Box-47: Do Hardcore ao Nu-Metal num piscar de olhos

Resenha - Trascendência - Box-47

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Artie Oliveira
ENVIAR CORREÇÕES  

Nota: 9

Transcendência, substantivo feminino que significa "ato de subir, de escalar, de mudar"... É exatamente o que o segundo álbum da banda campineira Box-47 nos apresenta!

Jason Newsted: revelando porque ele deixou o MetallicaSteven Tyler: vocalista admite que já queimou a rosca

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Formada em meados de 2007 e com dois trabalhos já lançados, "Sigam-me os Loucos" e "Choque de Realidade", a Box-47 se firmou como uma das bandas da região que continua a tocar hardcore, porém, depois de dez anos eis que surge "Transcedência", um disco de... NU-METAL!

Calma, eu explico... Além de toda a influência evidente de Green Day, Blink-182 e Sum 41 desde o primeiro disco, todos sempre foram muito fãs de bandas como o Papa Roach, mas nunca conseguiram colocar isso em suas músicas, o que enfim transpareceu no álbum "Transcendência".

Usando de afinação aberta em Dó na maioria das faixas do disco, percebe-se que apesar de ter incorporado as influências do Nu-Metal, eles não abandonaram a veia do "pop-punk", como é o caso das músicas "Fórmula de Ilusão" e "Amizades Corrompidas", que consegue mesclar perfeitamente o novo e o velho e em alguns momentos remete a "New Colors", da banda americana Islander.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Pensando em "Lado A" e "Lado B" de um disco, tem-se entre "Converse com seus Filhos" e "Random Personalities" o ponto de mudança entre tudo: arranjos, afinação, melodia vocal, etc. Das onze faixas (contando com a introsução), duas delas, "Heróis da Resistência e Autorretrato" foram apresentadas pela primeira vez ao público no programa RAW Sessions, do RG Estúdio de Americana/SP. Um ponto a de considerar é que a alternância entre as vozes entre Uill Lisboa e Matheus Lemos continua e agora conta com uma melhora significativa das linhas de voz de Uill, que soam mais naturais, condizentes com sua tessitura como vocalista. Uma evolução!
Por enquanto, o álbum só está disponível nas plataformas de streaming e contou com produção da própria banda.

01. Intro
02. Abrindo os Olhos
03. Sua Vez
04. Fórmula da Ilusão
05. O Fim de Maio
06. Converse com seus Filhos
07. Random Possibilities
08. Esquece
09. Autorretrato
10. Heróis da Resistência
11. Amizades Corrompidas

Ouça em:
https://open.spotify.com/album/2su5tT0iVIrguFRXXM7WQa




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Jason Newsted: revelando porque ele deixou o MetallicaJason Newsted
Revelando porque ele deixou o Metallica

Steven Tyler: vocalista admite que já queimou a roscaSteven Tyler
Vocalista admite que já queimou a rosca


Sobre Artie Oliveira

Campineiro de vinte e poucos anos que tá nesse negócio de roquenrou independente desde os 16 e não pretende picar a mula tão cedo.

Mais matérias de Artie Oliveira no Whiplash.Net.

Goo336x280 GooAdapHor Goo336x280