Anthrax: em 1987, um dos pilares do thrash metal

Resenha - Among The Living - Anthrax

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Mateus Ribeiro
Enviar Correções  

Os anos 1980 foram extremamente produtivos no cenário da música pesada. Inúmeros estilos começaram a surgir, com destaque para o thrash metal. Combinando velocidade e peso, o gênero teve a Califórnia como principal fonte de talentos. Porém, do outro lado do país, em Nova York, um grupo surgiu para mostrar que lá também existia peso. Repleto de irreverência e musicalidade, o Anthrax fez e faz até hoje a alegria dos fãs. E em 1987, a banda capitaneada por Scott Ian lançou não apenas sua obra prima, mas um registro fundamental para o desenvolvimento do thrash, o estupendo "Among the Living".

Thrash metal: os 40 melhores discos de estreia segundo o LoudwireSlash: guitarrista enumera seus 10 riffs favoritos

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O terceiro lançamento da banda está no mesmo patamar de "Reign In Blood", "Master Of Puppets" e "Bonded By Blood", sendo um dos pilares de sustentação do estilo que faz sucesso e influencia milhares de músicos até os dias de hoje.

Não é sem razão que "Among The Living" é tão cultuado, já que além de ser praticamente um manual de instruções de como se fazer metal, os maiores clássicos do Anthrax estão presentes neste disco: a faixa título, "Caught In A Mosh" e "Indians". Três verdadeiros hinos que ajudaram a banda a fincar seu nome nas páginas mais belas da música pesada. Cada qual com suas qualidades, merecem ser ouvidas, veneradas e relembradas sempre que possível!

Além das três citadas, que já serviriam para tornar qualquer banda gigantesca, outras faixas merecem ser relembradas, como as maravilhosas "I Am the Law" (que mostra o lado "nerd" da banda), a insana "Efilnikufesin (N.F.L.)", "One World" e"Imitation Of Life", que encerra o disco de forma letal e furiosa.

A fórmula é conhecida e não tem muitos segredos: guitarras extremamente rápidas, batidas rápidas e técnicas, baixo pulsante e um vocal dominante. Claro que a sintonia entre os músicos também colaborou muito para o resultado final, que é nada menos que magnífico.

O Anthrax é uma das bandas mais divertidas, versáteis e enérgicas de toda a historia do metal. "Among The Living" mostra tudo isso, através de músicos que colocaram o sangue e a alma em cada nota. Até hoje, é um disco influente. Tudo leva a crer que continue a ser fundamental para as gerações futuras.

Se conhece, aperte o play e bata cabeça até o pescoço doer. Se não conhece, corra atrás enquanto é tempo!

MOSH!

Nota: 10

Ano de lançamento: 1987

Faixas:

"Among the Living"
"Caught in a Mosh"
"I Am the Law"
"Efilnikufesin (N.F.L.)"
"A Skeleton in the Closet"
"Indians"
"One World"
"A.D.I./Horror of It All"
"Imitation of Life"

Formação:

Joey Belladonna: vocal
Scott Ian: guitarra
Dan Spitz: guitarra
Frank Bello: baixo
Charlie Benante: bateria


Outras resenhas de Among The Living - Anthrax

Resenha - Among The Living - Anthrax



Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Thrash metal: os 40 melhores discos de estreia segundo o LoudwireThrash metal
Os 40 melhores discos de estreia segundo o Loudwire

Mr. Bungle: banda de Mike Patton lança primeira música em mais de 20 anos (um cover)Mr. Bungle
Banda de Mike Patton lança primeira música em mais de 20 anos (um cover)

Iron Maiden: Charlie Benante grava versão de "Transylvania" (vídeo)

Anthrax: banda tem músicas escritas para novo álbum, diz Charlie BenanteAnthrax
Banda tem músicas escritas para novo álbum, diz Charlie Benante

Anthrax: John Bush e Charlie Benante gravam versão de "Packaged Rebellion"Em 25/05/1993: Anthrax lançava Sound of White Noise, com John Bush nos vocaisS.O.D.: Mike Patton se junta à banda e grava versão de "Speak English Or Die"

Dio: Joey Belladonna presta homenagem nas redes sociais cantando clássico do RainbowDio
Joey Belladonna presta homenagem nas redes sociais cantando clássico do Rainbow

Anthrax: Charlie Benante e baixista do Suicidal Tendencies regravam Billie EilishAnthrax: músicos oferecerão diversas aulas virtuais

Thrash Metal: Os melhores discos lançados depois do ano 2000Thrash Metal
Os melhores discos lançados depois do ano 2000

Whatculture!: site elege dez maiores discos de Thrash MetalWhatculture!
Site elege dez maiores discos de Thrash Metal


Slash: guitarrista enumera seus 10 riffs favoritosSlash
Guitarrista enumera seus 10 riffs favoritos

Bullet For My Valentine: Baterista conta o inferno que é abrir para o Iron MaidenBullet For My Valentine
Baterista conta o inferno que é abrir para o Iron Maiden


Sobre Mateus Ribeiro

Fanático por Ramones, In Flames e Soilwork. Limeirense com muito orgulho (e sotaque).

Mais matérias de Mateus Ribeiro no Whiplash.Net.

Goo336x280 GooAdapHor