Eric Singer: "Eu nunca quis ser mais rápido que ninguém!"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Emanuel Seagal, Fonte: Fury Rocks, Tradução
Enviar Correções  

A Fury Rocks realizou em dezembro de 2008 uma entrevista com Eric Singer, baterista do KISS e Alice Cooper. Confira um trecho da conversa.

Fury Rocks: Nos anos oitenta parecia que muitos bateristas queriam ser mais e mais rápidos como Dave Lombardo (Slayer), por exemplo. O que você acha disso?

Eric Singer: "Eu chamo isso de 'Olimpíadas da Bateria'. É como ser o humano mais rápido na corrida. Eu devo dizer, há muitos bateristas incríveis hoje em dia. Eu acho que a razão disso é que hoje em dia eles têm ferramentas muito melhores para aprender do que quando eu crescí. Naquela época nós não tínhamos DVDs, vídeos, MTV e todas essas fitas e aulas particulares. Agora você pode ir e ter aulas com alguns destes bateristas comprando seus DVDs, usando programas de computador. Agora você tem toda a melhor informação disponível para você. Estes garotos têm muitas ferramentas excelentes de aprendizado hoje em dia. Eu também percebí que eu nunca tive a ambição de ser mais rápido que ninguém. Isso não é tão importante pra mim. Eu deixo para os caras que curtem isso. Quando eu vejo, eu fico impressionado com a técnica fantástica desses caras. Eu admiro o que eles fazem mas não é algo que eu tenha ambição de fazer".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Confira a entrevista completa no link abaixo.

http://furyrocks.com/en/interview/_Eric_Singer_Playing_drums...




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Guitarra: os melhores solos da história segundo a Guitar WorldGuitarra
Os melhores solos da história segundo a Guitar World

Mulheres no Rock: resistência em um meio machistaMulheres no Rock
Resistência em um meio machista


Sobre Emanuel Seagal

Descobriu o metal com clássicos como Iron Maiden e Black Sabbath. Hoje em dia, entre outros gêneros musicais, e sem se limitar a rótulos, ouve principalmente doom, viking e folk metal. Sempre que possível está em busca de novas bandas que tenham algo a transmitir alem de clichês, e mesmo em meio a tantas novidades não dispensa pérolas como o bom e velho Candlemass. Acompanha o Whiplash! desde os primórdios, tendo iniciado sua vida de internauta no mesmo ano de criação do site (1996). Há algum tempo está envolvido com metal, seja trabalhando com eventos, bandas, gravadoras ou imprensa, na tentativa de contribuir de alguma forma para o crescimento desse que é um dos segmentos mais apaixonantes da música, o metal.

Mais informações sobre Emanuel Seagal

Mais matérias de Emanuel Seagal no Whiplash.Net.

Goo336