RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemQuando Roberto Carlos foi alfinetado por Raul Seixas, mas o Rei gostou do que ouviu

imagemQuando o Lynyrd Skynyrd irritou Mick Jagger ao abrir o show dos Rolling Stones

imagemApós dez anos, Jason Newsted procura guitarristas para montar um projeto de metal

imagemMax Cavalera escolhe seus álbuns "não metal" preferidos

imagemA única música tocada no Festival de Woodstock que atingiu o primeiro lugar nas paradas

imagemAs queixas que colegas do Paralamas mais fazem sobre Herbert Vianna, segundo o próprio

imagemSlash acha que os rockstars dos 60s e 70s eram mais inteligentes e educados que os dos 80s

imagemO hit da Legião Urbana antiviolência cantado sob perspectiva de jovem da periferia

imagemO grande amor de Renato Russo que durou pouco mas marcou sua vida para sempre

imagem"A vida é curta", afirma Floor Jansen, vocalista do Nightwish

imagemJohn Lennon queria regravar todas as músicas dos Beatles, segundo produtor George Martin

imagemA bizarra lembrança que Kerry King tem do último show do Slayer

imagemA icônica reportagem de Glória Maria em que Raul Seixas disse que foi atropelado por onda

imagemA reação de Jairo Guedz quando houve o racha do Sepultura no auge do sucesso

imagemA vingança de Joana Prado (ex-Feiticeira) contra filhos briguentos que envolve RPM


Stamp

BlackLab: Com um bom estúdio essas japonesas vão longe

Resenha - Under the Strawberry Moon - BlackLab

Por Marcelo Hissa
Postado em 14 de abril de 2018

Nota: 7

Bandas japonesas sempre são muito interessantes de ouvir. O país apesar da cultura riquíssima tem muita tradição em consumir música pesada, mas pouca em produzir. Quando a dupla de mulheres do BlackLab estréia com um um álbum que foca no Doom/Stoner com pitadas de Thrash cantado em japonês, o interesse de imergir no som se tornar genuíno.

Logo de cara, na abertura percebe-se três aspectos que moldaram esse álbum. O primeiro é que não tem contrabaixo. O segundo é as moças têm talento e não têm medo de escancarar uma agressividade intempestiva. A terceira é que a produção parca prejudicou muito a apreciação do som. Black Moon até que empolga com sua cadência doom sabbathiana clássica e com os vocais de Yuko alternando melodias agudas serenas com gritos graves de fúria, mas o chiado do som final incomoda. Esse incômodo atrapalha a audição da acelerada Hidden Garden. Lá para a terceira faixa quando você começa a se acostumar com a produção o som começa a descer mais redondo. A instrumental Symptom Of The BlackLab se destaca pelo riff inicial Thrash metal "início-dos-anos-90" que o Sepultura sabia fazer tão bem. His Name Is... é a que tem a veia mais Stoner e o maior potencial de soar bem em condições adequadas. O fechamento com Fall & Rise é a fórmula cadenciada clássica do doom, com vocais melódico prolongados, riffs morosos e carregados de feelings, muito bela.

A dupla japonesa é boa e tem talento, falta entrar em estúdio de respeito e extravasar a agressividade que o som pede. Quando se é talentoso, dinheiro (ou a falta dele) torna-se o denominador comum de todos os problemas que as jovens bandas apresentam.

TrackList
1.Black Moon 05:39
2.Hidden Garden 03:31
3.Spoon 06:14
4.Symptom of the BlackLab 02:19
5.Warm Death 07:05
6.His Name Is... 04:24
7.Fall & Rise 04:39

http://reviewscds.blogspot.com.br/ -

Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:

Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps


Def Leppard Motley Crue 2


publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre Marcelo Hissa

Médico em horário comercial, fanático e colecionador de música em tempo integral. Tipo de música preferida: a boa, se tiver peso melhor ainda.
Mais matérias de Marcelo Hissa.