Matérias Mais Lidas

imagemA fundamental diferença entre Paulo Ricardo e Schiavon que levou RPM ao fim

imagemSystem of a Down: por que Serj Tankian não joga mais nenhum vídeo game?

imagemO clássico dos Rolling Stones que levou mais de 30 anos para ser tocado ao vivo

imagemOzzy Osbourne diz que está bem aos 73 anos, mas sabe que sua hora vai chegar

imagemRobert Trujillo conta como uma abelha e "migué" quase causaram treta com James Hetfield

imagemA simpatia de James Hetfield ao conversar com pais de bebê que nasceu durante show

imagemApós resposta de Malmsteen, Jeff Scott Soto rebate guitarrista e diz que deseja paz

imagemFreddie Mercury revelou em 1985 como foi conciliar carreira solo e o Queen

imagemRitchie Blackmore revela como o impactou a chegada de Jimi Hendrix na Inglaterra

imagemA visão de Arnaldo Antunes sobre sua timidez no período da adolescência

imagemComo Max Cavalera aprendeu inglês tendo abandonado a escola aos 12 anos de idade

imagemOzzy Osbourne é visto caminhando com dificuldade ao sair de estúdio

imagemVocalista do Gwar diz que integrantes do Maiden são "um bando de velhas britânicas"

imagemLuciano Hang processa vocal do Fresno e quer indenização de R$ 100 mil por danos morais

imagemKiko Loureiro defende surgimento de banda que seria "Greta Van Fleet do Iron Maiden"


Stamp

Slipknot: confira a evolução das máscaras de Joey Jordison

Por Guilherme Niehues
Fonte: Horns Up
Em 07/10/13

Mais uma série de matérias que a HORNS UP (www.hornsup.com.br) irá trazer ao longo deste mês de outubro, e que se refere a evolução das máscaras dos membros da banda SLIPKNOT.

Sempre é interessante conhecer não somente o som da banda, mas sim, todos os elementos que os cercam seja teatral, liricamente, musicalmente ou até mesmo seus "pseudônimos" utilizados.

Para o pontapé inicial deste série de matéria, iremos comentar sobre as máscaras do baterista Joey Jordison, ou como é conhecido através da numeração #1. E claro, ainda iremos trazer todos os outros integrantes da banda, e também tentaremos recorrer as bandas MUDVAYNE e MUSHROOMHEAD. Portanto, não deixe de acompanhar a nossa página no Facebook (https://www.facebook.com/site.hornsup) para ficar por dentro das outras matérias.

A ideia original da máscara utilizada, uma Kabuki Japonesa: "a máscara representa a falta de sentimento em uma pessoa ou então esconder o real sentimento desta pessoa". E segundo o próprio #1, a ideia original da máscara veio de um Halloween onde sua mãe utilizou uma máscara semelhante após estar totalmente bêbada.

No álbum auto-intitulado (1999)

O primeiro protótipo de máscara utilizada no álbum auto-intitulado da banda em 1999 era bastante simplória, como pode ser observado na foto ao lado. Porém, durante as turnês de divulgação do álbum de seu segundo álbum de estúdio (nota: o primeiro fora o M.F.K.R de 1996), houve algumas singelas mudanças na máscara, sendo acrescentadas algumas linhas na máscara, acima dos olhos, e na boca.

E esta máscara continuou a ser utilizada até o final de divulgação do álbum-intitulado, onde então houve uma mudança bastante significativa em sua máscara.

Esta primeira versão ainda não cobria todo o rosto do baterista, deixando parte da testa do pescoço de fora.

No álbum Iowa (2001)

Durante o álbum Iowa de 2001, Joey mostrou uma máscara menos básica. As linhas agora estavam acima dos olhos e também na boca, além de criar um contorno ao redor dos olhos e os lábios. Outra grande mudança que houve fora na cor das linhas, que deixaram de ser uma cor preta/verde para seguir um tom mais vermelho, como se fosse referência ao sangue. Segundo o baterista, esta máscara demonstrava a dor escondida e não expressada.

Outro fato também, é que existe uma variação desta máscara, onde as linhas não seguem um padrão exibido na foto ao lado, porém demonstram linhas mais genuínas de sangue saindo da testa, olhos e boca.

Também não houve mudanças quanto ao tamanho da máscara, deixando ainda a testa e pescoço de fora.

No álbum Vol 3. (The Subliminal Verses) (2004)

Quanto ao álbum Vol.3 de 2004, houve uma mudança mais brusca no molde de sua máscara, que agora cobria todo o seu rosto, desde a testa até parte do pescoço. As linhas agora voltaram para a cor preta e mais precisas, como pode ser observado na foto ao lado. Também houve uma drástica mudança no nariz e no queixo da máscara, que a deixaram mais favorável a forma do rosto do baterista.

Um máscara mais carregada do que suas anteriores, especialmente nas pinturas ao redor dos olhos e da boca. Segundo o baterista, esta máscara deveria representar a raiva, porém sem demonstra-lá diretamente.

Ainda houve uma outra máscara utilizada pelo baterista e por toda a banda, conhecidas como "Death Masks" e fora utilizada para gravação do clipe da música Vermilion, porém não será comentada nesta matéria, e sim na matéria final sobre a banda como um todo.

No álbum All Hope Is Gone (2008)

No último álbum de estúdio da banda, All Hope is Gone de 2008, Jordison realizou mudanças drásticas em sua máscara. Ela ainda apresenta os mesmos traços do álbum Vol. 3, porém a máscara deixa de ser apresentada em cor branca e passa a ser uma cor mais acinzentada.

Também, é exibido algo semelhante a uma cicatriz na testa e a boca suturada. Além destes detalhes, nos é apresentado um detalhe a mais nunca antes exibido, que é a coroa de espinhos, uma clara menção a Jesus Cristo e sua crucificação.

Dado a imagem ao lado, é como se o baterista quisesse apresentar uma imagem de Jesus Cristo morto, em estado de decomposição, mas ainda não fora relatado que tipo de sentimento Joey tentou demonstrar com esta máscara.

Todavia, ainda é necessário ressaltar que esta fora a grande mudança ao longo de quase 10 anos utilizando a máscara, e que provavelmente em seu próximo álbum com o Slipknot haverá uma evolução desta apresentada agora.

O baterista sempre deixou claro que a finalidade de sua máscara é representar algum tipo de sentimento de forma indireta, sem que a pessoa consiga decifrar o que o mesmo está sentindo ou demonstrando por baixo de sua Kabuki Japonesa. Quanto a próxima máscara a ser apresentada pelo baterista, ninguém e nem mesmo o próprio sabe afirmar qual será o molde utilizado. Mas, que com certeza quando sua banda principal Slipknot lançar um novo álbum, novas modificações serão feitas.

Joey Jordsion fora integrante da banda Murderdolls, onde executava guitarra e baixo, além de vocais de apoio e não utilizava nenhum tipo de máscara e recentemente ele lançou um novo álbum com sua nova banda Scar The Martyr.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp


Slipknot: Médico teve culpa na morte do ex-baixista Paul Gray?