Resenha - Mutter - Rammstein

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Anderson Guimarães de Carvalho
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 9


Mutter é o terceiro álbum desta ótima banda de Heavy alemã.Bem, obviamente o Rammstein não faz um heavy no estilo tradicional, a lá Iron Maiden, mas também não tem nada a ver com as chamadas bandas de metal como Korn ou Soulfly.Este sexteto berlinense executa um som que nada mais é do que metal com influências eletrônicas (nada a ver com Techno). O som do Rammstein é muito pesado, e, além disso, eles são uma banda com originalidade (algo raro atualmente). Um dos fatores que contribuem para isso é que eles têm um cantor barítono (pouco comum em bandas de metal) e, além disso, cantam em alemão, o que os fez uma das bandas mais populares da Alemanha.

Lindemann: ouça música do projeto que reúne Rammstein e HypocrisyRaul Seixas: Perguntas e respostas e curiosidades diversas

Till Lindemann é um grande vocalista, que canta com bastante emoção e agressividade.Os guitarristas Paul Landers e Richard Z Kruspe-Bernstein criam ótimos riffs e solos, que embora curtos são bastante inspirados, provando que não é necessário ser nenhum virtuose para compor bons solos.O baixista Oliver Riedel tira um som bastante grave do seu baixo criando o fundo perfeito para as guitarras sendo sustentado pelo baterista Christoph Schneider que tem uma boa pegada e não deixa o pique das músicas cair em momento algum.O teclado de Christian Lorenz é o instrumento que cria os mais variados climas nas músicas do Rammstein.

Mutter ("mãe" em alemão) é um cd indispensável! Ele começa com Mein Herz Brennt, que tem um começo sussurrado e com um teclado emocionante, chegando a lembrar trilhas de filmes. Mas quando os outros instrumentos entram o teclado ganha mais destaque, pois a linha de teclado é a que guia a música no refrão e é aquele tipo de melodia que "gruda na mente".Logo depois vem Links 2 3 4, o segundo single do álbum, que é também uma grande faixa.Seguida de Sonne (o primeiro single e vídeo) que é uma das melhores do cd, com as guitarras absurdamente empolgantes e pesadas.É uma linda música, que conta com um grande refrão, daqueles que você ouve uma vez e fica com ele na cabeça até ouvir de novo (grande interpretação de Lindemann).Também há Ich Will, outra boa faixa.Depois temos Feuer Frei!, que é com certeza uma das melhores canções da banda! Deus, fazia tempo que eu não ouvia uma música tão intensa e empolgante como essa! Tente ouvir Feuer Frei! (Toque fogo!) sem ao menos bater o pé.Impossível!O riff de guitarra é simplesmente daqueles que dá vontade de pular! Nesta faixa todos da banda se destacam, principalmente Riedel e Schneider (que despeja toda sua raiva na bateria). Em Mutter, a faixa título a banda parece se acalmar um pouco.É uma música mais lenta, porém conta com uma bela letra e mais uma vez uma grande interpretação de Lindemann, que canta de forma bem suave em alguns momentos e em outros de modo bem agressivo.

Bem, acho que com essas músicas você se não conhece a banda deve estar a menos curioso para ouví-la. Pois faça isso.Não crucifique a banda como aqueles que viram seu show na abertura para o Kiss no Brasil alguns anos atrás sem dar-lhes uma chance.É um grupo realmente talentoso. Espere só para ouvir as outras cinco faixas do cd...




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Rammstein"


Lindemann: ouça música do projeto que reúne Rammstein e Hypocrisy

Rammstein: polêmica com muçulmanos em imitação de homem bombaRammstein
Polêmica com muçulmanos em imitação de homem bomba

Rammstein: Se alguém rir das gordinhas, eu quebro a cara dele!, diz Till LindemannRammstein
"Se alguém rir das gordinhas, eu quebro a cara dele!", diz Till Lindemann

Kerrang: os 10 clipes mais ofensivos de todos os temposKerrang
Os 10 clipes mais ofensivos de todos os tempos


Raul Seixas: Perguntas e respostas e curiosidades diversasRaul Seixas
Perguntas e respostas e curiosidades diversas

Pink Floyd: The Wall é uma obra de arte conceitualPink Floyd
The Wall é uma obra de arte conceitual

Fama: 5 bandas que são grandes no exterior e nem tanto no BrasilFama
5 bandas que são grandes no exterior e nem tanto no Brasil

Guns N' Roses: a família brasileira de Axl RoseGuns N' Roses
A família brasileira de Axl Rose

G.G. Allin: o extremo dos extremosG.G. Allin
O extremo dos extremos

Velvet Revolver: Slash detalha seu período nas drogasVelvet Revolver
Slash detalha seu período nas drogas

Dream Theater: John Myung explica porque usa um baixo de seis cordasDream Theater
John Myung explica porque usa um baixo de seis cordas


Sobre Anderson Guimarães de Carvalho

Fotógrafo do site, também finaliza o bacharelado e licenciatura em História na PUC-Rio. É uma figura conhecida na cena carioca, mais odiado do que amado. Gosta de incomodar, assim como também gosta de HammerFall, Rammstein, Ivory Tower, Accept, Soilwork,Scorpions e Grave Digger.

Mais matérias de Anderson Guimarães de Carvalho no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336