Kamelot: "realmente gostamos do que fazemos"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Heavyrick, Tradução
Enviar Correções  

Chaosankh, do Metal-Rules.com, recentemente conduziu uma entrevista com o vocalista Roy Khan, do KAMELOT, que falou sobre tocar nos EUA, os preparativos para subir ao palco, a produção dos vídeos da banda e a possibilidade de um trabalho solo.

Casamento Metal: Vocais do Kamelot e Kobra And The Lotus se casam em isolamento

Raul Seixas: Perguntas e respostas e curiosidades diversas

Metal-Rules.com: Parece que vocês agendaram várias datas da turnê nos Estados Unidos, o que é ótimo para os fãs americanos de metal pois muitas bandas preferem não fazer turnê por lá. Eu gostaria de saber se o público americano é diferente do público de outras partes do mundo?

Roy: "Não. O público americano é fastástico. Isso me surpreendeu de fato [bandas não gostarem de fazer turnês por lá]. A primeira pequena turnê que fizemos há dois anos foi ótima, mas tivemos apenas umas cinco datas ou algo parecido. Então fizemos a turnê completa ano passado com o EPICA e foi ótima. Foi como começar de novo ou como há cinco anos que o público também ia aos montes. As pessoas são fantásticas. Eu acho que o fato do país ser muito grande e o que se gasta por lá também ser muito. Não sei. Certamente não é o público".

Metal-Rules.com: Enquanto se prepara para cantar numa turnê ou gravação, quais tipos de técnicas ou rituais você utiliza?

Roy: "Nada de extraordinário, sou precavido. Tento estar com o corpo todo aquecido. Dou uma corridinha, faço flexões e abdominais e gosto de ficar totalmente quente e suado. É quando eu canto melhor. Mas claro que faço regularmente exercícios padrões. Bebo bastante água durante o dia e bastante chá, que prefiro com mel antes de tocar. Gosto de escovar meus dentes antes de subir ao palco. É um tanto estranho".

Metal-Rules.com: Você poderia dizer quais são seus melhores momentos desde que tem estado com o KAMELOT?

Roy: "O vídeo. O primeiro vídeo que fizemos, 'March of Mephisto', com Shagrath [DIMMU BORGIR]. Foi o primeiro vídeo que fizemos e foi ótimo. Mesma coisa com o DVD. Também foi um grande momento. Nesta última turnê que acabamos de fazer também foi... quero dizer que tivemos sessenta, setenta porcento de pessoas a mais do que qualquer outro show, foi fantástico, e ainda faltava um mês para a gravação ser lançada, teve lugares que faltavam dois meses para o lançamento. Mas claro que muitas pessoas viram uma grande oportunidade de ouvir algo novo. Foi de fato algo que superou nossas expectativas".

Metal-Rules.com: Por outro lado, houve pontos ruins desde que você está com o grupo onde você pensou que talvez a banda não continuasse ou você não estaria com eles?

Roy: "Não. Quero dizer que a banda progrediu desde 'Siege Perilous', que mesmo assim vendeu consideravelmente mais que 'Dominion', por exemplo. E de 'The Fourth Legacy', que realmente vendeu. Eu não acho que houve um ponto assim em nenhum de nós... claro nós temos nossas discussões, especialmente eu e Tom. Com o passar do tempo aprendemos a lidar com cada um. Nenhuma ocasião real onde tudo parecesse perdido e sem esperança".

Metal-Rules.com: O último DVD, "One Cold Winter’s Night", foi um lançamento bem sucedido para a banda, e vocês se vêem fazendo outro em algum lugar no futuro?

Roy: "Eu acho que sim… é difícil falar pois 'The Black Halo' (2005) também fez muito por nós e continua vendendo. Você sabe que nos Estados Unidos, por exemplo, está vendendo muito mais hoje por semana do que há dois anos. A maioria você vende assim que é lançado. O que é normal neste gênero. Porém, continua vendendo até hoje, e vende muito bem na América. O mesmo vale para Holanda, Bélgica, França, Reino Unido, Noruega, Suécia e Finlândia principalmente. Canadá é ótimo. Eu penso que o DVD soma a tudo isso por que é uma grande oportunidade para as pessoas conhecerem a banda ao vivo sem de fato, comparecer ao show do KAMELOT. Claro, no DVD gastamos muita energia e coração, não só dinheiro para a produção. Então gosto de pensar que isso nos ajudou".

