Resenha - Inevitável - Cangaço

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Alexandre Veronesi
Enviar Correções  

Quando se pensa em Folk Metal, a primeira coisa que vêm à cabeça são flautas, harpas, elfos e duendes, certo? Errado. A verdadeira definição vai muito além disso, afinal, o termo 'Folk' refere-se às culturas regionais de um local qualquer. Dito isso, o som praticado pelos recifenses do CANGAÇO pode ser considerado um Death/Folk Metal, pois une o peso e a brutalidade do Metal da morte a ritmos tradicionais nordestinos como Baião, Maracatu e Forró, resultando assim em algo interessante e muito singular. O trio, formado por Magno Barbosa Lima (vocal e baixo), Rafael Cadena (guitarra e vocal) e Mek Natividade (bateria e percussão), conta com mais de 10 anos de estrada e acaba de lançar seu novo EP, sob o título de "Inevitável", disponibilizado via canal oficial do YouTube no último dia 07 de Junho.

Iron Maiden: Bruce Dickinson revela sua "canção de merda"Chris Cornell: relatório policial descreve últimas horas e morte

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O trabalho tem início com "Fati", melancólica introdução de sanfona, seguida por "Abreu e Lima", que começa lenta e suave, mas não demora a tomar corpo e se tornar uma verdadeira pancadaria cheia de progressões e mudanças de andamento, com seus riffs tortos e altamente criativos. "Farpado" é uma faixa mais direta, mas sem nenhum detrimento da infindável riqueza dos arranjos e melodias, isso sem contar o vigoroso trabalho instrumental; enquanto "Ao Relento" alterna sua execução entre a cadência e a velocidade, sempre de forma rigorosamente orgânica, e conta com as vozes adicionais do músico e jornalista Wilfred Gadêlha. O encerramento do registro se dá com "Rachado", canção memorável e um dos maiores destaques do EP, que é abrilhantada ainda com um solo de guitarra visceral do grande Antonio Araújo (Korzus).

É interessante notar que as letras das músicas fazem, por diversas vezes, um paralelo sagaz entre temas culturais típicos da região do Nordeste - incluindo referências e trechos de poesia - e o nosso atual momento, onde vivemos envoltos por segregação, ódio, intolerância e ignorância nas mais diversas esferas da sociedade.

Todas as linhas de sanfona ficaram a cargo de Vinícius de Farias, parceiro de longa data do grupo. Vale destacar também a bela e abstrata arte da capa, criada pela artista Ayodê França, que evidencia ainda mais o orgulho e o teor regional que permeia a carreira do CANGAÇO desde o começo.

Em suma, "Inevitável" é puro, forte e honesto. Um trabalho cuidadosamente confeccionado por uma das bandas mais originais do nosso país na atualidade. Com certeza vale a conferida!

Cangaço - Inevitável (EP) (2020)
Gravadora: independente
Data de lançamento: 07/06/2020

Tracklist:
01 - Fati
02 - Abreu e Lima
03 - Farpado
04 - Ao Relento
05 - Rachado

Formação:
Magno Barbosa Lima - vocal e contrabaixo
Rafael Cadena - guitarra e vocal
Mek Natividade - bateria e percussão




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Iron Maiden: Bruce Dickinson revela sua canção de merdaIron Maiden
Bruce Dickinson revela sua "canção de merda"

Chris Cornell: relatório policial descreve últimas horas e morteChris Cornell
Relatório policial descreve últimas horas e morte


Sobre Alexandre Veronesi

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, enviando sua descrição e link de uma foto.

Cli336x280 CliIL