Joe Satriani: "Fiquei feliz por ouvir minha música sendo premiada!"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Diego Camara, Fonte: Blabbermouth, Tradução
Enviar correções  |  Ver Acessos

Robert Gray do Ultimate Guitar recentemente conduziu uma entrevista com o guitarrista Joe Satriani em uma série intitulada "Hit The Lights". Os tópicos de discussão incluíram a formação do CHICKENFOOT, o álbum de estreia do grupo, "Soap of a Rope" e "Down the Drain", turnê europeia e o caso de direitos autorais envolvendo o COLDPLAY. Alguns trechos do diálogo podem ser vistos abaixo.

Dr. Sin: Agora todo mundo lamenta? Vão se foder!, diz Regis TadeuBlack Sabbath: um Tony Iommi que você não conhecia

Como o CHICKENFOOT se uniu:

"Eu conhecia Sammy (Hagar, vocalista, ex-VAN HALEN) há algum tempo, e nós vivemos na mesma região. Por um curto período nós fizemos parte de um grupo chamado PLANET US. Ele me ligou há mais ou menos um ano e meio atrás e me convidou para nos unirmos no palco somente por diversão. Ensaiamos no final de um dos shows dele em Las Vegas, e ali foi o início da primeira experiência do CHICKENFOOT. Chad (Smith, baterista, RED HOT CHILI PEPPERS), Mike (Michael Anthony, baixista, ex-VAN HALEN) e eu pensamos que iríamos ensaiar e passar algum tempo, mas acabou se tornando profundamente bom. Olhamos para nós no palco e dizemos, 'Wow, nós deveríamos ser um grupo. O que faremos?'. Tomamos a partir daí, prometemos uns aos outros que iríamos escrever algumas músicas, nos unir e ver se poderíamos dar o próximo passo. Por algo em torno de nove meses nós insistimos aqui e ali, até que finalmente colocamos nossos pés no chão e dissemos: 'Ok, vamos entrar no estúdio e prosseguir de verdade.'"

Sobre o nome CHICKENFOOT:

"Eu acho que é um codinome idiota. Nós tinhamos que chamar de algo, e pensamos nos possíveis nomes. Tivemos alguns nomes interessantes, mesmo que eu nunca pensei que nenhum deles era tão bom quanto CHICKENFOOT. (risos) CHICKENFOOT é um nome tão estranho e ao mesmo tempo é perfeito. Eu não fiquei surpreso quando o público encheu-nos de tal maneira por nos chamar constantemente de CHICKENFOOT. O nome simplesmente gruda, eu acho".

Se algum vídeo será gravado para o álbum de estreia do CHICKENFOOT:

"Nós temos que filmar alguns vídeos. Eu tenho marcado no meu calendário que uma filmagem deverá ocorrer durante maio. Eu não sei que música estará neste vídeo, algumas coisas ainda têm que ser postas na mesa. CHICKENFOOT irá gerar várias músicas que valerão um vídeo".

Se um segundo álbum do CHICKENFOOT será gravado:

"Eu realmente espero - Eu posso ver o CHICKENFOOT gravando de três a quatro álbuns".

Em que ponto o caso dos direitos autorais contra o COLDPLAY se encontra:

"Nossos respectivos advogados estão conversando entre si, e trocando papéis. Há muitos protocolos que precisam ser seguidos. Esses tipos de casos tendem a se arrastar, com poucas novidades por meses e meses (risos). Nenhum de nós está querendo discutir. Nenhum de nós pretende discutir algum dos aspectos interessantes, então tudo o que posso dizer é que o caso está em andamento".

Sobre o COLDPLAY ter vencido o Grammy com "Viva la Vida":

"Estou feliz pelo grupo, e de uma maneira bem estranha, estava feliz por ouvir minha melodia sendo premiada. Porém, estou um pouco confuso que a NARAS (National Academy of Recording Arts & Sciences, Inc.), a organização que cuida do Grammy Awards, possa considerar nomear uma música que sabem que foi bastante contestada. Estas foram as pessoas que votaram no MILLI VANILLI, mesmo que este não seja mesmo o trabalho deles, eu acho".

A entrevista completa pode ser lida no Ultimate Guitar.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção EntrevistasTodas as matérias sobre "Plágios"Todas as matérias sobre "Joe Satriani"Todas as matérias sobre "Chickenfoot"


Joe Satriani: ele lamenta as críticas recebidas de Ritchie BlackmoreJoe Satriani
Ele lamenta as críticas recebidas de Ritchie Blackmore

Faixas Instrumentais: VH1 elege as 20 melhores do Hard e MetalFaixas Instrumentais
VH1 elege as 20 melhores do Hard e Metal

Joe Satriani: por que meus alunos se tornaram grandes guitarristasJoe Satriani
Por que meus alunos se tornaram grandes guitarristas


Dr. Sin: Agora todo mundo lamenta? Vão se foder!, diz Regis TadeuDr. Sin
Agora todo mundo lamenta? Vão se foder!, diz Regis Tadeu

Black Sabbath: um Tony Iommi que você não conheciaBlack Sabbath
Um Tony Iommi que você não conhecia

Roadrunner: os dez melhores vídeo-clipes da gravadoraRoadrunner
Os dez melhores vídeo-clipes da gravadora

Punk Rock: seja feio, beba muito, e nunca penteie o cabeloPunk Rock
Seja feio, beba muito, e nunca penteie o cabelo

Bruce Dickinson: vocalista elege seus 5 álbuns preferidosBruce Dickinson
Vocalista elege seus 5 álbuns preferidos

Arch Enemy: ouça a diferença entre as vozes de Angela e AlissaArch Enemy
Ouça a diferença entre as vozes de Angela e Alissa

Tradução: O clássico Powerslave, do Iron MaidenTradução
O clássico Powerslave, do Iron Maiden


Sobre Diego Camara

Nascido em São Paulo em 1987, Diego Camara é jornalista, radialista e blogueiro. Seu amor pelo metal e rock começou há 6 anos. Um amante da nova geração, é um grande fã de Arjen Lucassen, Andre Matos e bandas como Nightwish, Hammerfall, Sonata Arctica, Edguy e Kamelot. Também não deixa de ter amor pelos clássicos, como Helloween, Gamma Ray e Iron Maiden e do Rock de bandas como Oasis, Queen e Kings of Leon. Atualmente seus textos podem ser lidos no blog OCrepusculo.com sobre assuntos diversos, além de planos para criação de um projeto totalmente voltado aos blogs de Rock e Metal.

Mais informações sobre Diego Camara

Mais matérias de Diego Camara no Whiplash.Net.

adGoo336|adClio336