Arch Enemy: disco de covers é um ótimo presente para os fãs

Resenha - Covered in Blood - Arch Enemy

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ricardo Seelig, Fonte: Collectors Room
Enviar correções  |  Ver Acessos

publicidade

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

"Covered in Blood" é o novo lançamento da banda sueca Arch Enemy e foi lançado dia 18 de janeiro. O material compila covers feitos pelo grupo durante toda a sua trajetória e traz 24 faixas com as vozes dos três vocalistas que passaram pela banda: Alissa White-Gluz, Angela Gossow e Johan Liiva. Essas releituras variam entre faixas incluídas em singles e edições especiais dos álbuns do quinteto, e outras inéditas e que foram gravadas especialmente para este título. A ótima notícia é que o CD saiu por aqui pela Hellion Records.

The Agonist: "Alissa tenta matar a banda desde que foi demitida", diz Vicky PsarakisGuitar World: as 50 melhores canções de Rock de todos os tempos

O disco é dividido em três partes, sendo que a primeira é composta por treze músicas com a formação atual do grupo. Aqui, temos gravações fresquinhas que variam entre versões para canções conhecidas como "Shout" (Tears for Fears), "Breaking the Law" (Judas Priest) e "The Zoo" (Scorpions) e outras para nomes do underground. As mais conhecidas ganharam arranjos que as tornam bastante diferentes das originais, com os suecos adaptando as faixas para o seu próprio estilo. Essa primeira parte do disco é especialmente afiada e mostra o poderia do line-up que conta com Alissa e Jeff Loomis ao lado de Michael Amott, Sharlee D'Angelo e Daniel Erlandsson e que deu ao mundo os álbuns "War Eternal" (2014, onde Alissa estreou) e "Will to Power" (2017, debut de Loomis).

Na sequência temos sete faixas com Angela Gossow, vindas de anos atrás e presentes em b-sides e compilações anteriores. Aqui, o destaque vai para "The Book of Heavy Metal" (gravada originalmente pelo Dream Evil e que ficou sensacional), "Wings of Tomorrow"(do Europe, irreconhecível) e "Symphony of Destruction" (Megadeth).

Fechando o pacote, quatro canções com Johan Liiva, registradas nos primeiros anos de carreira do Arch Enemy. Duas delas são do Iron Maiden - "Aces High" e "The Ides of March" -, e ganharam releituras agressivíssimas e que merecem atenção.

De modo geral, "Covered in Blood" é um ótimo disco, onde as músicas mais conhecidas surpreendem pelas reinterpretações nada convencionais e onde as faixas menos populares parecem composições do próprio Arch Enemy - o melhor exemplo é a espetacular "Back to Back", do Pretty Maids.

Um excelente álbum, com um resultado final muito acima da média.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Arch Enemy"


The Agonist: Alissa tenta matar a banda desde que foi demitida, diz Vicky PsarakisThe Agonist
"Alissa tenta matar a banda desde que foi demitida", diz Vicky Psarakis

Babymetal: Sabaton, Arch Enemy e rapper participam de novo álbumBabymetal
Sabaton, Arch Enemy e rapper participam de novo álbum

Revolver Music Awards: Confira quem ganhou as premiaçõesRevolver Music Awards
Confira quem ganhou as premiações

Arch Enemy: ouça a diferença entre as vozes de Angela e AlissaArch Enemy
Ouça a diferença entre as vozes de Angela e Alissa

Arch Enemy: Sou grata por ter o apoio do Brasil, diz AlissaArch Enemy
"Sou grata por ter o apoio do Brasil", diz Alissa


Guitar World: as 50 melhores canções de Rock de todos os temposGuitar World
As 50 melhores canções de Rock de todos os tempos

Meet & Greet: Como os roqueiros de verdade se comportamMeet & Greet
Como os roqueiros de verdade se comportam

Jethro Tull: a fúria de Ian Anderson pra cima do Led ZeppelinJethro Tull
A fúria de Ian Anderson pra cima do Led Zeppelin

Megadeth: Mustaine abre o jogo sobre convite a Pepeu GomesVinil: quais são os dez discos mais valiosos do mundo?Adivinhe Quem é o #1: Os 250 artistas mais vendidos da históriaMetallica: Hulk Hogan quase entrou na banda?

Sobre Ricardo Seelig

Ricardo Seelig é editor da Collectors Room - www.collectorsroom.com.br - e colabora com o Whiplash.Net desde 2004.

Mais matérias de Ricardo Seelig no Whiplash.Net.

adGooILQ