. Eu quero que a música seja ouvida, e se ouvir a música através do compartilhamento de arquivos é o que faz as pessoas interessadas na nossa banda e se eles vêm aos nossos shows, então que assim seja".

"Finalmente, não se trata de dinheiro, pelo menos para nós não. O DREAM THEATER não ganha dinheiro com a venda de discos. O selo ganha, mas nós não. Compartilhamento de arquivos afeta artistas que vendem milhões e milhões de CDs em todo o mundo. Vendemos na casa dos centenas de milhares de cópias, de modo que a realidade é muito diferente. Pessoas que compartilham arquivos e baixam as coisas de qualquer lugar, eles não estão tirando dinheiro dos nossos bolsos; eles estão apenas tirando dinheiro da gravadora".

"A única ocasião em que eu crio caso com o compartilhamento de arquivos, e talvez eu esteja me contradizendo aqui, é quando se trata de material novo. Sou muito zeloso em relação a um novo álbum, e eu fico realmente chateado se algo vaza antes da hora".

"Quando você lança um novo disco, é um grande negócio, ou pelo menos deveria ser. Você quer que o mundo inteiro compartilhe ao mesmo tempo e viva a experiência. Além disso, quero ter certeza de que a qualidade do som não fica comprometida, o que de fato acontece. Portanto, não é questão de dinheiro, é uma coisa criativa. Quero que as pessoas experimentem o álbum em conjunto, com as letras, a arte, a fidelidade total, o negócio todo. Depois que um álbum é lançado, há tantas coisas que você pode controlar, e eu entendo disso".

MusicRadar.com: Akhil Pa pergunta: tem algum baterista cujo estilo você sinta mas não consiga emular?

Mike Portnoy: "Hmmm. Essa foi boa. Eu não sei. Qualquer baterista que foi uma grande influência sobre mim, eu sempre fui capaz de replicar o que ele faz e trabalhar até uma imitação de seu estilo - até certo ponto. John Bonham, Keith Moon, Ringo, Neil Peart - toquei suas músicas em todas as minhas bandas-tributo. Eu os sinto, eu conheço seu estilo, e quando eu tocava suas músicas naquelas bandas eu o fazia de maneira respeitosa e de certo modo autêntica".

"Há outros bateristas: Terry Bozzio é um dos meus favoritos, e eu sinto uma forte presença de seu estilo dentro de mim. Por mais que as pessoas gostem de bater nele e odiá-lo, Lars Ulrich é ótimo - há muito dele no que eu faço. Stewart Copeland, também - eu adoro imitar o que ele faz".

"Alguém que não posso reproduzir? Eu não sei. Talvez alguns dos caras super, super técnicos como Thomas Lang e Virgil Donati e Mike Mangini - eles fazem coisas que eu fisicamente não posso fazer. Mas os bateristas que me influenciaram, eles estão todos em mim, e eles acabam saindo, gostando ou não."




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção EntrevistasTodas as matérias sobre "Pirataria"Todas as matérias sobre "Dream Theater"


Dream Theater: fãs queriam Pull Me Under fora dos shows, crê James LaBrieDream Theater
Fãs queriam Pull Me Under fora dos shows, crê James LaBrie

Sons of Apollo: novo álbum MMXX será lançado em janeiro de 2020; veja teaserSons of Apollo
Novo álbum MMXX será lançado em janeiro de 2020; veja teaser

Mike Portnoy: no colo do Papai Noel e reclamando de horários de shows no BrasilMike Portnoy
No colo do Papai Noel e reclamando de horários de shows no Brasil

Mike Portnoy: como estão sendo os shows com Noturnall e Edu Falaschi no BrasilMike Portnoy
Como estão sendo os shows com Noturnall e Edu Falaschi no Brasil

Em 04/11/1956: nascia o tecladista Jordan Rudess

Mike Portnoy: assistindo a jogo do Atlético-MG com músicos brasileirosMike Portnoy
Assistindo a jogo do Atlético-MG com músicos brasileiros

Em 26/10/1999: Dream Theater lançava Metropolis Pt. 2 Scenes from a MemoryDream Theater: James LaBrie em exclusiva para o BrasilSons of Apollo: assista cover de "Hell's Kitchen" do Dream TheaterEm 04/10/1994: Dream Theater lançava o ótimo álbum AwakeDream Theater: James LaBrie espera lançar álbum solo em 2020Em 23/09/1997: Dream Theater lançava o álbum Falling Into Infinity

Dream Theater: Mike Mangini piorou o som da banda?Dream Theater
Mike Mangini piorou o som da banda?

Dream Theater: as mudanças de dinâmica após a saída de PortnoyDream Theater
As mudanças de dinâmica após a saída de Portnoy

Mike Portnoy: ele gostaria de ser um baterista como Lars UlrichMike Portnoy
Ele gostaria de ser um baterista como Lars Ulrich


Saúde: mais de 60% dos músicos sofrem de problemas mentaisSaúde
Mais de 60% dos músicos sofrem de problemas mentais

AC/DC: as 10 melhores músicas da banda com Bon ScottAC/DC
As 10 melhores músicas da banda com Bon Scott

Rock In Rio 1991: 10 curiosidades sobre a 2ª edição do eventoRock In Rio 1991
10 curiosidades sobre a 2ª edição do evento

Dave Mustaine: ele peitou Phil Anselmo pra proteger Nick MenzaDave Mustaine
Ele peitou Phil Anselmo pra proteger Nick Menza

Voz: 10 músicos que cantam tão bem quanto os vocalistas de suas bandas (Parte I)Voz
10 músicos que cantam tão bem quanto os vocalistas de suas bandas (Parte I)

Olavo de Carvalho: Segundo ele, o Heavy Metal emburreceOlavo de Carvalho
Segundo ele, o Heavy Metal emburrece

Moonspell: Satã é apenas um grande símboloMoonspell
"Satã é apenas um grande símbolo"


Sobre Rafael Gonçalves

Mineiro de Juiz de Fora, nascido em 1985, graduando em Administração de Empresas, leitor do Whiplash! desde 2001, guitarrista mediano. Teve seus primeiros contatos com o Rock na infância, com Legião Urbana, Raul e Pink Floyd. Porém foi somente aos 14 anos que teve os cabelos da nuca arrepiados ao ouvir uma bolachinha chamada Appetite for Destruction, de um tal Guns N'Roses. Desde então, o hard rock e o heavy metal são parte integrante e indispensável de sua vida. Mas como sabe que só existem dois tipos de música (a boa e a ruim), curte também progressivo, rock nacional, blues e até um punk rock de vez em quando.

Mais matérias de Rafael Gonçalves no Whiplash.Net.

adGoo336|adClio336