Resenha - Mutter - Rammstein

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Anderson Guimarães de Carvalho
Enviar Correções  

9


Mutter é o terceiro álbum desta ótima banda de Heavy alemã.Bem, obviamente o Rammstein não faz um heavy no estilo tradicional, a lá Iron Maiden, mas também não tem nada a ver com as chamadas bandas de metal como Korn ou Soulfly.Este sexteto berlinense executa um som que nada mais é do que metal com influências eletrônicas (nada a ver com Techno). O som do Rammstein é muito pesado, e, além disso, eles são uma banda com originalidade (algo raro atualmente). Um dos fatores que contribuem para isso é que eles têm um cantor barítono (pouco comum em bandas de metal) e, além disso, cantam em alemão, o que os fez uma das bandas mais populares da Alemanha.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Till Lindemann é um grande vocalista, que canta com bastante emoção e agressividade.Os guitarristas Paul Landers e Richard Z Kruspe-Bernstein criam ótimos riffs e solos, que embora curtos são bastante inspirados, provando que não é necessário ser nenhum virtuose para compor bons solos.O baixista Oliver Riedel tira um som bastante grave do seu baixo criando o fundo perfeito para as guitarras sendo sustentado pelo baterista Christoph Schneider que tem uma boa pegada e não deixa o pique das músicas cair em momento algum.O teclado de Christian Lorenz é o instrumento que cria os mais variados climas nas músicas do Rammstein.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Mutter ("mãe" em alemão) é um cd indispensável! Ele começa com Mein Herz Brennt, que tem um começo sussurrado e com um teclado emocionante, chegando a lembrar trilhas de filmes. Mas quando os outros instrumentos entram o teclado ganha mais destaque, pois a linha de teclado é a que guia a música no refrão e é aquele tipo de melodia que "gruda na mente".Logo depois vem Links 2 3 4, o segundo single do álbum, que é também uma grande faixa.Seguida de Sonne (o primeiro single e vídeo) que é uma das melhores do cd, com as guitarras absurdamente empolgantes e pesadas.É uma linda música, que conta com um grande refrão, daqueles que você ouve uma vez e fica com ele na cabeça até ouvir de novo (grande interpretação de Lindemann).Também há Ich Will, outra boa faixa.Depois temos Feuer Frei!, que é com certeza uma das melhores canções da banda! Deus, fazia tempo que eu não ouvia uma música tão intensa e empolgante como essa! Tente ouvir Feuer Frei! (Toque fogo!) sem ao menos bater o pé.Impossível!O riff de guitarra é simplesmente daqueles que dá vontade de pular! Nesta faixa todos da banda se destacam, principalmente Riedel e Schneider (que despeja toda sua raiva na bateria). Em Mutter, a faixa título a banda parece se acalmar um pouco.É uma música mais lenta, porém conta com uma bela letra e mais uma vez uma grande interpretação de Lindemann, que canta de forma bem suave em alguns momentos e em outros de modo bem agressivo.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Bem, acho que com essas músicas você se não conhece a banda deve estar a menos curioso para ouví-la. Pois faça isso.Não crucifique a banda como aqueles que viram seu show na abertura para o Kiss no Brasil alguns anos atrás sem dar-lhes uma chance.É um grupo realmente talentoso. Espere só para ouvir as outras cinco faixas do cd...

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal


Outras resenhas de Mutter - Rammstein

Resenha - Mutter - Rammstein




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Rammstein: Alemanizando explica todo o clipe DeutschlandRammstein
Alemanizando explica todo o clipe "Deutschland"

Rammstein: vídeo gera polêmica por supostamente banalizar HolocaustoRammstein
Vídeo gera polêmica por supostamente banalizar Holocausto


Manowar: você acha as fotos da década de 80 ridículas?Manowar
Você acha as fotos da década de 80 ridículas?

Metallica: Ulrich comenta sobre seu maior erroMetallica
Ulrich comenta sobre seu maior erro


Sobre Anderson Guimarães de Carvalho

Fotógrafo do site, também finaliza o bacharelado e licenciatura em História na PUC-Rio. É uma figura conhecida na cena carioca, mais odiado do que amado. Gosta de incomodar, assim como também gosta de HammerFall, Rammstein, Ivory Tower, Accept, Soilwork,Scorpions e Grave Digger.

Mais matérias de Anderson Guimarães de Carvalho no Whiplash.Net.

Cli336 Cli336 Cli336 Cli336