Matérias Mais Lidas

Tony Iommi: surpreendendo ao eleger seu Deus do RockTony Iommi: surpreendendo ao eleger seu "Deus do Rock"

Ronnie James Dio: Finalmente Bruce Dickinson assumiu que sou um de seus heróisRonnie James Dio: "Finalmente Bruce Dickinson assumiu que sou um de seus heróis"

Rick Bonadio: o que ele pensa sobre cancelamento causado por criticar funk no GrammyRick Bonadio: o que ele pensa sobre cancelamento causado por criticar funk no Grammy

Ozzy Osbourne: ex-guitarrista conta porque Ozzy odeia um dos seus álbuns soloOzzy Osbourne: ex-guitarrista conta porque Ozzy odeia um dos seus álbuns solo

Metallica: Sebastian Bach achou os caras muito feios, e por isso comprou o disco na horaMetallica: Sebastian Bach achou os caras muito feios, e por isso comprou o disco na hora

Iron Maiden: a patada que Blaze levou de Steve Harris ao pedir fita de testeIron Maiden: a patada que Blaze levou de Steve Harris ao pedir fita de teste

Black Metal: os 10 melhores álbuns de 2021 segundo a revista Metal HammerBlack Metal: os 10 melhores álbuns de 2021 segundo a revista Metal Hammer

Tony Iommi: Uma rara foto antes do acidente que levou a ponta de seus dedosTony Iommi: Uma rara foto antes do acidente que levou a ponta de seus dedos

Helloween: 15 grandes músicas da banda gravadas durante a era Andi DerisHelloween: 15 grandes músicas da banda gravadas durante a "era Andi Deris"

Zakk Wylde: relembrando experiência assustadora de conhecer o Black SabbathZakk Wylde: relembrando experiência assustadora de conhecer o Black Sabbath

Despedidas: os últimos trabalhos gravados por grandes nomes do heavy metal - Parte 1Despedidas: os últimos trabalhos gravados por grandes nomes do heavy metal - Parte 1

Black Sabbath: Todos os álbuns ranqueados, do pior ao melhor, pela Kerrang!Black Sabbath: Todos os álbuns ranqueados, do pior ao melhor, pela Kerrang!

David Ellefson: depois da polêmica ele ficou rígido ao separar pessoal e profissionalDavid Ellefson: depois da polêmica ele ficou rígido ao separar pessoal e profissional

Mamonas Assassinas: a história das fotos dos músicos mortos, feitas para tabloideMamonas Assassinas: a história das fotos dos músicos mortos, feitas para tabloide

Charlie Brown Jr: Thiago diz que filho de Chorão tentou removê-lo de música inéditaCharlie Brown Jr: Thiago diz que filho de Chorão tentou removê-lo de música inédita


WhatsApp

Rammstein: saudando o terceiro milênio com Mutter

Resenha - Mutter - Rammstein

Por Vitor Sobreira
Em 04/02/20

Para uma banda que surgiu em 1994, estreou em 95 e dois anos depois lançou seu segundo álbum, não estavam nada mal entre meados e fim de anos 90. Com a boa aceitação de ‘Sehnsucht’ (1997), decididamente um novo trabalho deveria sair logo. Bom, não foi necessariamente tão logo assim, pois foi em 02 de abril de 2001 que o mundo conheceria ‘Mutter’, que logo na capa, estampou um feto morto – cortesia da acidez negra do imaginário dos integrantes, traduzida pelo fotografo Daniel Fuchs.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Em um complexo processo de gravação e produção, que durou mais de um ano e meio, o resultado tinha a obrigação de superar com êxito todas as expectativas. E assim foi feito, pois além das ótimas composições, os certificados de Ouro (Austrália, Bélgica, México, Finlândia, Reino Unido e Suécia) e Platina, Platina Dupla e Tripla (Alemanha, Suíça e Espanha) não deixam mentir.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Se o leitor é do tipo que gosta de vídeos, então ‘Mutter’ lhe proporcionou alguns, como "Sonne" (já imaginou uma Branca de Neve do mal?), "Mutter", "Feuer Frei" e "Links 2-3-4" (gosta de formigas?), fortalecendo a tradição da banda com as produções áudio-visuais e na sua autopromoção.

Ao invés de batidas aceleradas e eletrônicas, a abertura com "Mein Herz Brennt" é cadenciada e pesada, com um direito até a arranjos sinfônicos, além do refrão que caracteriza a composição. Mas, o que não foi apresentado na primeira faixa, é visto em "Links 2-3-4", que alterna entre levadas diretas e outras mais concentradas.

