Ayreon: problemas pessoais de Arjen foram inspiração

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Marco Néo, Fonte: Brave Words, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

A revista canadense BW&BK recentemente se encontrou com Arjen Lucassen, "mastermind" do AYREON, para falar sobre o novo álbum, 01011001, facilmente o álbum mais sombrio da banda. O álbum foi composto durante a sua separação.

2727 acessosMetal Progressivo: 12 álbuns do 1º semestre que merecem atenção5000 acessosThrash Metal: 10 novas promessas - incluindo uma brasileira

"Sim, eu acho que essa situação teve uma influência definitiva na música" diz Lucassen sobre seus problemas pessoais. "Eu me divorciei após 13 anos do que eu imaginava ser um casamento feliz, e no começo eu voltei ao meu velho modo de vida, mas festa e esse tipo de coisas eram legais quando eu tinha 20 anos. Hoje em dia eu tenho 47, as coisas são diferentes. Eu também contraí essa porra de Anosmia, perdi os sentidos de paladar e cheiro, veio tudo junto e eu acabei em uma depressão profunda pela primeira vez na minha vida. Eu não tinha inspiração alguma para compor música. Eu não conseguia superar essa fase, eventualmente eu comecei a achar que não havia mais razão para continuar. O médico me disse que eu teria que começar a tomar medicação e a minha reação foi: 'De forma nenhuma, pílulas são para os outros', mas a situação chegou a tal ponto que eu tive que tomar antidepressivos, e funcionou. A inspiração para fazer música começou a voltar, mas no começo foi esse material mais obscuro, claro. Eu liguei para a gravadora e disse que o novo álbum seria bem sombrio, um CD simples com talvez dois ou três vocalistas, mas antes que eu me desse conta as coisas começaram a fluir e eu comecei a compor músicas mais alegres. Eis que de repente eu sabia que tinha um CD duplo monstro com 100 minutos de música (risos)."

A história completa sairá na edição número 109 da revista BW&BK (canadense).

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Metal ProgressivoMetal Progressivo
12 álbuns do 1º semestre que merecem atenção

121 acessosNerd Metal: Ayreon, Metal Ópera de qualidade1404 acessosAyreon: apenas adicionei uma dimensão extra para a música548 acessosAyreon: Eu queria algo mais voltado à guitarra desta vez (Arjen)0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Ayreon"

Top 10Top 10
Álbuns conceituais

0 acessosTodas as matérias da seção Entrevistas0 acessosTodas as matérias sobre "Ayreon"

Thrash MetalThrash Metal
Dez novas promessas, incluindo uma brasileira

Iron MaidenIron Maiden
Bruce Dickinson diz não haver muito diálogo na banda

GuitarraGuitarra
Em vídeo, o solo mais destrutivo que você já viu

5000 acessosTragédia e dor: O Blues, o Rock e o Diabo5000 acessosMetal Brasileiro: 10 bandas recomendáveis fora o Sepultura5000 acessosAs tatuagens de Rob Halford2345 acessosFor Dads About To Rock: Matérias sobre filhos de Rockstars4572 acessosAngra: vídeo completo de participação no "Donos da Bola".4253 acessosHistórias em quadrinhos: as 12 melhores músicas inspiradas em personagens

Sobre Marco Néo

Nascido na primeira metade dos anos 70, teve seu primeiro contato com sons pesados quando o Kiss veio para o Brasil, em 83, mas não compreendeu bem o que era aquilo. A contaminação efetiva ocorreu um ano depois, quando conheceu Motörhead, Judas Priest, AC/DC, Iron Maiden. Desde então, tornou-se um apaixonado colecionador de tudo o que se refere a Metal e Rock'n'Roll, independentemente de subestilos.

Mais matérias de Marco Néo no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online