Anette Olzon: "fiz um trabalho dos infernos nessa banda"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Arianne Cordeiro, Fonte: Blabbermouth.net, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

A revista do Reino Unido "Kerrang!" conduziu uma breve entrevista com a vocalista do NIGHTWISH, Anette Olzon, para sua edição "Xmas Rock" de dezembro de 2008. Em um trecho, a vocalista comenta sobre seu trabalho na banda.

26 acessosEm 14/01/1966: Nasce Marco Hietala (Nightwish)5000 acessosHeavy Metal: Alguns discos que são obras-primas pouco lembradas

Kerrang!: 2008 – festa que abalou ou que não deu certo?

Anette: "Tem sido um misto dos dois. Eu tenho gostado de ver tantas partes diferentes do mundo e experimentado diferentes culturas; e fazer shows na América do Sul foi um sonho realizado. Mas é claro, fazer uma turnê pode ser um tanto difícil, e eu ainda sou a mais nova adição a um grupo de pessoas, e isso sempre vai gerar alguns conflitos. Isso faz parte do negócio de estar numa banda deste tamanho. Eu estive muito doente e os pontos mais baixos do meu ano foram quando eu tive que perder alguns shows, o que sempre me frusta muito porque eu odeio desapontar os outros. Eu tive que levar muitas injeções no traseiro, mesmo depois que tocamos no 'Rock Am Ring' eu tive que tomar uma pra poder subir no palco. Mas eu acho que qualquer trabalho deve ter seu lado positivo e seu lado negativo".

Kerrang!: Quando você teve a sensação real de ser uma uma Estrela do Rock?

Anette: "Quando estivemos em São Paulo, Brasil, nós tínhamos a polícia para nos levar do hotel para o local do show. Estávamos indo muito rápido entre as quatro vias de tráfego e mudando muito de curso no carro com as sirenes berrando. Parecia um tanto quanto deselegante e eu me lembro de ter pensado, 'Sabe, talvez eu seja uma grande Estrela do Rock agora, e eu não estou totalmente certa se eu gosto disso ou se é um pouco assustador!'"

Kerrang!: Então você teve que se beliscar muito neste ano?

Anette: "Isso acontece muito! Às vezes eu perco o controle por conta de todos os fãs. Quando eles me conhecem, eles ficam tão nervosos que estão tremendo ou chorando, eu fico tipo, 'Ei, sou só eu!' É tão difícil ver você mesma como a pessoa que todos adoram e procuram."

Kerrang!: Do que você mais sente orgulho?

Anette: "Eu tenho muito orgulho de mim mesma porque eu acho que fiz um trabalho dos infernos nessa banda. Eu tenho provado a mim mesma e a outras pessoas como eu sou forte, e que eu posso estar no ponto mais baixo e ainda assim levantar e fazer de novo e de novo. Eu sinto que aprendi a ser forte."

Kerrang!: Quem foi o seu herói do ano?

Anette: "Houve muita gente que me inspirou neste ano, mas, é claro, foi muito grande a vitória do [Barack] Obama nas eleições presidenciais dos Estados Unidos. Eu o considero um grande herói porque acho que ele sabe que existem muitas pessoas que vão querer extingüi-lo da face da Terra. Ele é um humanista e as coisas vão realmente mudar agora. Ele pode fazer muita diferença para o mundo, e eu espero que faça".

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

TarjaTarja
"From Spirits And Ghosts" sai em novembro; ouça prévia

26 acessosEm 14/01/1966: Nasce Marco Hietala (Nightwish)48 acessosEm 30/11/2011: Nightwish lança o álbum Imaginaerum1152 acessosAnette: vocalista retorna com novo projeto, "The Dark Element"3045 acessosMulheres que cantam Metal: estúdio/ao vivo, expectativa e realidade81 acessosEm 26/09/2007: Nightwish lança o álbum Dark Passion Play0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Nightwish"

TatuagensTatuagens
Homenagens à banda Nightwish e Tarja na pele dos fãs

TarjaTarja
Reagindo à escolha de canção em casamento de Léo Áquila

Tarja TurunenTarja Turunen
Eu não tenho interesse nenhum em ouvir Nightwish

0 acessosTodas as matérias da seção Entrevistas0 acessosTodas as matérias sobre "Nightwish"


Heavy MetalHeavy Metal
Discos que são obras-primas pouco lembradas - Parte 1

Rock In Rio 2017Rock In Rio 2017
Ausência do "Dia do Metal" é compreensível

UrucaUruca
Os 9 mais azarados da história do Rock

5000 acessosTop 10: dez roqueiros que se foram aos 27 anos de idade5000 acessosMuito antes do Led Zeppelin: A origem da guitarra gêmea5000 acessosLinkin Park: 20 coisas que você não sabe sobre a banda5000 acessosJon Lord: "Bolin era bom, mas não era um Blackmore"5000 acessosVejaSP: momentos em que Ozzy Osbourne perdeu a noção5000 acessosGuns N' Roses: o código na capa de The Spaghetti Incident

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.


Sobre Arianne Cordeiro

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Mais matérias de Arianne Cordeiro no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online