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

"Sonne" se deixa levar pela cadência, começando com riffs mais agressivos, que aos poucos vão se diluindo em meio a interessantes melodias. Facilmente é um dos pontos altos do disco! Como observação, é inegável que a interpretação de Till Lindemann sempre deu um toque extra às composições do Rammstein, o que é importante em qualquer trabalho, e em "Ich Will", mesmo em um tom contido, a agressividade está lá, no fundo de sua garganta, domada e sendo guiada por um andamento rítmico lento e diabolicamente calculado.

Não se deixe enganar pelas primeiras notas de teclado, bem delicadas, e sinta a adrenalina de "Feuer Frei!", trazendo aquela dose de energia que já estava fazendo falta. Apesar de toda a diversidade e criatividade da banda alemã, isso aqui ainda é um álbum de Metal Industrial (alguém disse Neue Deutsche Härte?). Aliás, a faixa, bem como a banda em si, aparecem no filme de ação ‘Triplo X’, de 2002, estrelado por Vin Diesel e Samuel L. Jackson. Nada mal, hein?

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Novamente a montanha russa de sentimentos nos conduz a carregada faixa título "Mutter" e logo em seguida para a agradável e envolvente "Spielhur" – repare nas linhas de voz com efeito eletrônico, agindo ao lado de Till. Mais um pouco de uma pegada mais forte é sentida em "Zwitter", proporcionando ao ouvinte algumas partes bem pesadas. Falando em momentos onde o peso não foi economizado, não se esqueça também de "Rein Raus", que hipnotiza com a levada forte do refrão. Os diversificados teclados são cortesia de Christian "Flake" Lorenz – que ao vivo tem uma performance bem curiosa, quase engraçada.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Quando um álbum é bom, você se assusta no momento que percebe já estar chegando nos instantes finais… Mas a saideira não decepciona com "Adios" – interessante como a bateria recebeu uma surpreendente atenção extra, com Christoph Schneider tendo maior liberdade em seu instrumento – e "Nebel", climática e intensa, como um encerramento deve ser.

O Rammstein entrou com o pé direito no novo milênio e apresentou um álbum variado e de muita qualidade, que ainda soa bastante atual e mostra o porque de a banda ser um dos principais nomes da Música Pesada mundial. Depois disso, voltariam apenas em 2003 com o igualmente estrondoso ‘Reise Reise’…

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal


Outras resenhas de Mutter - Rammstein

Resenha - Mutter - Rammstein

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Rammstein: e se Du Hast fosse tocada por Slipknot, Immortal, Ghost, AC/DC e outros?Rammstein: e se "Du Hast" fosse tocada por Slipknot, Immortal, Ghost, AC/DC e outros?

Emigrate: guitarrista do Rammstein lança clipe para "I'm Still Alive"

Rammstein: falta de rebeldia fez o rock perder espaço para o hip hop, segundo KruspeRammstein: falta de rebeldia fez o rock perder espaço para o hip hop, segundo Kruspe

Rammstein: Till Lindemann canta com a vocalista francesa Zaz; assista ao clipe

Rammstein: Till Lindemann se apresenta em evento militar na Praça Vermelha de MoscouRammstein: Till Lindemann se apresenta em evento militar na Praça Vermelha de Moscou

Rammstein: vocalista Till Lindemann é detido e submetido a interrogatório na RússiaRammstein: vocalista Till Lindemann é detido e submetido a interrogatório na Rússia

Emigrate: confira novo clipe de guitarrista do Rammstein


Guns N' Roses: e se Welcome to the Jungle fosse do Rammstein?Guns N' Roses: e se "Welcome to the Jungle" fosse do Rammstein?

Temperatura Máxima: as atrizes pornôs que incendiaram o cenário RockTemperatura Máxima: as atrizes pornôs que incendiaram o cenário Rock

Rammstein: Se alguém rir das gordinhas, eu quebro a cara dele!, diz Till LindemannRammstein: "Se alguém rir das gordinhas, eu quebro a cara dele!", diz Till Lindemann


Death Metal: as 10 melhores bandas de acordo com a AOLDeath Metal
As 10 melhores bandas de acordo com a AOL

Lista: clássicos do rock e do metal que ninguém aguenta mais ouvir - Parte 1Lista
Clássicos do rock e do metal que ninguém aguenta mais ouvir - Parte 1


Sobre Vitor Sobreira

Moro no interior de Minas Gerais e curto de tudo um pouco dentro do maravilhoso mundo da música pesada, além de não dispensar também uma boa leitura, filmes e algumas séries. Mesmo não sendo um profissional da escrita, tenho como objetivos produzir textos simples e honestos, principalmente na forma de resenhas, apresentando e relembrando aos ouvintes, bandas e discos de várias ramificações do Metal/Heavy Rock, muitos dos quais, esquecidos e obscuros.

Mais matérias de Vitor Sobreira.