Sheena Ye: Uma grata surpresa

Resenha - Seu Tempo Acabou - Sheena Ye

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Victor Freire, Fonte: Rock N' Prosa
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 8

Uma banda relativamente nova, mas que possui já um trabalho bem consolidado é o Sheena Ye. Formada em 2010, após lançar em 2016 seu primeiro EP, a banda acaba de lançar seu primeiro álbum, Seu Tempo Acabou (2017), pela Monstro Discos. O power trio Mário Nacife (baixo e voz), Douglas Dieck (guitarra) e Vinicius Bernardes (bateria) produziu um trabalho fincado no mais puro rock'n'roll. A produção das 11 músicas que compõem o Seu Tempo Acabou (2017) ficou a cargo do grande Gustavo Vasquez, que já assinou trabalho de grandes nomes como o Uganga e Black Drawing Chalks.

Led Zeppelin: por que Robert Plant não gosta de cantar "Stairway to Heaven"?Donald Trump: os roqueiros que apoiam o presidente eleito

O álbum é bem diversificado em termos de riffs e melodias. A presença dos solos nas músicas contribuem para essa atmosfera, assim também como os vocais, transitando entre o semi-gutural e agudo. Acima de tudo, a palavra que melhor define a sonoridade do Sheena Ye e o álbum é: coerência. Por que digo isso? As músicas possuem uma certa dose de peso, que é refletida na saturação da distorção perfeitamente e nos vocais. Isto é, a música soa agradável aos ouvidos, não tendo nenhum elemento destoante. Isso, associado à qualidade da composição, resulta em uma música realmente boa.

A batida na bateria abre Sua Expectativa, que logo abre espaço para um excelente riff na guitarra. Os vocais meio rasgados são uma característica forte na banda. A faixa-título, Seu Tempo Acabou, explora um lado mais veloz da banda. Ao mesmo tempo que temos músicas que estão dentro da linha mais rock'n'roll/hard rock anos 80 como Sempre do Mesmo; temos músicas com uma sonoridade mais anos 90, como Tudo Volta pra Você e Constante Mudança. Antes de encerrar o álbum, a velocidade é diminuída com Limitado, que possui variações rítmicas bem interessantes; e é, de fato, encerrado, com a pesada Nada Mais que Isso.

O Sheena Ye foi uma banda que tive a oportunidade de conhecer e que agradou muito com seu som puro e diversificado. Não é porque uma banda executa rock que as músicas devem ser lineares e "entediantes". Eles não passam nem perto disso, entregaram composições ricas e tudo em harmonia dentro do álbum.

#Sheena Ye - Seu Tempo Acabou (Monstro Discos - 2017)

1.Sua Expectativa
2.Seu Tempo Acabou
3.Tudo Volta pra Você
4.Velho Defeito
5.Sempre do Mesmo
6.Nem Tudo Fica pra Depois
7.Constante Mudança
8.Sem Compromisso
9.Mentira
10.Limitado
11.Nada Mais que Isso




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Sheena Ye"


Led Zeppelin: por que Robert Plant não gosta de cantar Stairway to Heaven?Led Zeppelin
Por que Robert Plant não gosta de cantar "Stairway to Heaven"?

Donald Trump: os roqueiros que apoiam o presidente eleitoDonald Trump
Os roqueiros que apoiam o presidente eleito


Sobre Victor Freire

Professor universitário e mestre em Engenharia Mecânica pela UFRN. Nascido no deserto de Mossoró/RN. É fã e colecionador de itens relacionados ao rock'n'roll. Editor-chefe do blog Rock'N'Prosa e guitarrista do Godhound. Acessa o Whiplash! desde a infância e colabora com o site sempre que possível.

Mais matérias de Victor Freire no Whiplash.Net.

adGoo336