Baixistas: membro mais importante das bandas, segundo cientistas

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Willba Dissidente, Fonte: Explorer's Sound
Enviar correções  |  Comentários  | 

Chega de lograr os louros aos guitarristas e vocalistas! Se nos anos 1960 tivemos Stu Cook do CREEDENCE CLEARWATER REVIVAL e John Entwistle do THE WHO, entre tantos outros, seguidos na década seguinte por Pete Way do UFO, PHIL LYNOTT do THIN LIZZY e outras seminais grupos cujo baixista era destaque, tal panorama mudou desde os anos oitenta. A enfase na guitarra se tornou uma obsessão e já há até estilos de Metal Extremo que não possuem baixistas. "Pra que baixista, se não se ouve o que ele toca", diz uma triste piada que por mais de trinta anos difama o músico das quatro cordas.

5000 acessosSeparados no nascimento: Cazuza e Lauro Corona5000 acessosAC/DC: as 10 melhores músicas da banda com Bon Scott

Luiz Domingues do A CHAVE DO SOL. Foto: divulgação.
Luiz Domingues do A CHAVE DO SOL. Foto: divulgação.

Tal panorama contudo, pode estar para ser enterrado no passado. O site Explorer's Sound – Explorando a música (explorersound.wordpress.com/), publicou os resultados de um estudo da Universidade de McMaster de Hamilton, no Canadá. Tal importante parecer científico indica que "o cérebro é melhor ajeitado para estabelecer uma sensação de ritmo quando ela ocorre em tons mais baixos", legando aos instrumentos mais agudos tão somente adornar a música.

Geedy Lee do RUSH. Foto: Wikipedia.
Geedy Lee do RUSH. Foto: Wikipedia.

"Laurel Trainor, autor do estudo, colocou os participantes ligados a um monitor EEG para acompanhar a atividade do cérebro enquanto eles ouviam duas notas de piano simultâneas; uma mais alta e outra mais baixa", explica o site. "Depois tocavam as frações da nota com um segundo de adiantamento. Os participantes reconheciam melhor esses erros se eles ocorriam nas notas mais baixas. O mesmo estudo também descobriu que se pedido para o pessoal acompanhar as batidas das notas com o dedo, quando as notas baixas começavam a chegar antes, o pessoal conseguia ajustar a batida mais rápido do que nas notas mais altas", demonstraram os pesquisadores.

Vitaly Dubinin do ARIA. Foto: divulgação.
Vitaly Dubinin do ARIA. Foto: divulgação.

Colocando em boas palavras: não existe melodia identificável pelo cérebro sem o som do contra-baixo. Tal conclusão não é lá novidade, pois o Explorer's Sound indica que o livro "History of the Science and Art of Music", escrito Robert Challoner em 1880 (!), já indicava o protagonismo dos baixistas quando se trata de estabelecer harmonia e melodia.

Leo Lyons do TEN YEARS AFTER. Foto: divulgação.
Leo Lyons do TEN YEARS AFTER. Foto: divulgação.

Willba Dissidente agradece a Mauro Grillo Gentil Mineiro e Inádia.

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, nos links abaixo:

Post de 27 de junho de 2015
Post de 19 de julho de 2015

0 acessosTodas as matérias da seção Curiosidades

Separados no nascimentoSeparados no nascimento
Cazuza e Lauro Corona

AC/DCAC/DC
As 10 melhores músicas da banda com Bon Scott

EvanescenceEvanescence
Estranha criatura em foto de Amy Lee com seu filho

5000 acessosMulheres no Rock: as mais importantes segundo rádio inglesa5000 acessosRatos de Porão: O elogio de João Gordo aos garotos do Restart5000 acessosMetal: nomes do gênero que assumiram ser cristãos5000 acessosIron Maiden: Bruce Dickinson votou pela saída do Reino Unido da União Europeia5000 acessosShows e Festivais: 13 tipos de metalhead que você sempre encontra5000 acessosCordas de guitarra: como elas são vistas no microscópio?

Sobre Willba Dissidente

Willba Dissidente é fã das bandas de hard rock dos anos 70 e 80 e de metal oitentista dos mais variados países. Quem quiser saber mais deve acessar seu canal no youtube. Obrigado! Stay Hard (True As Steel)!

Mais matérias de Willba Dissidente no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online