Metal-Rules.com: O novo video para "Ghost Opera" é outra produção muito elaborada. Parece ótimo, como o DVD, como o video "March of Mephisto". Parece que o KAMELOT de fato é capaz de fazer vídeos que são muito melhor produzidos que os de seus contemporâneos. Me pergunto como vocês são capazes disso. È por causa do selo ou vocês estão tirando muito dinheiro de seus bolsos para fazerem estes videos tão bons?

Roy: "Estamos provavelmente gastando mais dinheiro, mas você tem que ter idéias originais para qualquer trabalho. Quero dizer que todas estas idéias de como tudo deveria parecer... tudo nos seus mínimos detalhes, como uma foto ou outras coisa, eu e o Tom controlamos. Não porque queremos controlar isto, mas por que somos passionais... nós realmente gostamos do que fazemos e realmente gostamos de ver estas coisas acontecerem. Eu acho que a mistura de liberdade artística e o talento para o que estamos fazendo, e, sem dúvida, uma gravação para um selo que nos dá suporte com promoções e dinheiro".

Metal-Rules.com: Eu li que a reunião show do CONCEPTION no ProgPower 2005 foi gravada. Há planos de uma possível volta? Ou planos para fazer algo mais com o CONCEPTION no futuro?

Roy: "Sim. Estamos falando sobre fazer algo. Não estou dizendo que o CONCEPTION vai lançar um álbum de estúdio, mas falamos sobre isso... de fato gravamos três shows. Esta filmagem da ProgPower não estava boa o suficiente, mas sobre o áudio poderíamos fazer algo e lançar pelo selo ou de outra forma. Eu não sei, não é nada sério... estou tão ocupado com o KAMELOT que não faz sentido pensar sobre isto agora".

Metal-Rules.com: A próxima pergunta que eu ia fazer, você provavelmente já respondeu. Você já quis fazer algo solo que não fosse como Metal ou algo de um estilo musical diferente?

Roy: "Sim, há muitas coisas que eu quero fazer. Não me importaria em pensar numa gravação de Jazz por exemplo. Não me importaria em fazer... eu realmente gostaria e poderia fazer muitas coisas como Pop, Jazz, Stoner Metal, algum outro... mas como disse estou tão ocupado e não estou insatisfeito artisticamente com o KAMELOT, então não é algo que tenho grande vontade de fazer. Mas um dia haverá um álbum solo. Só preciso ir adiante e fazê-lo. As canções estão aí".

Metal-Rules.com: Quais são suas metas ou desejos com o KAMELOT nos próximos anos?

Roy: 'Que possamos continuar a lançar álbuns e o que mais nós quisermos lançar, onde possamos sentir que demos o melhor de nós e desde que utilizamos bem o dinheiro e os recursos disponíveis, isto será perfeito. Perder fãs ou ganhar mais fãs como tem sido, não importa muito pois é necessário... isso é uma arte. Você de alguma forma expressa alguns sentimentos consciente ou inconscientemente, e temos que pelo menos ter orgulho do que fazemos e, queremos sentir orgulho disso nos próximos vinte anos. Se conseguirmos lidar com tudo isso e espalharmos nossa música por novos territórios será divertido, e ficarei feliz. Mas claro que toda banda gostaria de tocar em arenas, é algo que quero fazer, mas não é necessariamente um objetivo".

A entrevista completa (em inglês) está no metal-rules.com.




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Casamento Metal: Vocais do Kamelot e Kobra And The Lotus se casam em isolamentoCasamento Metal
Vocais do Kamelot e Kobra And The Lotus se casam em isolamento


Kamelot: Roy Khan homenageado por trabalho com jovensKamelot
Roy Khan homenageado por trabalho com jovens

Metal sinfônico: os 10 melhores segundo o TeamRockMetal sinfônico
Os 10 melhores segundo o TeamRock


Raul Seixas: Perguntas e respostas e curiosidades diversasRaul Seixas
Perguntas e respostas e curiosidades diversas

Fotos de Infância: Yngwie MalmsteenFotos de Infância
Yngwie Malmsteen


Sobre Heavyrick

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, enviando sua descrição e link de uma foto.

adWhipDin adWhipDin adWhipDin adWhipDin adWhipDin