Matérias Mais Lidas

James Hetfield: com Di'Anno e sem Dickinson, os 20 maiores vocalistas na opinião deleJames Hetfield
Com Di'Anno e sem Dickinson, os 20 maiores vocalistas na opinião dele

Greta Van Fleet: o que Liam Gallagher pensa sobre a bandaGreta Van Fleet
O que Liam Gallagher pensa sobre a banda

Led Zeppelin: Jimmy Page elege seu melhor solo - e não é Stairway to HeavenLed Zeppelin
Jimmy Page elege seu melhor solo - e não é "Stairway to Heaven"

Guitarristas: os sete mais influentes de todos os temposGuitarristas
Os sete mais influentes de todos os tempos

Ozzy Osbourne: os 20 maiores cantores de todos os tempos, na opinião deleOzzy Osbourne
Os 20 maiores cantores de todos os tempos, na opinião dele

Iron Maiden: as 43 músicas de seus álbuns que eles nunca tocaram nos showsIron Maiden
As 43 músicas de seus álbuns que eles nunca tocaram nos shows

Whitesnake: nas redes, David Coverdale compartilha fotos tiradas em ManausWhitesnake
Nas redes, David Coverdale compartilha fotos tiradas em Manaus

Joey Ramone: há 20 anos, morria uma das maiores lendas da história do rockJoey Ramone
Há 20 anos, morria uma das maiores lendas da história do rock

Dream Theater: 15 músicas perfeitas para mostrar a banda para um inicianteDream Theater
15 músicas perfeitas para mostrar a banda para um iniciante

Surpreendentes: do hard ao black metal, covers improváveis que superaram expectativasSurpreendentes
Do hard ao black metal, covers improváveis que superaram expectativas

Lista: os 10 melhores trabalhos lançados por bandas de heavy metal em 1995Lista
Os 10 melhores trabalhos lançados por bandas de heavy metal em 1995

Pearl Jam: A verdadeira origem do nome da bandaPearl Jam
A verdadeira origem do nome da banda

Slash: Como ele largou os vícios em drogas, álcool e cigarro?Slash
Como ele largou os vícios em drogas, álcool e cigarro?

Accept: Udo ainda tem raiva de Wolf Hoffmann por roubar nome da bandaAccept
Udo ainda tem raiva de Wolf Hoffmann por roubar nome da banda

Eddie Van Halen: por que Wolfgang não quis homenagear o pai com Eruption no GrammyEddie Van Halen
Por que Wolfgang não quis homenagear o pai com "Eruption" no Grammy


Stamp

Queensryche: "Começamos apenas como cinco amigos querendo tocar!"

Por Rafael Carnovale / Rodrigo Scelza
Em 12/05/08

Aproveitando a passagem do QUEENSRYCHE pelo Brasil, pudemos ter uma conversa descontraída e reveladora com os simpáticos Geoff Tate (vocalista) e Scott Rockenfield (baterista), aonde abordamos alguns aspectos da carreira da banda, o novo CD "Take Cover", algumas polêmicas e ainda falamos, mesmo que de leve, de política. Confira abaixo o que rolou nos camarins do Citibank Hall (RJ), algumas horas antes do show.

Perguntas elaboradas por Rafael Carnovale

Whiplash – Inicialmente está turnê foi marcada para o mês de março...

Scott Rockenfield – (Interrompendo) Março? Na verdade não me lembro de termos marcado nada para este mês na América do Sul.

Geoff Tate – Pode ser que tenha sido negociado, mas nossos empresários não nos contataram sobre esta possibilidade.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Whiplash – Bem, independente disso muito se falou da possibilidade de vocês trazerem todo o show contido no DVD "Mindcrime At The Moore", mas no final das contas a banda estará executando um "Best of" de sua carreira. Vocês chegaram a cogitar vir com o show completo com os atores e tudo mais?

Geoff – Gostaríamos muito de vir com todo esse show. Mas temos que pensar que faz muito tempo que não tocamos no Brasil e muitas pessoas não viram músicas como "I Am I", ou até mesmo nosso material mais recente.

publicidade

Scott – Fora que trazer todo o aparato que cerca este show é um tanto quanto complicado e nos obriga a parar um bom tempo para ensaiá-lo e preparar. Seria complicado, mesmo que viéssemos apenas com o básico e usássemos, por exemplo, atores brasileiros.

Geoff – É claro que queremos um dia levar este show ao Brasil, e espero que os resultados desta turnê nos permitam fazer isso em breve, quem sabe em 2009. Mas temos consciência que este show não é apenas um show musical, é um espetáculo teatral, com efeitos, atores, telões e imagens. É algo maravilhoso, mas que nos deixa exaustos. Satisfeitos, mas exaustos. Mas sem dúvida se for possível traremos esse show ao Brasil.

