Slayer: Tom Araya fala de sua recuperação após cirurgia

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Thiago Zanetti, Fonte: KNAC.com, Tradução
Enviar correções  |  Ver Acessos

Peter Atkinson, do site KNAC.COM, recentemente fez uma entrevista com o vocalista/baixista do SLAYER, Tom Araya. Confira alguns trechos abaixo.

Noisecreep: os 10 clipes mais assustadores do heavy metalRed Hot Chili Peppers: Josh Klinghoffer fala à imprensa pela primeira vez desde saída

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Bem, o "como você está" de praxe realmente cabe agora, devido à sua cirurgia. Então, como você está?

Araya: "Eu estou indo bem. Estou me recuperando bem. Estou me preparando para essa turnê que vai começar, me preparando para a rotina da estrada. Nós vamos tocar o 'Seasons' em sua integridade, então estamos ensaiando esse álbum. Nós temos vários shows para fazer e nós vamos fazer muitos shows duplos em algumas cidades, então temos muitas músicas para aprender para não tocarmos o mesmo set (risos). Nós temos muita preparação para fazer, nós não havíamos ensaiado juntos por mais de cinco meses, começamos a fazer isso semana passada".

Que tipo de restrições você terá quando for tocar ao vivo? Eu imagino que bater e girar a cabeça estejam de fora.

Araya: "É, eu não posso fazer isso. Com uma placa no pescoço não é uma boa idéia fazer isso. O único aviso que eu posso dar para as pessoas é que não tem problema nenhum em bater cabeça, apenas faça moderadamente. E entenda que pode te prejudicar em algum momento. As pessoas vão fazer o que quiserem, e enquanto eles estiverem cientes de que 'isso pode acontecer com você', então eles têm uma escolha. Eu ainda vou detonar, só não vou poder destruir (risos)".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Este é o segundo álbum seguido em que você tem alguma emergência médica. Isso está virando uma maldição do Slayer?

Araya: "Não. Eu acho que tudo tem a ver com as merdas que acontecem na vida. Eu estou numa idade onde essas coisas devem acontecer. Algumas pessoas têm sorte e isso nunca acontece com elas. Algumas pessoas nem ficam sabendo, só caem mortas. Todo mundo fica 'Nossa, o que aconteceu? Não tinha nada de errado com ele'. De repente, boom! Mas hey, a vida acontece. Depois de tantos anos abusando do meu corpo, minha vesícula inchada estava me dizendo que eu já tinha ido longe demais (risos), então eu fui, eles a arrancaram fora e eu deveria me recuperar em oito semanas, e seis semanas depois eu estava tocando em um show. Eu gostaria de ter tido tempo de me recuperar. As pessoas me perguntam se tenho algum arrependimento. Nesse ponto da minha vida, esse é um. Eu devia ter ficado as oito semanas, mas se eu tivesse ficado as oito semanas a turnê seria cancelada, e já estávamos duas semanas atrasados".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Mais uma coisa, e eu tenho certeza que todos estão perguntando isso, pois todo mundo sempre quem saber, "Por quanto tempo vocês vão continuar?". Mas com a cirurgia e sua fala sobre estar numa idade onde esse tipo de coisa tende a acontecer, isso fez você pensar mais sobre quanto tempo vocês vão continuar com a banda?

Araya: "É difícil responder isso, sabe? É uma pergunta difícil de responder no momento por causa do jeito que eu estou me sentindo. No momento eu estou me sentindo ótimo. Seis meses atrás, era outra história. Mas como você disse, ou eu disse, na verdade (risos), eu estou na faixa de idade onde as merdas começam a acontecer. Independente do ritmo que meu relógio biológico esteja, eu estou à mercê dele. Eu me sinto ótimo, mas quem sabe, talvez você fale comigo em seis meses e eu estarei me sentindo como merda. Merda, eu poderia me sentir assim amanhã, e dizer 'que se foda essa bosta'. Mas eu não sou assim, eu não sou esse tipo de pessoa. Igual a gente estava falando antes, a vida acontece e às vezes faz você tomar decisões, às vezes você sabe que tem que tomar decisões. E isso é o melhor que posso dizer. Felizmente, ainda não chegamos nesse ponto. Mas nós saberemos. Todos saberemos. Olharemos um para o outro e saberemos que não dá mais para continuar. Agora, eu posso pensar 'Bem, quando eu vou parecer um velho em cima do palco?'. Mas eu acho que ainda falta bastante para isso".

Leia a entrevista completa (em inglês) no link abaixo.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção EntrevistasTodas as matérias sobre "Slayer"Todas as matérias sobre "Tom Araya"


Slayer: 15 músicas lado b tão boas quanto as clássicasSlayer
15 músicas "lado b" tão boas quanto as clássicas

Thrash Metal: a paranóia do holocausto nuclearThrash Metal
A paranóia do holocausto nuclear


Noisecreep: os 10 clipes mais assustadores do heavy metalNoisecreep
Os 10 clipes mais assustadores do heavy metal

Red Hot Chili Peppers: Josh Klinghoffer fala à imprensa pela primeira vez desde saídaRed Hot Chili Peppers
Josh Klinghoffer fala à imprensa pela primeira vez desde saída


Sobre Thiago Zanetti

Nascido em 1986 e apaixonado por música, Thiago é formado em Jornalismo pela Unesp de Bauru, mas é natural de Sorocaba/SP. Ouve de tudo, desde grindcore até música clássica, passando por diversos gêneros de música nacional e estrangeira. Toca em uma banda cover de Metallica, mas não tem preconceito musical: se é som, está ouvindo. Sempre aberto a novas bandas.

Mais matérias de Thiago Zanetti no Whiplash.Net.

Goo336x280 GooAdapHor Goo336x280 Cli336x280