Noldor: Projeto inovador criado em território nacional

Resenha - Condemned To Eternity - Noldor

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por André Donatto
Enviar correções  |  Ver Acessos

Noldor é um projeto iniciado por Patrick Marçal em 2014, do gênero Melodic Death Metal, mas que mais tarde foi agregando influências de metal sinfônico e Black Metal em seu som. Mas o mais impressionante sobre esse trabalho é o nível de originalidade que a banda consegue atingir sendo uma "One Man Band", ou seja, tudo foi gravado, produzido e performado pelo próprio Patrick, além de ser um tipo de som pouquíssimo explorado em território nacional.

Deep Purple: a contestada entrevista na Globo em 2006Slipknot: Corey Taylor não tem a cara limpa por baixo da máscara

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O álbum em questão que terá sua review neste tópico, é o "Condemned to Eternity", o quarto álbum de estúdio e o trabalho mais recente da banda, lançado no início de 2017 de forma totalmente independente e que atingiu o maior nível de complexidade de composição em relação aos lançamentos anteriores.

Logo na faixa de abertura, "When Light No More Shines" já começa mostrando a complexidade da composição do álbum, iniciando com um piano calmo, e progressivamente os instrumentos de orquestra vão se juntando até que finalmente entra todos os instrumentos com todo o peso, juntamente com os vocais guturais ao mesmo tempo que uma bela sinfonia é tocada ao fundo. É uma música de nuances, tendo momentos mais melódicos, mais agressivos e algumas partes calmas, se juntando perfeitamente a ideia mais obscura da temática da música, uma completa viagem capaz de causar profundas reflexões com oito minutos e meio.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Ao final da primeira faixa, inicia a "Prelude to Inferno" e as coisas voltam a se acalmar, tendo um belo arranjo de piano e sendo uma faixa totalmente instrumental, que faz uma breve introdução a faixa número três, a "Unholly King", que é uma regravação pois essa música estava presente no primeiro álbum, por isso mostra a parte mais Death Metal melódico da banda, com um riff característico do gênero e um solo logo de início que faz uma perfeita mistura entre "Shredding" e harmonias melódicas, porém, nessa versão foi adicionado um arranjo sinfônico completo na música, mostrando mais uma vez a evolução da banda com suas novas influências. Como citado anteriormente, a faixa deixa mais aparente a parte mais pesada da banda, até que, perto do final a música dá uma desacelerada para entrar uma passagem de vocal limpo, que também mostram uma evolução tremenda comparada com a versão original e então passar uma última vez pelo refrão e terminar apenas com as guitarras dando "fade out".

Agora, na minha opinião a faixa destaque vai para "Slow Death", pois é nessa música que ele conseguiu reunir a melhor composição sinfônica na introdução, riffs marcantes juntamente com bases pesadas e as melhores partes melódicas do álbum, tudo isso sendo colocado junto com maestria. Com certeza essa é a faixa do álbum que mais chega perto de se parecer uma versão brutal de um filme épico.

Ou seja, a banda é uma pedida perfeita pra quem gosta tanto de death metal melódico quanto de metal progressivo e sinfônico, conseguindo juntar bem cada um desses elementos e distribuir cada um deles em seu som sem soar repetitivo ou massante, a mistura de vocais guturais com partes de vocal limpo também foi muito bem feita, então o álbum é uma verdadeira aventura em forma de música, parecendo uma verdadeira trilha sonora. Pra quem é um adepto desse lado do metal com certeza vai concordar com a nota alta que eu dou pra esse álbum, com certeza um 9 de 10.

Abaixo o vídeo do álbum completo para ser ouvido.

E para quem tem o interesse de adquirir o álbum para apoiar a banda a crescer ainda mais, isso pode ser feito através do bandcamp da banda, onde também contém os álbuns mais antigos disponíveis para serem ouvidos de graça e adquiridos também.

https://noldor.bandcamp.com/

Tracklist:

1.When Light No More Shines
2.Prelude To Inferno
3.Unholly King
4.Coma
5.Slow Death
6.Temple Of Tiamat
7.Eternal Darkness




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Noldor"


Deep Purple: a contestada entrevista na Globo em 2006Deep Purple
A contestada entrevista na Globo em 2006

Slipknot: Corey Taylor não tem a cara limpa por baixo da máscaraSlipknot
Corey Taylor não tem a cara limpa por baixo da máscara


Sobre André Donatto

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, enviando sua descrição e link de uma foto.

Cli336x280 CliIL Cli336x280 CliInline