Versão genérica: Rod Evans e o "falso Deep Purple" de 1980

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Bento Araújo, Fonte: poeira Zine
Enviar correções  |  Comentários  | 

Em texto do jornalista João Cucci Neto, a edição de julho de 2008 da poeira Zine trouxe detalhes sobre uma das maiores farsas da história do rock: a volta de um "falso Deep Purple" em 1980.

1631 acessosMetallica: Lars Ulrich e suas influências na bateria5000 acessosDuff McKagan: "Justin Bieber é um roqueiro de verdade!"

O Deep Purple tinha acabado em 1976. Desde então, especulações sobre uma reunião surgiam a toda hora na imprensa. Ora, então por que não formar o “New Deep Purple”, coisa que certamente daria muito mais dinheiro do que os outros “New”? Lá foram eles, com a ajuda do baterista Dick Jurgens, também do “New Steppenwolf”, em busca de algum ex-Purple.

As opções não eram muitas, já que todos os músicos originais estavam envolvidos em suas bandas, como o Rainbow, Gillan e o Whitesnake e, além do mais, dificilmente topariam participar de tal falcatrua. Restavam apenas Simper e Evans. Primeiro a ser convidado, Simper declinou. Mas Evans topou. Recrutaram o baixista Tom DeRivera e, após alguns ensaios, no dia 17 de maio de 1980, no Amarillo Civic Center, Texas, a banda começou sua turnê americana, estampando audaciosamente o nome “Deep Purple” nos cartazes do show. Assim mesmo, sem o “new”!


(Da esquerda para a direita: Dick Juergens, Tony Flynn, Tom De Rivera, Geoff Emery e Rod Evans)

Os golpistas não deram atenção aos alertas do comparsa Evans sobre o fato de que o nome “Deep Purple” era registrado internacionalmente. Foram ao escritório de patentes e marcas da Califórnia e fizeram o registro como donos do nome “Deep Purple”. Apesar das escandalosas evidências de que não se tratava da banda original (qualquer rockeiro com um mínimo de informação sabia que o Purple ainda não havia se reunido), os larápios conseguiram agendar várias datas de shows. A confiança no embuste era tanta que sessões de gravações foram iniciadas, prevendo o lançamento do primeiro disco para o final daquele ano.

Embora tudo aparentemente estando bem planejado, eles não se deram conta de uma coisa que se mostrou importante: eles não eram, de fato, o Deep Purple. Na hora de executar certas músicas ao vivo, até mesmo o público que havia engolido o golpe até ali e estava acreditando que veria o verdadeiro Deep Purple, percebia que estava sendo enganado. Ao invés de Ian Gillan, Ritchie Blackmore, Jon Lord e companhia, eles estavam recebendo um bando de desconhecidos, que, ainda por cima, tocava muito mal.

Mais detalhes você confere na edição impressa da poeira Zine 19.

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, nos links abaixo:

Post de 23 de outubro de 2012
Post de 04 de março de 2014
Post de 24 de dezembro de 2016

MetallicaMetallica
Lars Ulrich e suas influências na bateria

427 acessosLoudwire: em vídeo, 10 maiores riffs de metal dos anos setenta691 acessosDeep Purple: a história de "Smoke On The Water"0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Deep Purple"

Deep PurpleDeep Purple
20 curiosidades/fatos do clássico "Machine Head"

LoudwireLoudwire
Os melhores vocalistas substitutos do Rock

LemmyLemmy
Jon Lord, ser uma lenda e a descrença na humanidade

0 acessosTodas as matérias da seção Curiosidades0 acessosTodas as matérias sobre "Deep Purple"

Duff McKaganDuff McKagan
"Justin Bieber é um roqueiro de verdade!"

Músicas RuinsMúsicas Ruins
Blog elege piores de grandes bandas do Rock/Metal

KissKiss
Perguntas, respostas e curiosidades diversas

5000 acessosYngwie Malmsteen: primeira namorada fala sobre o guitarrista5000 acessosRatos de Porão: O elogio de João Gordo aos garotos do Restart5000 acessosMulheres no Rock: as mais importantes segundo rádio inglesa5000 acessosEdu Falaschi: No Kazagastão, o teste para o Iron Maiden, o Angra e mais5000 acessosIron Maiden: maior produto de exportação do metal britânico5000 acessosRob Zombie: sua lista dos 5 Melhores Filmes de Zumbi

Sobre Bento Araújo

Bento Araújo nasceu em 1976. É jornalista profissional e adora a música dos anos 60 e 70. É o editor chefe da Poeira Zine, a única publicação do país dedicada à música dos bons tempos. Lá ele escreve os textos, faz a diagramação, cuida da arte, do visual, faz 'a social' com os anunciantes, distribui, faz correio, banco, responde os e-mails e as cartas e também limpa o banheiro da redação... Além de tudo isso, o cara ainda tira uma onda tocando contra-baixo pela noite paulistana, além de vez ou outra fazer um 'bico' em alguma loja de discos em troca de raridades vinílicas... O Editor também oferece seus serviços jornalísticos e musicais a quem se interessar... (nada que uns bons dólares não possam resolver...)

Mais matérias de Bento Araújo no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online