Whiplash – "Take Cover" funcionou muito bem e mostrou toda a habilidade da banda em trabalhar com músicas que inicialmente estariam fora de seu espectro musical, como a ótima "Odissea"...

Geoff – (Interrompendo) Obrigado. Também fiquei muito feliz com esta música.

Whiplash – Como foi para vocês estarem gravando músicas de suas bandas favoritas e ao mesmo tempo alguns clássicos do rock, como foi com as músicas do Queen, The Police e Pink Floyd?

Geoff – Pura diversão. Posso te dizer sem medo... estávamos preparando o sucessor de "Operation Mindcrime II" e tivemos esse "insight" de entrar em estúdio, ensaiar algumas músicas que gostávamos muito e gravá-las. Pensamos conosco: "Porque não?".

Scott – Foi realmente uma idéia ótima, mas devo dizer que este CD não foi planejado, foi algo que surgiu de repente e cuja idéia abraçamos.

Whiplash – Vocês disseram nas notas do encarte de "Take Cover" que esse projeto nasceu nos "soundchecks", quando tocavam várias músicas de artistas que os influenciaram.

Scott – De fato, o "soundcheck" é o melhor lugar para fazermos esse tipo de coisa. Podemos testar novas idéias, tocar o que quisermos, e num desses momentos vimos que estávamos nos divertindo muito.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Whiplash – De fato, nesses momentos é que surgem grandes idéias no meio musical!

Geoff – (Rindo) Com certeza... por isso digo que este trabalho foi antes de tudo muito divertido. Entramos em estúdio, permanecemos 10 dias trabalhando duro e saímos com o CD pronto.

Whiplash – Em "Eyes Of A Estranger" você se pergunta por que está aqui e por quanto tempo ficará... como você se sente sabendo que a banda continua ativa após 27 anos e que "Operation Mindcrime" está fazendo 20 anos em 2008?

Geoff – Cara... não há muito o que dizer. Como toda banda nunca planejamos ficar na ativa por tanto tempo. Começamos apenas como cinco amigos querendo tocar juntos e as coisas foram aparecendo, nosso primeiro EP, o primeiro disco, os primeiros shows... acho que se fôssemos nos dar conta disso não chegaríamos até aqui. Aliás para te ser sincero nem consigo acreditar que um trabalho nosso faça 20 anos.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Scott – Devo dizer que ainda não me dei conta desse fato (Rindo). É muito gostoso, mas assustador... poxa... um filho seu quase maior de idade! (Gargalhadas).

Whiplash – Geoff, no passado você chegou a lançar um CD solo, e este ano já fez um show como artista solo. Podemos esperar um novo CD?

Geoff – Sem dúvida. Estou trabalhando paralelamente ao novo CD do Queensryche em novas idéias para um trabalho solo futuro. Espero lançá-lo ainda em 2008, mas não sei se conseguirei. Aguardem notícias em breve.

Whiplash – Pudemos conferir alguns "set-lists" e vocês têm tocado uma ou duas músicas do "Take Cover". Uma certamente porá a casa abaixo, que é "Neon Knights" (Black Sabbath).

(Gargalhadas)

Geoff – Fico feliz em saber que o pessoal curtiu essa nossa versão, porque esta foi uma das primeiras músicas que tocamos juntos quando formamos a banda, e somos grandes fãs do Black Sabbath, principalmente com Ronnie (Dio) nos vocais. "Neon Knights" foi uma das unanimidades quando estávamos decidindo o repertório de "Take Cover".

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Whiplash – Mas voltando a pergunta, como vocês escolhem as músicas de "Take Cover" que irão entrar no "set-list"?

Scott – Na verdade pegamos uma, duas ou três... (Pensativo) é meio difícil porque todo o material é especial, então...

Geoff – (Interrompendo) Pode falar a verdade Scott! (Risos)

Scott – Okay! (Mais Risos) O culpado é Eddie (baixista). Ele escolhe nossos "set-lists" porque eu e Geoff não conseguiríamos jamais chegar a um consenso. Portanto, se "Neon Knights" não estiver no "set", ou se você sentir falta de uma música, não nos xingue, pode xingar Scott, a culpa é toda e exclusiva dele! (Gargalhadas).

Whiplash – O Queensryche sempre se caracterizou por experimentar muito dentro do heavy-metal, mas a partir de "Empire" essa característica se acentuou bastante. O que vocês podem dizer sobre isso, já que muitos os chamam de "um dos pais" do metal-progressivo?

