David Coverdale e a palavra "Love" - Parte I

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Paulo Roberto Unzelte
Enviar correções  |  Comentários  | 

Conheci o Whitesnake na época do Rock in Rio I, janeiro de 1985, quando houve a transmissão dos dois shows da banda pela Globo. Algumas semanas depois dos shows dos caras, o Fantástico fez a estréia e rede nacional do clip da "Slow An' Easy". Tinha ainda o comercial do cigarro Hollywood na época, em que Coverdale cantava acompanhado pela banda nacional Rádio Taxi. O legal era a abertura em que o Coverdale mandava ver com aquele vozeirão: "Aqui é David Coverdale, do Whitesnake. Isso é o sucesso...". A propaganda fechava com Coverdale detonando seu português no estilo Sting quando veio cantar com os índios da Amazônia: Hollywood cantado pelo backing vocals. E David Coverdale mandava ver a frase: "o chuchechou" - tradução: o sucesso).

Leia nos links abaixo as outras partes desta matéria.

5000 acessosCultura inútil: Em quantas músicas Coverdale utilizou "love" (2)754 acessosCultura inútil: Em quantas músicas Coverdale utilizou "love" (3)


Como tudo que a Globo põe a mão, a onda roqueira foi passando e apenas os mais fiéis continuaram interessados pelos ídolos daquele tempo. E este é o meu caso. Peço desculpas aos leitores por esta minha breve introdução de como comecei a ouvir o Whitesnake e o próprio Coverdale. Só que desde o começo algo nas letras me intrigava: porque ele usava tantas vezes a palavra "LOVE". Incentivado com a possibilidade de escrever um texto para o Whiplash, decidi resolver este dilema que me tirava o sono...

Para que meus números sejam exatos, criei algumas regrinhas básicas:

1) Considerei apenas o período em que David Coverdale foi líder de suas bandas, ou seja, Whitesnake, Coverdale e Page e carreira solo (inclusive "The Last Note of Freedom", de Billy Idol). Portanto, sua passage pelo Deep Purple está excluída (julgo que a banda já tinha uma carreira consolidada quando Coverdale entrou. Sei que o "Come Taste The Band" é totalmente influenciado pelo vocalista, por Glenn Hughes e por Tommy Bolin, em que abusaram do tema e da palavra "LOVE", porém mantenho esta regra;

2) Foram consideradas as palavras "LOVE" e seus derivados "LOVING", "LOVER" e "LOVED". As palavras não precisam ter necessariamente uma conotação romântica, como por exemplo na "Walking In The Shadows Of Blues", em que a frase é "I Love The Blues"... Não importa a quantidade de vezes que as palavras sejam repetidas na mesma música, pois será considerada apenas uma vez, através do nome da música;

3) As regravações e versões ao vivo não foram consideradas, consequentemente as músicas da fase do Deep Purple voltaram a ser ignoradas;

4) Logicamente não foram consideradas as músicas instrumentais;

5) Não foram consideradas participações em projetos paralelos como convidado.

Foram analisadas então as letras de 131 músicas.

Para minha surpresa, em "apenas" 92 delas há a palavra "LOVE" e seus derivados, ou seja, em cerca de 70% da obra.

Há ainda 23 músicas que contam com a palavra "LOVE" e seus derivados no título (17,55% do total e 25% das músicas que tenham a palavra LOVE). Algumas destas músicas são verdadeiros clássicos, como "Lovehunter", "Guilty of Love", "Love Ain´t No Stranger", "Give Me All Your Love", entre muitos outros.

