[an error occurred while processing this directive]

Matérias Mais Lidas


Stamp

Hammerfall: "o mercado de Metal está saturado"

Por Fernando Moreno Machado
Fonte: Imhote
Postado em 16 de janeiro de 2007

Andreas Aubert do zine virtual Imhotep recentemente publicou uma entrevista com o vocalista e o guitarrista do HAMMERFALL, Joacim Cans e Oscar Dronjak.

Da situação da banda no Japão:

Joacim: "O mercado do Metal no Japão não é tão grande como as pessoas costumam pensar. Eles pensam que é óbvio que uma banda da Escandinávia faça sucesso por lá, mas as coisas estão mudando bastante por lá. Ultimamente os japoneses estão sendo mais influenciados pelo mercado americano, ao invés do Europeu."

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - TAB 1

Oscar: "Nossas vendas no Japão cairam muito. O Metal Europeu era muito maior no Japão há dez anos comparando com agora. Vender umas 200.000 cópias de um CD no começo da década de 90 era como fazer uma caminhada no parque caso o álbum fosse bom e a banda excursionasse pelo Japão. Isso definitivamente não é mais assim. Existem tantos albums bons para caramba sendo lançados o tempo todo e os pobres fãs já não sabem mais o que comprar."

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - TAB 2

Da saturação do Mercado:

Oscar: "Existe muita variedade, e isso, claro, é bom. Quer dizer, você pode escolher basicamente entre tudo. E aquelas bandas que são líderes nos seus respectivos gêneros vendem muito e normalmente se mantém no topo. Entretanto, se você aprecia mais de um estilo musical ao mesmo tempo, fica muito difícil para acompanhar a expansão e ser capaz de ouvir todo lançamento dos estilos que gosta. Simplesmente não é assim que funciona!."

Joacim: "É um tanto quanto difícil analisar um álbum atualmente comparando-se com o que foi feito na década de 80. Se você olhar os encartes, era possível analisar o disco apenas levando em conta a capa. Hoje você lê os anúncios impressos pelas gravadoras, que dizem 'Esse álbum é a melhor coisa que já aconteceu para a humanidade'. Porém ao ouvir o CD você percebe que a gravadora mentiu. É realmente difícil prestar atenção em tudo."

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - TAB 3

Oscar: "Existem muitos álbums e bandas, por isso as gravadoras deveriam ser mais responsáveis, prestando atenção na qualidade dos seus produtos. Voltando às decadas de 70 e 80, uma gravadora contrataria uma banda depois de tê-la assistido fazendo boas apresentações, fazendo seu nome em certos territórios e tendo tocado muito. A gravadoras patrocinavam as bandas que mereciam, acreditando nelas. Se o primeiro trabalho não fosse dos melhores, eles tentariam fazer mais um ou dois. Eu acredito que uma gravadora recebe umas 200 demos por dia. Ao invés de contratar vinte e cinco novas bandas, eles poderiam escolher algumas poucas nas quais confiam 100%. Muitas gravadoras simplesmente deixam as bandas ao relento, deixando de fazer uma promoção adequada para os discos".

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - TAB 4

Joacim: "Não pensam a longo prazo. Se a banda não vende muito do seu primeiro trabalho, ela não ganha muita atenção e sua carreira pode ser arruinada. É melhor assinar com poucas bandas pensando no futuro, como contratos de 5, 6 anos e lançamento de três CDs. Se ainda assim o trabalho não rendesse, pelo menos o melhor possível teria sido feito. Existem alguns poucos selos que pensam deste jeito. Acrescente o fato de que é muito fácil começar uma gravadora hoje em dia."

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - TAB 5

Sobre os custos de produção:

Joacim: "Isso é relativo. Se você quer uma produção especial, terá custos. Você precisa de um equipamento confiável, além de um bom produtor. Se você preferir uma produção comum, como a maioria das bandas faz, você pode seguir em frente gastando menos".

Oscar: "Sim, é mais fácil você mesmo fazer uma produção razoável, desde que não custe muito."

Joacim: "Você pode usar o ProTools ou o Cubase e fazer a produção em casa, mas você nunca alcancará tanto poder nas guitarras."

Leia a íntegra desta entrevista (em inglês) no link abaixo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - TAB 6
Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:

Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps


Summer Breeze 2024

Andreas Kisser: "Eloy Casagrande talvez não seja humano"


publicidadeAdriano Lourenço Barbosa | Airton Lopes | Alexandre Faria Abelleira | Alexandre Sampaio | André Frederico | Ary César Coelho Luz Silva | Assuires Vieira da Silva Junior | Bergrock Ferreira | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Alexandre da Silva Neto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cláudia Falci | Danilo Melo | Dymm Productions and Management | Efrem Maranhao Filho | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Fabio Henrique Lopes Collet e Silva | Filipe Matzembacker | Flávio dos Santos Cardoso | Frederico Holanda | Gabriel Fenili | George Morcerf | Henrique Haag Ribacki | Jesse Alves da Silva | João Alexandre Dantas | João Orlando Arantes Santana | Jorge Alexandre Nogueira Santos | José Patrick de Souza | Juvenal G. Junior | Leonardo Felipe Amorim | Luan Lima | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Marcus Vieira | Maurício Gioachini | Mauricio Nuno Santos | Odair de Abreu Lima | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Ricardo Cunha | Richard Malheiros | Sergio Luis Anaga | Silvia Gomes de Lima | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Victor Adriel | Victor Jose Camara | Vinicius Valter de Lemos | Walter Armellei Junior | Williams Ricardo Almeida de Oliveira | Yria Freitas Tandel |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre Fernando Moreno Machado

Colaborador sem descrição cadastrada.
Mais matérias de Fernando Moreno Machado.

 
 
 
 

RECEBA NOVIDADES SOBRE
ROCK E HEAVY METAL
NO WHATSAPP
ANUNCIAR NESTE SITE COM
MAIS DE 4 MILHÕES DE
VIEWS POR MÊS