Doors: a noite de destruição de Morrison em um estúdio

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Nathália Plá, Fonte: Contact Music, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Uma das noites mais loucas da trágica estrela do THE DOORS, JIM MORRISON, raramente é contada – porque o estrago que ele causou quando destruiu um estúdio de gravação foi rapidamente encoberto.

540 acessosThe Doors: todos os singles estão compilados em novo lançamento5000 acessosRodolfo: "O rock brasileiro entrou numa crise desde o começo dos anos 2000"

O grupo estava gravando seu álbum de estréia auto-intitulado em 1966 no Sunset Sound em Hollywood quando o roqueiro tomou ácido após uma longa sessão de estúdio e voltou para apagar fogo imaginário.

O engenheiro Bruce Botnik contou à revista Mojo, "Ele ficou fora de si. Ele voltou ao estúdio, achando que ainda estávamos lá, mas não conseguiu chegar à sala de controle. Ele revirou latas de lixo, então esvaziou o extintor de incêndio porque achou que elas estavam pegando fogo."

O presidente da Elektra Records, Jac Holzman, encobriu o custo do estrago rapidamente porque ele não queria que a notícia se espalhasse sobre seus rebeldes novos contratados.

E o manda-chuva da música admite que esse foi o primeiro de muitos incidentes que ele foi forçado a arrumar para Morrison.

Ele explica, "O Jim era um cara que testava os limites. Ele sempre estava procurando fazer coisas absurdas e escapar ileso. Infelizmente, ele fez muitas coisas absurdas."

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 30 de janeiro de 2017

540 acessosThe Doors: todos os singles estão compilados em novo lançamento0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Doors"

Rimbaud e MorrisonRimbaud e Morrison
A grande maioria passa pela vida imersa na multidão

Ultimate Classic RockUltimate Classic Rock
Os 10 melhores singles de estreia

The DoorsThe Doors
A mais famosa foto do fantasma de Jim Morrison

0 acessosTodas as matérias da seção Curiosidades0 acessosTodas as matérias sobre "Doors"

RodolfoRodolfo
"O rock brasileiro entrou numa crise desde o começo dos anos 2000"

EvanescenceEvanescence
Estranha criatura em foto de Amy Lee com seu filho

Green DayGreen Day
10 coisas que você não sabe sobre a banda

5000 acessosMetal/Hard: Alguns dos maiores e melhores vocalistas atuais5000 acessosRodolfo Abrantes: "Raimundos como banda não me interessa"5000 acessosFama: 5 bandas que são grandes no exterior e nem tanto no Brasil5000 acessosOzzy Osbourne: "quando Randy entrou, achei que era uma fada"5000 acessosBlack Metal: cinco bandas contraindicadas para quem é "true"4343 acessosDavid Bowie: músico preparou álbuns póstumos

Sobre Nathália Plá

Mineira de Belo Horizonte, nasceu e cresceu ouvindo Rock por causa de seu pai. O som de Pink Floyd e Yes marcou sua infância tanto quanto a boneca Barbie, mas de uma forma tão intensa que hoje escutar essas bandas lhe causa arrepios. Ao longo dos anos foi se adaptando às incisivas influências e acabou adquirindo gosto próprio, criando afinidade pelo Hard Rock e Heavy Metal. Louca e incondicionalmente apaixonada por Bon Jovi, não está nem aí pras críticas insistentes dirigidas à banda. Deixando a emoção de lado e dando ouvidos à técnica e qualidade musical, tem por melhores bandas, nessa ordem, BlackSabbath, Led Zeppelin, Deep Purple, Metallica e Dream Theater. De resto, é apenas mais uma apreciadora do bom e velho Rock'n'roll.

Mais matérias de Nathália Plá no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online