Steven Tyler: "a namorada me mantém ocupado"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Guilherme Carvalho, Fonte: Blabbermouth, Tradução
Enviar correções  |  Ver Acessos

Steven Tyler conversou recentemente com Gavin Martin, do Mirror.co.uk, onde deu sua opinião sobre Mick Jagger e Iggy Pop, sobre como manter a forma e o efeito da quimioterapia.

Dinho Ouro Preto: "É assustador ver todo o rock ficar de direita"Megadeth: Perguntas e respostas e curiosidades diversas

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Quem é mais rock 'n' roll - você, Mick Jagger ou Iggy Pop? "Mick sempre foi 'o cara' pra mim", diz Steven. "Eu o amei desde o primeiro dia. Não, me deixe voltar isso e falar do Iggy porque ele não está tocando em estádios gigantes mas ele vive isso, chutando traseiros em pequenos clubes. Iggy Pop é a essência do rock 'n' roll. Ele não tem a melhor voz, mas nem eu tenho, e nem o Mick. Mas o que todos nós temos é a a atitude. Iggy simplesmente não pára".

Estar em forma é essencial para os roqueiros mais velhos e Steven não é exceção. "Jagger tem muito orgulho da sua aparência e eu também sou assim", diz ele. "Nada é tão bom quanto se sentir magro. Eu transo muito. A maioria das pessoas chama de academia, mas depende de onde você faz, certo? Minha namorada me mantém ocupado".

Você se preocupou sobre deixar as drogas e ter sua criatividade diminuída? "É claro", diz Steven. "Mas eu tentei e vi que estava errado. Eu podia lembrar as letras por um motivo. As pessoas acham que hoje eu uso telemprompters no palco porque eu não consigo lembrar as letras. Bom, a verdade é que as garotas na platéia ficam levantando a blusa e se mostrando pra mim. Quando eu vejo essas coisas é claro que eu vou esquecer as letras!".

Os anos selvagens de Tyler não o deixaram impune e ele recentemente passou por quimioterapia para tratar uma hepatite C. "Foi bastante catastrófico", ele admite. "Significou um ano parado para a banda, coisa que nunca fizemos na nossa carreira. Eu vivi um dia de cada vez. Foi realmente duro. Qualquer um que passa por quimioterapia sabe como isso é ruim. Mas a boa notícia é que não é detectável no sangue e eu posso me sentir seguro de novo".

Leia o artigo completo no mirror.co.uk.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção EntrevistasTodas as matérias sobre "Aerosmith"Todas as matérias sobre "Steven Tyler"


AC/DC: membros agradecem Steven Tyler, mas ele não lembraAC/DC
Membros agradecem Steven Tyler, mas ele não lembra

Aerosmith: um novo patamar em erros na impressão de CDs piratasAerosmith
Um novo patamar em erros na impressão de CDs piratas


Dinho Ouro Preto: É assustador ver todo o rock ficar de direitaDinho Ouro Preto
"É assustador ver todo o rock ficar de direita"

Megadeth: Perguntas e respostas e curiosidades diversasMegadeth
Perguntas e respostas e curiosidades diversas


Sobre Guilherme Carvalho

Gaúcho de Santiago, é redator em uma agência de propaganda de Florianópolis. Começou escutando o pai dedilhar Tom Jobim, Vinícius e Toquinho no violão, mas só teve um contato mais sério com o instrumento aos 18 anos. Hoje é um apaixonado por solos, guitarras e violões. Seu estilo preferido é o rock, mas escuta quase todo tipo de música, de Beatles a Arctic Monkeys, passando por Oasis, Iron Maiden, Wolfmother, Dream Theater, John Mayer, Maná, Scorpions, Gotan Project, Silverchair, Green Day, Guns 'N Roses, Jack Johnson, Jamiroquai, Kiss, Lenny Kravitz, Foo Fighters, Metallica e, é claro, guitar heroes, música nativista e bandas gaúchas.

Mais informações sobre Guilherme Carvalho

Mais matérias de Guilherme Carvalho no Whiplash.Net.

adGoo336