Deicide: "Em vinte anos eu duvido que ainda estarei vivo!"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Enviar Correções  

A edição chilena da Revista Rolling Stone publicou um pequeno bate papo com Glen Benton, vocalista do DEICIDE.

DEICIDE tem uma relação muito especial com a América. Fãs chegaram a pensar que a banda não viria, mas estão muito entusiasmados com a sua vinda; por que mesmo com algumas incertezas os fãs de vocês continuam tão leais?

"Não tenho certeza, e como a única das nossas certezas é a morte, nunca sabemos o que pode acontecer. Às vezes temos contratempos, produzir shows não é uma ciência exata…"

publicidade

"Till Death Do Us Part" é seu disco mais recente. Qual a diferença principal entre esse e outros como "Legion", por exemplo?

"Cada novo disco é diferente, eu tive muitos acontecimentos em minha vida pessoal que certamente afetaram a maneira de compor o disco e o mesmo acontece com Steve."

O DEICIDE estabeleceu para si uma atitude anti-cristã. Como vocês mantêm a validade e a consistência desse discurso com o passar do tempo? Como mantém a banda longe de sátiras em relação ao assunto? O suicídio aos 33 anos continuará como estratégia publicitária?

"O lance do suicídio foi só uma palhaçada de bêbado, e no que tange nossa atitude anti-cristã, o que mais há de bandeira para levantar? O quão Deus é bonzinho? Isso não vai acontecer, especialmente em relação à minha opinião".

publicidade

O conteúdo anti-religioso será a batalha travada pelo DEICIDE ou há outros assuntos que vocês gostariam de tratar em suas músicas para os próximos álbuns?

"Ahn sim, como as gravadoras conseguiram ferrar com as bandas e ainda assim destruir todo o mercado fonográfico..."

Você participou de um disco do VITAL REMAINS. Como essa chance surgiu e como você viu essa sua participação em algo totalmente diferente do que o que o DEICIDE faz?

"Me senti como no aeromodelismo, um hobby…"

publicidade

Você repetiria a experiência? Se sim, com quais outras bandas gostaria de trabalhar?

"Eu não sei, não ando muito a fim desse tipo de coisa ultimamente…"

publicidade

Na sua opinião, quem é o verdadeiro pai do death metal: Trey Azathoth (MORBID ANGEL), Chuck Schuldiner (DEATH) ou Paul Speckmann (MASTER)? Ou você crê que o death metal é uma criação de mestres diferentes?

"Não há mestres... nós fizemos o que fizemos porque ninguém mais foi capaz disso ou estava com medo demais de seguir seus sonhos musicais".

publicidade

Como você pretende manter válido o legado do DEICIDE em 20 anos?

"Em 20 anos eu duvido muito que ainda estarei vivo, então eu faço o que faço porque não tenho mais o que fazer. Esse sou eu."

Obrigado. Deixe uma mensagem para os fãs.

"Deus é um canal para os sonhos e cabe a cada um de nós ultrapassar a barreira da religião para o que realmente importa na vida: nós mesmos, nossa família e nossos amigos. A vida não é ser um idiota para todos os demais que colocam Deus acima dessas coisas. E o cristianismo é um lixo".

publicidade


WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin