Rainbow: Lynn Turner comenta possível reunião

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Eliseu Baldo, Fonte: Classic Rock Revisited, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Jeb Wright da Classic Rock Revisited, conduziu recentemente entrevista com o lendário vocalista de Hard Rock Joe Lynn Turner (ex-DEEP PURPLE, RAINBOW, YNGWIE MALMSTEEN).

2130 acessosDio: três inéditas, autobiografia e material sobre o "Magica II"5000 acessosBig Four: astros da cena Heavy escolhem banda preferida

Classic Rock Revisited: Você acha que Ritchie Blackmore algum dia irá parar com o BLACKMORE'S NIGHT?

Joe: É a pergunta do universo. Há tantos rumores sobre a reunião com diferentes lineups. Ritchie sempre se cansa. Tenho ouvido que algums shows do Blackmore´s Night estão cheios, outros vazios. Ele está usando bastante guitarra elétrica, e as pessoas estão sempre gritando por PURPLE e RAINBOW. Eu acho que é possível que a reunião aconteça, é uma resposta política, mas ele sempre se cansa das coisas e está sempre procurando por sangue novo, então sempre há uma chance de algo acontecer.

Classic Rock Revisited: Se o RAINBOW estivesse pra se juntar, quem seria o vocalista? Você ou DIO?

Joe: Eu sei que não seria Dio porque. Falo com ele, e ele está indo bem sozinho. Fomos convidados a fazer os três vocalistas do RAINBOW, mas isso seria um pesadelo. Na verdade, todos achamos que seria legal, mas Ronnie nunca o faria. Graham [Bonnet] faria. Vou te contar uma coisa engraçada. Uma noite eu estava em Madrid com meu amigo Doogie White e nós estavamos absolutamente mamados. Doogie fala "Foda-se, é pra ser eu o vocalista se o RAINBOW voltar". Falei "Você vai cantar minhas músicas?" Eu o estava provocando. Eu disse, "Qual o nome do álbum do RAINBOW que você estava?" Eu estava deixando ele louco, e então três Jack Daniels depois estavamos nos abraçando. Ele acha que foi o herói não proclamado do RAINBOW. Ele me manda e-mails todo tempo sobre os shows que faz com Malmsteen. Uma vez ele me disse que teve que cantar em sete shows na sequência. Perguntei "Como você faz isso?" ele disse "Ninguém dá a mínima pro vocalista nesta banda". Ok, agora vou te responder a questão diretamente: poderia ser eu. Vou te dizer porque, Dio teve todo tipo de coisas estilo "dungeons and dragons" - não me interprete mal - eu adoro o material e estou mesmo cantando coisas dele como "Last in Line" e "Rainbow in the Dark" no BIG NOIZE. Sou um grande fã do DIO. Mas nós [RAINBOW com Joe Lynn Turner] tivemos as vendas. Nós também tivemos a notoriedade mundial e sucesso comercial. Fizeram uma enquete uma vez sobre quem deveria ser o vocalista e ganhei com folga. E preciso do trabalho (risos).

Classic Rock Revisited: Você é o único cara que está sempre com Ritchie Blackmore. Como foi que conseguiu isso?

Joe: Muitos, muitos cursos de psicologia (risos). Tenho uma mente não-reativa. Aprendi a forma budista de responder e não reagir. Se você reage com Ritchie, é o que ele espera. Se você aprende a não reagir pra ele, mas responder com algo que desafie sua psique, ele respeita. Ritchie é o tipo de cara que gosta de te puxar e empurrar, pra ver que tipo de pessoa você realmente é. Uma noite, nós estávamos cambaleando pelo chão bêbados, e eu disse pra ele "nós não vamos durar muito, porque eu tenho medo de intimidade". Ritchie respondeu: "E estamos ficando muito amigos". Eu só disse "Melhor nós aproveitarmos enquanto dura". Ele ainda diz coisas boas sobre mim em entrevistas e sou muito orgulhoso que faça isso. As únicas diferenças que tivemos foi quando estávamos brigando sobre o que achávamos melhor pra música. Ritchie sempre quis que tudo fosse o melhor que pudesse ser. Ele queria que você mergulhasse nas letras e música e fizesse o melhor. Quando não estava pra engolir, ele chamava o cara. Quando ele fazia isso comigo, eu ia, escrevia outra letra, e cantava outra música melhor do que fiz antes e ele dizia "Agora está ok".

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Glenn HughesGlenn Hughes
Ele deseja o melhor ao "esquisitão" Blackmore

2130 acessosDio: três inéditas, autobiografia e material sobre o "Magica II"0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Rainbow"

Dream TheaterDream Theater
10 dos melhores covers tocados pela banda

Anos 90Anos 90
10 shows pouco comentados

DioDio
Os álbuns com o vocalista, do pior para o melhor

0 acessosTodas as matérias da seção Entrevistas0 acessosTodas as matérias sobre "Rainbow"0 acessosTodas as matérias sobre "Joe Lynn Turner"


Big FourBig Four
Astros da cena Heavy escolhem banda preferida

Astros do rockAstros do rock
O patrimônio líquido de cada um

Heavy MetalHeavy Metal
As piores capas dos grandes artistas do gênero

5000 acessosRock In Rio: por que ladrões agem menos no dia do Metal?5000 acessosClassic Rock: as 10 melhores baladas dos anos 805000 acessosMegadeth: os 10 bens mais preciosos de Dave Mustaine5000 acessosAskmen.com: site elege as dez melhores músicas do Nirvana5000 acessosMotorhead: a gafe nazista de Lemmy em Nuremberg5000 acessosJason Newsted: baixista explica por que acabou com o Newsted

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.


Sobre Eliseu Baldo

Eliseu Folego Baldo é Webdesigner. Teve contato com o rock desde cedo, mas sem despertar muito interesse, ouvindo rock dos anos 80. Sua vida mudou ao ouvir Rainbow por volta de 93 e o Heavy Metal o matou em 96 ao ouvir Helloween. Rainbow, Motorhead, Megadeth e VirginSteele são as bandas preferidas, mas ouve e ama tudo do Rock´n´Roll.

Mais matérias de Eliseu Baldo no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online