Stratovarius: mantendo a música e ignorando as bobagens

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por F. C., Fonte: hallofmetal.com, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 


A matéria abaixo foi publicada originalmente no hallofmetal.com:
5000 acessosSeparados no nascimento: Cazuza e Lauro Corona5000 acessosAC/DC: as 10 melhores músicas da banda com Bon Scott

Devido à turnê aqui na Espanha da banda finlandesa STRATOVARIUS, nós entramos em contato com seu vocalista, Timo Kotipelto. Nós conversamos com ele sobre o mais recente trabalho da banda, "Polaris", sobre se há vida após Timo Tolkki, sobre a formação atual da banda, seus outros projetos e muitas coisas interessantes.

Novas esperanças, nova gravadora e novo CD. Como você está passando por este novo período em sua carreira musical?

Kotipelto: "Eu sinto como se fosse um novo começo para a banda. Depois de todos os problemas durante os últimos anos, é muito bom voltar ao básico: a música".

Como são as relações entre os membros da banda? Esta é uma questão muito importante, pois após esse período negro que você teve depois da partida de Tolkki, a atmosfera provavelmente foi afetada, não?

Kotipelto: "O clima está melhor do que nunca! Nós somos bons amigos e gostamos de fazer música juntos. Além disso, muitas vezes saímos juntos, que não era o caso com Tolkki".

Em "Polaris", a coisa mais notável é o novo guitarrista Mattias. Como ele se adaptou ao ritmo de uma das mais importantes bandas de power metal?

Kotipelto: "Ele é um guitarrista muito talentoso e também um cara muito legal. Ele se adaptou muito bem. Claro que não é a coisa mais fácil substituir Timo e juntar-se ao Stratovarius, mas ele realmente está fazendo um trabalho muito bom. Ele está aproveitando muito estar na banda e fazendo turnês por todo o mundo".

Ele faz um ótimo trabalho, acho que ele encontrou seu lugar na banda. Especialmente em músicas como "Winter Skies" ou "Forever Is Today". Como você fez para encontrá-lo? Sempre tendo em mente que você tem alguns talentos muitos bons na Finlândia.

Kotipelto: "Lauri tocou em um show especial no Tavastia Club há alguns anos anos atrás, onde um monte de guitarristas finlandeses estavam tocando. Depois do show Lauri me disse ao telefone: 'A noite passada eu vi um guitarrista melhor do que qualquer um que eu já vi!!! Ele poderia ser o cara para nós'. Depois fui para o Youtube e chequei alguns vídeos onde ele estava tocando e eu fiquei tipo 'WOW!'."

Kotipelto: "Então eu conversei com Jens e Jörg. E decidimos testá-lo. Jens, Lauri, Matias e eu fomos a uma casa de campo e tocamos 5 dias com ele, gravamos algumas demos e nos divertirmos juntos. Depois disto, ele estava na banda".

"Polaris" soa como o bom Stratovarius, mas também com alguns elementos novos. Agora a sua voz não é tão estridente e você perdeu um pouco daquela pitada progressiva que usou muito em álbuns como "Elements". O que você tinha em mente quando estava escrevendo canções novas?

Kotipelto: "Não tínhamos planejado nada. Nós estávamos compondo músicas, gravamos algumas demos e decidimos ver como elas soariam. Isso foi em junho. E nós ainda nem sabíamos na época se queríamos usar o nome Stratovarius. Quando Jörg se juntou a nós nos ensaios em agosto de 2008, gravamos todas as músicas com bateria de verdade."

Kotipelto: "Então, nós estávamos ouvindo-as, bebendo algumas cervejas e decidimos sobre o nome. As canções soavam como Stratovarius por isso não fazia sentido continuar com algum outro nome. Se as canções tivessem sido totalmente diferentes nós teríamos usado algum outro nome."

Sobre o conceito do álbum, qual a relação entre a impressionante arte de capa e o tema das canções?

Kotipelto: "'Polaris' não é um álbum temático. Algumas canções são do tipo relacionadas com o espaço, etc, mas não há um conceito comum por trás dele. Lauri surgiu com o nome do álbum e, em seguida, Jörg trouxe um cara novo para fazer a capa. Pessoalmente, estou muito feliz com a arte. Parece legal e descreve bem o estilo musical."

Se pudéssemos misturar três álbuns do Stratovarius para fazer Polaris, acho que seria "Visions", "Fourth Dimension" e "Episode", provavelmente os mais importantes em sua carreira. O que você acha sobre isso?

Kotipelto: "Eu concordo 100% com você!!! Eu acho que há muito material antigo sobre ele, mas como você disse também algo de novo. Esses também são meus álbuns favoritos".

Eu sempre fui curioso sobre quais são suas influências musicais - as bandas sem a qual sua música não poderia existir.

Kotipelto: "Minhas principais influências estão no Metal dos anos 80. Mas também nos anos 70. Meus favoritos de todos os tempos são tudo com Dio, Iron Maiden, Queensryche, Judas Priest, Metallica, etc".

Você assinou com a Edel Music, que também têm outras bandas como a Europe. O que fez você decidir ingressar neste selo?

Kotipelto: "Tivemos algumas gravadoras que estavam interessadas na banda. A Edel soou como uma boa companhia e eles também foram sugeridos por nosso gerente. Eu não sabia muito sobre eles antes, mas depois de trabalhar com eles, eu sou muito feliz. Eles acreditam na banda e nos apoiam bastante. Estou ansioso para o lançamento do álbum seguinte, com a Edel".

Quais são seus planos de turnê para 2010? Alguma surpresa para o seu retorno?