Porém, engana-se quem pensa que a fase "amorosa" de Coverdale é proveniente de sua fase mais acessível (leia-se baba ou comercial para os menos radicais). A prova disto só foi possível através da análise individual dos álbuns:

Em "Whitesnake" (primeiro disco solo de Coverdale), das 9 músicas, há a palavra amor e seus derivados em 5;

Em "Northwinds" (segundo disco solo de Coverdale), das 8, há a citação em 6;

Em "Snakebite" (primeiro disco do Whitesnake), nas 4 músicas inéditas há citações;

Em "Trouble" (Whitesnake), das 8, só "Day Tripper" (que é dos Beatles) não há citação;

Em "Lovehunter" (Whitesnake), das 10, há a citação em 6;

Em "Ready and Willing" (Whitesnake), das 8, há a citação em 6;

Em "Come an Get it" (Whitesnake): das 10, há citação em 9;

Em "Saints and Sinners" (Whitesnake): das 10, há citação em 5;

Em "Slide it In" (Whitesnake): das 10, há citação em 9;

Em "1987" (Whitesnake): das 7 inéditas, há citação em 6;

Em "Slip of the Tongue" (Whitesnake): das 9, há citação em 5;

Em "Coverdale e Page" (Coverdale e Page): das 11, há a citação em 7;

Em "Greatest Hits" (Whitesnake): nas 3 músicas inéditas há citações;

Em "Restless Heart" (versão do Japão) (David Coverdale e Whitesnake): das 13, há citação em 6;

Em "Into the Light" (David Coverdale): das 10, há citação em 7;

A música "Last Note of Freedom" em que Coverdale canta para a trilha sonora do filme "Dias de Trovão" também tem a citação.

Espero que a partir destes números, tenha resolvido uma questão relevante para muitos fãs de Whitesnake e do rock em geral. Porém, sei que a utilidade destes dados é bastante discutível, mas não faz mal para ninguém, assim como o amor, as músicas de David Coverdale e um pouco de cultura inútil.

Deixo aqui autorizada a utilização dos dados aqui expostos em rodas de amigos, conversas para passar o tempo enquanto se espera o início de shows, papo de boteco e outros afins...


Paulo Roberto Unzelte (punzelte@hotmail.com) tem 35 anos e é jornalista. Começou a curtir rock pesado na primeira metade da década de 80, graças aos raros vídeos que passavam na TV Cultura e Gazeta. Após o Rock in Rio I (sim, sou da geração metaleira), tudo ficou mais fácil. Foi quando realmente comecei a consumir fitas cassetes, LPS e posteriormente CDS. Bandas preferidas: Deep Purple, Whitesnake, Rainbow, Metallica (antigo), Black Sabbath, Savatage, Iron Maiden, Slayer, entre muitas outras...

Comente: Existe banda mais fissurada na palavra Love?

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

5000 acessosDavid Coverdale e a palavra "Love" - Parte II754 acessosDavid Coverdale e a palavra "Love" - Parte III

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, nos links abaixo:

Post de 13 de novembro de 2012
Post de 16 de maio de 2014
Post de 25 de junho de 2015
Post de 28 de agosto de 2016
Post de 20 de maio de 2017

MudançasMudanças
10 bandas que não soam mais como em seus primeiros discos

1109 acessosJohn Sykes: capa e detalhes de novo disco solo do guitarrista0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Whitesnake"

Deep PurpleDeep Purple
Coverdale diz que tentou reunião com Blackmore

Os 11 mais (ou menos)Os 11 mais (ou menos)
O Suprassumo do Superestimado parte 2

Mr. CatraMr. Catra
Se comparando a Coverdale e salvador do Rock

0 acessosTodas as matérias da seção Curiosidades0 acessosTodas as matérias sobre "David Coverdale"0 acessosTodas as matérias sobre "Whitesnake"

Guns N RosesGuns N' Roses
Algumas curiosidades sobre o vocalista Axl Rose

Ozzy OsbourneOzzy Osbourne
No Rock In Rio, má impressão sobre o Brasil

SlipknotSlipknot
Banda trolla repórter da Multishow antes de show no RIR

5000 acessosSlayer: Gary Holt é realmente um cara mal-agradecido5000 acessosFãs de Rock: você conhece o estilo de se vestir de cada um5000 acessosMetal: as oito maiores tretas entre músicos do gênero5000 acessosKerrang: Os 5 melhores álbuns feitos em pouco tempo5000 acessosAnthrax: Spitz afirma que Jesus é a razão de ele ainda respirar5000 acessosRockstars: comprovado cientificamente porque as mulheres os amam

Sobre Paulo Roberto Unzelte

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Mais matérias de Paulo Roberto Unzelte no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online