Titãs: plágio, idéias muito parecidas ou fortíssimas influências?

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Marcelo Araújo, Fonte: Ogro Do Metal
Enviar correções  |  Ver Acessos

Vocês já devem ter pelo menos uma vez na vida ouvido aquela célebre frase do velho guerreiro Abelardo Barbosa, conhecido no meio artístico pela alcunha de Chacrinha: "Na televisão, nada se cria, tudo se copia". Pois bem, essa frase se aplica também no meio musical, e hoje vamos mostrar incríveis semelhanças ocorridas na carreira da banda Titãs. Quem não se lembra da música "Damaged Goods", da banda Gang Of Four? A letra possuía as seguintes frases:

Separados no nascimento: Steven Tyler e Márcia GoldsmichPapai Truezão: astros do Heavy Metal em fotos com seus filhos

"Your kiss so sweet/ Your sweat so sour/ Sometimes I think I love you/ But I know it's only lust".

Tempos depois aparecem os Titãs com a música "Corações e Mentes" e cantando os seguintes versos:

"Seu beijo é tão doce, seu suor é tão salgado... As vezes acho que te amo, às vezes acho que é só sexo"

E o que dizer então da música "Epitáfio"? Faz parte do álbum "A Melhor Banda de Todos os Tempos da Última Semana", lançado em 2001, e atingiu sucesso imediato nas rádios de todo o país, inclusive tornando-se tema da novela "Desejos de Mulher", da Rede Globo. Muitas pessoas insistem em dizer que a canção foi "inspirada" no poema "Instantes", da americana Nadine Stair. Será que tal acusação procede? Analise o poema abaixo:

Instantes
Se eu pudesse viver novamente a minha vida,
na próxima trataria de cometer mais erros.
Não tentaria ser perfeito; relaxaria mais.
Seria mais tolo do que tenho sido;
na verdade, bem poucas coisas levaria a sério.
Seria menos higiênico.
Correria mais riscos, viajaria mais, contemplaria mais entardeceres,
subiria mais montanhas, nadaria mais rios.
Iria a lugares onde nunca fui,
tomaria mais sorvetes e menos lentilhas,
teria mais problemas reais e menos problemas imaginários.
Eu fui uma dessas pessoas que viveu sensata e produtivamente
cada minuto de sua vida; claro que tive momentos de alegria.
Mas, se pudesse voltar a viver, trataria de ter somente bons momentos.
Porque, se não sabes, disso é feita a vida, só de momentos,
não percas o agora.
Eu era um desses que nunca ia a parte alguma sem um termômetro,
uma bolsa de água quente, um guarda-chuva e um pára-quedas;
se eu voltasse a viver, viajaria mais leve.
Se eu pudesse voltar a viver, começaria a andar descalço
no começo da primavera, e continuaria assim até o fim do outono.
Daria mais voltas na minha rua, contemplaria mais amanheceres
e brincaria com mais crianças,
se tivesse outra vida pela frente.
Mas vejam, tenho 85 anos
e sei que estou morrendo...

Uma outra acusação é sobre a arte final da capa do álbum "As Dez Mais", lançado em 1999. Esse álbum foi visto como um projeto oportunista. Não faltaram acusações contra os Titãs neste período, como a de terem gravado o álbum por mero interesse mercadológico. O fato é que, precisando gravar um novo álbum ainda naquele ano, depois de convencidos pela gravadora e pelo empresário, e dispondo de pouco tempo para criar um repertório só de canções inéditas, viram a gravação de um disco de covers como a solução mais fácil para todos os problemas. Talvez isso explique tamanha falta de criatividade pelo fato de precisarem recorrer a uma forte influência da capa do álbum "Definitely Maybe", da banda Oasis, lançado em 1994.

E para terminar a matéria e deixar o leitor com mais uma pulga atrás da orelha, o que dizer das linhas vocais da música "Cabeça Dinossauro", lançada em 1986? Será apenas uma simples coincidência com a faixa "Me Perco", da banda As Mercenárias, lançada alguns meses antes naquele mesmo ano? Confiram os vídeos nos links abaixo e tirem as suas próprias conclusões:



GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção CuriosidadesTodas as matérias sobre "Titãs"


Top 30: Os clipes de rock nacionais mais acessados do YouTubeTop 30
Os clipes de rock nacionais mais acessados do YouTube

Capas Gêmeas: as infelizes coincidências nas artes dos álbunsCapas Gêmeas
As infelizes coincidências nas artes dos álbuns


Separados no nascimento: Steven Tyler e Márcia GoldsmichSeparados no nascimento
Steven Tyler e Márcia Goldsmich

Papai Truezão: astros do Heavy Metal em fotos com seus filhosPapai Truezão
Astros do Heavy Metal em fotos com seus filhos


Sobre Marcelo Araújo

Carioca da gema e fanático por música de qualidade, aprendeu a gostar de Rock aos 10 anos de idade por causa de bandas como Scorpions, Led Zeppelin e Guns N' Roses. A maior decepção foi ver uma de suas bandas preferidas, o Bon Jovi, mudar completamente de estilo e se tornar uma coisa bem chatinha de uns tempos pra cá, algo classificado como uma mistura de Sertanejo Universitário com Pop. Das bandas mais recentes, curte bastante Alter Bridge e Unisonic. Adora tudo relacionado com as curiosidades por trás das canções, álbuns e bandas, sempre escrevendo matérias a respeito desses fatos no blog Ogro do Metal.

Mais matérias de Marcelo Araújo no Whiplash.Net.

adWhipDin adWhipDin