Kotipelto: "Vamos entrar em turnê pela Europa a partir do início de janeiro. Em seguida, provavelmente haverá algum festival naquele ano. Também iremos começar a trabalhar no próximo álbum. Provavelmente já durante a primavera".

Todos nós gostaríamos de saber sua opinião sobre a nova carreira musical de Tolkki, ou se você tiver qualquer contato com ele em tudo. Em HallofMetal tivemos a oportunidade de examinar dois álbuns do Revolution Renaissance e eles foram muito bons, eles têm uma marca semelhante como o "Polaris".

Kotipelto: "Eu não ouvi o álbum. É uma pena que ele está sempre mudando a formação e fazendo o maior número possível de projetos em vez de se concentrar em apenas um no momento. Desejo-lhe tudo de melhor. Ele é um compositor muito talentoso e um guitarrista muito bom".

Falando sobre a cena do metal hoje em dia, nos países nórdicos que vivem um verdadeiro "boom" comparados com o resto da Europa, há um monte de bandas que saem o tempo todo, tocando qualquer estilo. Diga a verdade, vocês tem colocado espinafre na mamadeira, ou o frio os torna mais criativos?

Kotipelto: "Não espinafre, mas gostamos de comer Metal. Eu acho que tem que se fazer alguma coisa com a escuridão e o frio que temos aqui. As pessoas estão entediadas e querem colocar bandas para desperdiçar um pouco de energia extra e criar algo. E é verdade que houve tantas bandas boas saindo da Escandinávia durante os últimos 10 anos."

Kotipelto: "Eu não sei quanto tempo isso vai continuar. Acho que estaremos em breve correndo de pessoas que não tocam em bandas".

A sua carreira solo está em espera no momento, ou você irá lançar um novo álbum nos próximos meses?

Kotipelto: "Agora no momento está pausada. Eu gravei meu primeiro álbum solo porque eu não conseguia nenhuma das minhas próprias músicas nos álbuns do Strato. Hoje a situação é um pouco diferente, então eu não tenho vontade de fazer os meus projetos solo. Eu tenho algumas músicas que provavelmente não caberiam em um álbum do Strato, então assim que eu puder farei algo no futuro. Mas agora não tenho tempo para mais nada, exceto o álbum do Strato".

Há pouco tempo atrás pudemos ouvir a sua voz no projeto "Cain's Offering", há alguma expectativa de prosseguir com eles ou você será apenas um convidado para o álbum de estréia?

Kotipelto: "Ultimamente tenho feito shows acústicos com Jani Liimatainen. Tem sido muito divertido. Iremos provavelmente fazer alguns no próximo ano. Até agora ainda não conversamos sobre o próximo álbum do CO. Eu adoro o álbum! Acho Jani um cara muito talentoso e agradável para trabalhar".

Você já fez aulas de canto, ou você é autodidata? Se possível, por favor nos diga o que você faz para preservar sua voz e suas técnicas de canto.

Kotipelto: "Eu comecei por conta própria, mas depois também tive algumas aulas de canto. Eu realmente estudei música e vocais há alguns anos. Mas eu sempre tenho cantado do jeito que estou cantando hoje. Porém é claro que minha voz é mais forte nos dias de hoje e sendo assim é mais fácil de cantar."

Kotipelto: "Se você quiser ser um vocalista poderia ser uma boa idéia obter um pouco mais de conhecimento sobre isto. Talvez ter algumas aulas de canto. Para que assim você não prejudique a sua voz. Algumas pessoas podem cantar no caminho certo naturalmente, mas a maioria não pode. Basta lembrar que cantar sempre deve ser divertido e não algo que vá prejudicar a sua garganta!"

Agora nós gostaríamos que você olhasse para trás nos seus primeiro dias no Stratovarius até hoje, e nos disesse o que manterria e aquilo que você não iria, e como você vê a evolução da banda ao longo dos anos.

Kotipelto: "Vamos dizer que ao menos tem sido interessante nos últimos 15 anos. Gostaria de manter a música e ignorar todas as bobagens. Estou ansioso para fazer alguns álbuns agradáveis e me divertir excursionando".

Isso é tudo de nós, muito obrigado! Alguma última palavra para os nossos leitores?

Kotipelto: "Obrigado pela entrevista! Se você puder, venha nos ver tocar ao vivo!!! Nós iremos agitar vocês! Obrigado!!!"

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Stratovarius"

StratovariusStratovarius
Por onde anda o ex-baterista Jorg Michael?

Derek RiggsDerek Riggs
Top 10 das capas mais bonitas longe do Iron Maiden

Timo TolkkiTimo Tolkki
Surtando no Facebook com a filha contra brasileiros?

0 acessosTodas as matérias da seção Entrevistas0 acessosTodas as matérias sobre "Stratovarius"

Separados no nascimentoSeparados no nascimento
Cazuza e Lauro Corona

AC/DCAC/DC
As 10 melhores músicas da banda com Bon Scott

EvanescenceEvanescence
Estranha criatura em foto de Amy Lee com seu filho

5000 acessosSonho de Consumo: os 10 palcos de shows mais desejados5000 acessosGastão Moreira: A coleção do VJ, apresentador e jornalista musical5000 acessosPagando mico: 10 maneiras de ser expulso ou humilhado em um show5000 acessosGuitarristas: você consegue identificar todos nesta imagem?5000 acessosMamonas Assassinas: viúva do Piloto comenta vídeo de Feliciano5000 acessosMystery Guitar Man: tocando 1000 guitarras ao mesmo tempo?

Sobre F. C.

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online