Primitive Race: o último registro de Chuck Mosley

Resenha - Soul Pretender - Primitive Race

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Mário Pescada
Enviar Correções  

8

O PRIMITIVE RACE é uma banda praticamente desconhecida no meio rock, ainda mais que, tendo suas raízes no industrial, acaba afastando o interesse de muitos roqueiros em sequer ouvir algum material da banda.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Soul Pretender" (2017) acabou chamando a atenção de muita gente para a banda por conta da participação de Chuck Mosley, vocalista do FAITH NO MORE de 1984 a 1988 por onde lançou dois discos: "We Care A Lot" (1985) e "Introduce Yourself" (1987) de onde acabou sendo demitido por conta de seu comportamento, digamos, inapropriado.

A banda pertence a Chris Kniker, baixista e empresário de bandas que muda a formação a cada disco lançado. Para esse terceiro lançamento, além de Chuck Mosley nos vocais, também estão Dale Crover (bateria, MELVINS), Mark Gemini Thwaite (guitarra, THE MISSION, TRICKY e muitas outras) e Erie Loch.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O disco tem uma mistura punk rock, alternativo, com leves toques de gótico e industrial. Se não é um disco que traga faixas extraordinárias, também está longe de fazer feio. Faixas como a "Cranial Matter", "Turn It Up", a faixa-título "Soul Pretender" e a melancólica "Nothing To Behold " se destacariam em muitos lançamentos por aí.

O disco foi lançado dia 03 de novembro de 2017, mas menos de uma semana depois Chuck Mosley seria encontrado morto em sua casa, aos 57 anos de idade, aparentemente por conta de uma overdose - apesar dessa hipótese ter sido negada veementemente pela sua família que afirma que ele estava limpo há algum tempo.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Fato é que Chuck nunca conseguiu emplacar nada sequer próximo ao que o FAITH NO MORE se tornou depois de ua sápida e da chegada de Mike Patton. Ele fundou algumas bandas, teve uma passagem curta pelo BAD BRAINS, encarou o ostracismo, alguns empregos ruins e muitas dificuldades financeiras.

Apesar de ter sido um convidado, tudo indica que ele seria o cara certo para continuar nos vocais da banda: seus vocais soam desleixados, o que acabou ficando, de alguma maneira, bem encaixado ao som da banda.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Um triste fim para um cara que passou por tantas coisas ruins, mas que continuou lutando enquanto pôde.

Confira o vídeo clip para a faixa "Cranial Matter"

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Faixas:
01 Row House
02 Cry Out
03 Cranial Matter
04 Take It All
05 Bed Six
06 Stepping Stone
07 Turn It Up
08 Soul Pretender
09 Nothing To Behold
10 Dancing On The Sun

Formação:
Chris Kniker - baixo
Chuck Mosley - vocais
Dale Crover - bateria
Mark Gemini Thwaite - guitarra
Erie Loch - teclados




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Separados no nascimento: Phil Lynott e TiriricaSeparados no nascimento
Phil Lynott e Tiririca

Iron Maiden: Video mostra erros da banda ao vivoIron Maiden
Video mostra "erros" da banda ao vivo


Sobre Mário Pescada

Mineiro, leitor compulsivo, ouvinte de todas as vertentes do rock - do blues ao grindcore. Valoriza mais a honestidade e entrega em cima do palco do que a técnica. Guarda os flyers dos shows que vai como se fossem relíquias.

Mais matérias de Mário Pescada no Whiplash.Net.

Goo336 Goo336 Cli336 Goo336 Goo336