RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemA música de Raul Seixas que salvou a carreira de Chitãozinho e Xororó

imagemPor que Lemmy odiava tocar "Ace of Spades" nos shows do Motörhead

imagemOmelete diz que heavy metal pertence agora à nova geração e não ao tiozão headbanger

imagemA atitude punk da Legião Urbana que causou irritação e deu trabalho na gravação

imagemO hit dos Beatles que talvez seja sobre drogas e que "Jesus" acompanhou gravação

imagemQuatro músicas de artistas brasileiros que citam Os Paralamas do Sucesso

imagemO brasileiro com a voz parecida com a de Axl Rose que viralizou no TikTok

imagemO Raul Seixas não era nada daquilo que ele falava, diz ex-parceiro musical

imagemO conselho realista de John Petrucci para bandas que estão começando agora

imagem5 motivos para assistir ao novo RockGol 2023 que estreia em fevereiro

imagem"Quem não gosta de Beatles bom sujeito não é", diz João Gordo

imagemDeep Purple: David Coverdale revela quem quis como substituto de Ritchie Blackmore

imagemAndi Deris tem problemas de saúde e shows do Helloween são adiados

imagemClipe de "From The Ashes" ultrapassa 1 milhão de views e Fernanda Lira celebra

imagemProdutor da turnê de Paul Di'Anno explica problemas no primeiro show


Adagio: uma bela tentativa de produzir o seu álbum mais épico

Resenha - Life - Adagio

Por Ricardo Cunha
Postado em 16 de maio de 2018

Nota: 8

Há sete anos sem lançar álbuns e, após algumas mudanças na formação, o agora sexteto Adagio volta à cena com o disco Life. Em um sentido periférico, muita coisa mudou no mundo da Adagio desde seu último álbum, Archangels In Black. Este álbum - o quinto da banda francesa de progressive metal - contou com os vocais de Christian Palin, que se separou da banda no ano seguinte ao lançamento. Eric Lebailly, baterista também deixou o grupo, o que resultou em mudanças significativas no som da banda.

Em Life a banda parece haver se tornado mais prolixa no que tange ao formato das composições. O disco é conceitual e fala da "vida" como uma jornada contemplativa através das emoções. Uma visão filosófica que remete às grandes odisseias cinematográficas. Daí o leitor/ouvinte pode imaginar que tudo (arranjos, riffs, harmonias, etc) esteja muito associado à quantidade. No que pode até ter razão, mas não é apenas isso! O trabalho foi idealizado e executado, também, com muita qualidade. Os dois novos rostos, o baterista Jelly Cardarelli e a violinista Mayline Gautié, ajudaram a manter o padrão dos trabalhos anteriores. No entanto, também é verdade que o álbum oferece muita informação fazendo com que o ouvinte se perca em dados momentos e isto depõe contra o esforço da banda em produzir o seu álbum mais épico. No geral, a música é permeada de atmosferas e de mudanças de andamentos, que sacodem o ouvinte em várias direções. Difícil eleger destaques com uma única audição. Com duas, os meus destaques no momento, são: Subrahmanya, nome para o deus hindu da guerra, é uma das mais pesadas do disco; I'll Possess You, na qual se destaca violinista Mayline e parece indicar uma abertura com vistas ao aumento de audiência; e, Torn, a mais curta, que pode significar um contraponto à todo resto do disco.

A formação que gravou o disco contou com Stephan Forté (guitarrista), Kelly "Sundown" Carpenter (vocalista), Franck Hermanny (baixista), Jelly Cardarelli (baterista), Kevin Codfert (tecladista) e Mayline Gautié (violinista). O disco foi gravado no Axone Studio (FRA), produzido por Stéphan Forté, mixado por Kevin Codfert e masterizado por Brett Caldas-Lima. A belíssima capa foi concebida por Rusalka Design

TRACKLIST:

01-Life (9:11)
02-The Ladder (6:23)
03-Subrahmanya (6:55)
04-The Grand Spirit Voyage (6:01)
05-Darkness Machine (5:42)
06-I'll Possess You (5:46)
07-Secluded Within Myself (5:46)
08-Trippin' Away (5:53)
09-Torn (4:36)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:
Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps


Stamp


publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre Ricardo Cunha

Editor no site Esteriltipo - Marketing de Conteúdo.
Mais matérias de Ricardo Cunha.