Nicko McBrain: "parem de ficar choramingando"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Mateus Catão, Fonte: Blabbermouth
Enviar Correções  

Em uma entrevista ao vivo no programa de radio "Friday Night Rocks", na freqüência Q104.3FM de Nova York, conduzida na sexta feira (13 de outubro), o baterista do IRON MAIDEN, Nicko McBrain defendeu a decisão da banda de tocar o novo álbum, "AMOLAD", na íntegra na nova turnê do MAIDEN.

"Nunca vai ser possível agradar a todas as pessoas em todo o tempo. Ao terminarmos de gravar esse disco — por volta de março/ abril desse ano — quando Kevin [Shirley, produtor] tinha acabado de colocar tudo junto e nós ouvimos ao disco do começo ao fim, ocorreu um desses momentos mágicos quando todo mundo estava tipo 'Nós temos que tocar isso ao vivo'. Por via de regra foi Steve [Harris] quem disse alguma coisa".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Ninguém sabe ao certo quem surgiu com essa idéia, mas isso realmente não importa, pois todos estamos de acordo. O que você deixa de fora desse disco? No passado, nós sempre tocamos cinco ou seis de um total de dez ou onze faixas de um álbum. E normalmente você acaba tocando 2/3 do disco ao vivo. No ‘Dance of Death’, nós tocamos seis faixas do álbum, mas historicamente esta é a primeira vez em que nós nos aventuramos a fazer algo assim".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Para mim, meu sentimento pessoal, e isso é muito bem documentado, tenho certeza que esse é o melhor álbum feito com essa banda. Foi um desafio, é um desafio todas as noites tocar essas canções, porque elas são muito intrincadas, tem muito mais progressão... existem muitas razões para mim, que explicam o porquê de tocar esse álbum ao vivo é um desafio. Mas nós decidimos pegar o touro pelos chifres e dizer 'olha, não estamos muito preocupados'... porque sabemos — e acredite em mim, nós sentamos e dissemos, ‘todos sabem que vamos ser censurados por isso por um bando de fãs mais velhos e até dos mais novos que querem ouvir as musicas mais clássicas’".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Mas essa é a maravilha de se ter catorze discos com excelentes músicas. Os fãs mais antigos e os mais novos todos vão dizer, ‘Eu quero ouvir a minha favorita, eu quero ouvir essa...’ mas pra fazer isso, é ousado, e nós decidimos, ‘Olha, isso é o que NÓS queremos fazer com o banda’. E nós tomamos a decisão, e a gente sabia que íamos levar muita censura por isso. Eu escrevi um pequeno diário de turnê outro dia e pus isso no site dizendo: ‘Olhe só pra vocês aí, parem de ficar choramingando. Simplesmente venham e apreciem. Isso é o que nós estamos fazendo porque isso é o que NÓS queremos fazer’".

publicidade

"E não é pelo fato de não querer fazer o que os fãs querem. Porque nossos fãs botaram o disco na posição 9 do Top 10, e nós nunca estivemos no Top 10 dos EUA. Existem muitas pessoas felizes em ouvir o álbum na integra. Vão haver as pessoas que vão chiar e choramingar a respeito disso... Bem, que mal então. Vocês terão que engolir".

(...) "A coisa boa é que você sabe muito bem que sempre terá ‘Iron Maiden’ — é o fechamento do show, é o que nos define. Isso sempre vai ser tocado por último, onde ocorrem as ´teatralidades´ do show, que é a parte do entretenimento. Nós sempre vamos ter o tema do álbum com um efeito especial. Uma coisa que vocês sempre ouvirão é "Hallowed Be Thy Name’, pois fiz um trato com Steve anos atrás, e eu disse: ‘se tiver algum dia em que você não queira tocar essa musica, você terá que achar outro baterista.’ Essas duas músicas vocês sempre terão — sempre. Pode rolar de por algum tempo deixarmos ‘Hallowed’ de lado — possivelmente. Mas isto não vai acontecer com músicas como ‘The Trooper’, ‘Number Of The Beast’..."

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Nós temos ‘Fear Of The Dark’, ‘2 Minutes To Midnight’ e as pessoas dizem ‘ah, eu não quero ouvir ‘2 minutes...’ Já estou enjoado dela’. Você nunca vai agradar a todas as pessoas. Mas é claro, você não quer fazer as pessoas ficarem chateadas. Eles vêm de toda parte para nos ver e gastam muito dinheiro para ter uma noite legal e depois dizer que ficaram desapontadas. Eu andei lendo alguns e-mails que as pessoas escreveram dizendo, ‘Eu espero que eles mudem o setlist quando eles chegarem à Europa‘. Bem, eu tenho noticias pra vocês. Venda a droga dos seus ingressos. Poque nós não vamos mudar a setlist.’

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Quiet Riot: quebrando disco de banda brasileira em 1985Quiet Riot
Quebrando disco de banda brasileira em 1985

Bateristas: os trinta mais ricos do mundoBateristas
Os trinta mais ricos do mundo


Sobre Mateus Catão

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, enviando sua descrição e link de uma foto.

Mais matérias de Mateus Catão no Whiplash.Net.

Cli336 Cli336 Cli336 WhiFin Cli336 Cli336