Geoff – Não sei como dizer algo sobre tal fato... nunca nos preocupamos com isso. Vejo a música como uma forma de arte amplamente mutável. Procuramos sempre ter em mente que somos uma banda de heavy metal, mas nunca quisemos fazer um disco igual ao outro. Se algo que ouvimos em algum lugar nos faz surgir uma idéia, levamos adiante e procuramos analisar o resultado final.

publicidade

Scott – Olhando para o passado vejo nossos trabalhos com muito orgulho, porque sempre pensamos em evoluir como músicos. E é como Geoff disse, tudo o que vemos gera algo dentro de nós que acaba se tornando música. É complicado, talvez você tenha que esperar nosso próximo trabalho de estúdio para ver o que experimentamos desta vez. (Risos)

Whiplash – Todo o conceito de "Operation Mindcrime" mantém-se atual no cenário político mundial. Até mesmo no DVD "Mindcrime At The Moore" vocês pedem a saída das tropas americanas do Iraque e procuram por uma Mônica Lewinsky para pagar um boquete para Mr. Bush filho...

(Muitos Risos)

Whiplash – Podemos esperar um filme como o The Who fez com Tommy?

Geoff – Sempre estivemos muito próximos de fazer isso. Inclusive um grande roteirista nova-iorquino escreveu um trabalho muito bom para fazermos um filme e isso nos entusiasmou. Porém algo que, na minha opinião, impede qualquer projeto deste calibre atualmente é que teríamos que abraçar este projeto em tempo integral, afinal é uma obra de nossas vidas que seria posta nos cinemas, e precisaríamos estar nisto 100% para que desse certo.

Scott – Mas não descartamos a hipótese. Só que de fato, para que isso aconteça tem que ser muito, mas muito bem feito.

Whiplash – Na sua opinião seria George W. Bush o novo Dr.X?

Geoff – Na verdade acho que esse papel caberia a Dick Cheney! (Gargalhadas) [Nota: Dick Cheney é o atual vice-presidente dos EUA]

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

💬 Ler e postar comentários


Rock Decor 2
publicidade
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp


Sweet Oblivion: novo trabalho de Geoff Tate será lançado no Brasil

Geoff Tate: vocalista conta o que sentiu ao tomar vacina contra Covid-19Geoff Tate
Vocalista conta o que sentiu ao tomar vacina contra Covid-19

Queensryche: Geoff Tate elogia La Torre e diz que foi estranho o ver cantar com a bandaQueensryche
Geoff Tate elogia La Torre e diz que foi estranho o ver cantar com a banda

Queensryche: Geoff Tate não sente a necessidade de se reunir com antigos companheirosQueensryche
Geoff Tate não sente a necessidade de se reunir com antigos companheiros

Geoff Tate: vocalista diz que limitação do pensamento pode levar ao fascismoGeoff Tate
Vocalista diz que limitação do pensamento pode levar ao fascismo

Queensryche: para vocalista, quem reclama por ter que usar máscaras é idiota e ignoranteQueensryche
Para vocalista, quem reclama por ter que usar máscaras é idiota e ignorante

Queensryche: La Torre diz que odeia a indústria e que vida de músico não é fácilQueensryche
La Torre diz que odeia a indústria e que vida de músico não é fácil

Queensryche: Geoff Tate diz que não tem sentimentos negativos sobre a bandaQueensryche
Geoff Tate diz que não tem sentimentos negativos sobre a banda

Prog metal: 13 álbuns que todo headbanger deveria ouvir, segundo a KerrangProg metal
13 álbuns que todo headbanger deveria ouvir, segundo a Kerrang

Queensryche: vocalista desce a lenha em governador que suspendeu uso de máscarasQueensryche
Vocalista desce a lenha em governador que suspendeu uso de máscaras

Queensryche: Todd La Torre rasga elogios ao primeiro álbum do Guns N' RosesQueensryche
Todd La Torre rasga elogios ao primeiro álbum do Guns N' Roses

Queensryche: A fase da banda com Todd La Torre

Jon Schaffer: Todd La Torre se diz chocado, mas não surpreso com atos do guitarristaJon Schaffer
Todd La Torre se diz chocado, mas não surpreso com atos do guitarrista


Curiosidade: 5 músicos mais novos que as bandas em que tocamCuriosidade
5 músicos mais novos que as bandas em que tocam

Heavy Metal: dez grandes canções acústicas feitas por bandas do gêneroHeavy Metal
Dez grandes canções acústicas feitas por bandas do gênero

Queensryche: La Torre diz que odeia a indústria e que vida de músico não é fácilQueensryche
La Torre diz que odeia a indústria e que vida de músico não é fácil


Guns N' Roses: Mauricio de Sousa, o criador da Turma da Mônica, odeia a banda?Guns N' Roses
Mauricio de Sousa, o criador da Turma da Mônica, odeia a banda?

Túmulos: alguns dos jazigos mais famosos do Metal nos EUATúmulos
Alguns dos jazigos mais famosos do Metal nos EUA