Dio: Mais um ítem obrigatório na história da música

Resenha - Dream Evil - Dio

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Gleison Junior
Enviar correções  |  Ver Acessos

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

"Dream Evil" é o quarto disco de estúdio do lendário vocalista, "Ronnie James Dio", o primeiro com o novo guitarrista "Craig Goldy" e também o primeiro que o uso dos teclados se torna mais impactantes e cada vez mais requisitados na música do grupo, não que isso seja um problema, muito pelo contrario, a inclusão desses teclados trouxe ainda mais obscuridade a sonoridade da banda.

Em 29/08/2009: Ronnie James Dio fazia o último show de sua gloriosa carreiraSlipknot: Corey Taylor explica porque o mundo pop não suporta o Heavy Metal

Alguns pontos importantes de se ressaltar antes de iniciar a resenhas do álbum é lembrar que o próprio vocalista, disse certa vez que esse álbum não o agradava por considerá-lo inferior aos anteriores, puro perfeccionismo de uma lenda que sempre será insubstituível, mas um fato nítido para quem conhece a música do "baixinho" é que ele flerta muito com o Pop executado por bandas de Hard no fim dos anos 80, refrões ainda mais chicletes e melodias com notas mais altas, podemos dizer que esse álbum é o mais Hard Rock da carreira do músico.

O álbum abre com a rápida "Night People", aos desavisados, se prestarem bem atenção, irá perceber a forte influência que essa música trouxe de "Neon Knights" do Sabbath, uma faixa que de imediato te faz balançar o esqueleto com sua marca inconfundível. O famoso selo de qualidade "DIO".

Na sequencia temos um clássico absoluto da carreira do mestre, "Dream Evil", sua base harmônica é pra cima e o refrão gruda como um chiclete na mente, como não cantarolar ou se escutar a música? Impossível para qualquer ser que ame o estilo! Um adendo importante nesse disco é reparar que o guitarrista "Craig Coldy" fez bem a banda, seus solos e riffs são incríveis, não deixando qualquer saudade de Vivian Campbell.

Com um início sombrio e uma pegada "Sabbathiana", Sunset Superman, é uma faixa pesada aonde Dio canta desesperadamente, seu andamento em alguns momentos se elevam e em outros apresentam um cadência conduzida pelo batera Vinny Appice de forma brilhante, um solo espetacular executado por Goldy é outro momento marcante na música, vale ressaltar os trabalhos dos teclados que mantém toda a atmosfera da música assustadora.

"All the Fools Sailed Away" é um épico mágico e envolvente, uma faixa que possui vários elementos de doçura e peso, um arranjo belíssimo logo em sua introdução, complementam o andamento da música, que é arrastada e densa, vocais aos coros no refrão e a imposição vocálica do baixinho, imposta de forma impecável, essa música consegue transmitir um único sentimento, Saudade!!!

Sendo a única faixa que Dio compôs sozinho no álbum,"Naked In The Rain", é uma boa faixa, andamento característico do trabalho do músico, nada que seja fora do comum, mas com certeza uma boa música.

Mais na linha Rainbow, a música "Overlove", tem como destaque os trabalhos de Goldy na guitarra e a mão pesada de Vinny Appice, música rápida e melódica, um grande momento do disco! Vale o play repetidamente.

Mais arrastada, flertando com uma balada, "I Could Have Been A Dreamer" tem DIO como destaque absoluto, vocais em perfeita afinação e demonstrando estar no auge com sua potencia vocálica, confesso que essa não é a melhor faixa do álbum, mas sem duvida é a música que DIO canta melhor.

"Faces In The Window" é outra música excelente, quase nunca obteve o sucesso que merecia, mas aqui notamos o que DIO sempre ressaltou, ele não era um músico solo, mas sim uma banda, e nessa música tudo isso é nítido, andamento perfeito e harmonização sincronizada, a banda estava afinada e entrosada, essa faixa deixa isso bem claro.

Appice detona na faixa "When A Womam Cries", sua precisão em dar suas "quebradas" e como ele conduz o chimbal e a condução é incrível, outro momento perceptível na música é a alta utilização de samplers nas vozes e nos teclados, criando efeitos dentro da música, uma tendência que só crescia na época. O álbum fecha em grande estilo!

DIO mais uma vez brilha com sua técnica e banda afinadíssima, esse álbum é mais um item obrigatório na história da música e se você é fã de metal, já sabe, vá lá e escute no máximo.

Track-List:
01 - Night People
02 - Dream Evil
03 - Sunset Superman
04 - All The Fools Sailed Away
05 - Naked in the Rain
06 - Overlove
07 - I Could Have Been A Dreamer
08 - Faces In The Window
09 - When A Woman Cries

Formação:
Ronnie James Dio - Vocal
Craig Goldy - Guitarra
Jimmy Bain - Baixo
Vinny Appice - Bateria




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Dio"


Em 29/08/2009: Ronnie James Dio fazia o último show de sua gloriosa carreiraEm 29/08/2009
Ronnie James Dio fazia o último show de sua gloriosa carreira

Dio: Epiphone anuncia linha de guitarras "Les Paul Diver"

Geezer Butler: morte de Dio poderia ter sido evitadaGeezer Butler
Morte de Dio poderia ter sido evitada

Metal: E se as letras fossem posts motivacionais?Metal
E se as letras fossem posts motivacionais?

NoiseCreep: Os 10 frontmen mais teatrais do rockNoiseCreep
Os 10 frontmen mais teatrais do rock


Slipknot: Corey Taylor explica porque o mundo pop não suporta o Heavy MetalSlipknot
Corey Taylor explica porque o mundo pop não suporta o Heavy Metal

As histórias por trás de 11 capas clássicasAs histórias por trás de 11 capas clássicas

Sarcófago: Wagner fala da banda, radicalismo, Ghost e muito maisSarcófago
Wagner fala da banda, radicalismo, Ghost e muito mais

Freddie Mercury: Características vocais do cantorFreddie Mercury
Características vocais do cantor

Metallica: a lista de exigências da banda em 1983Metallica
A lista de exigências da banda em 1983

Bizarro: como soariam alguns clipes apenas com o som ambiente?Bizarro
Como soariam alguns clipes apenas com o som ambiente?

Kiss: a clássica canção que fala sobre sexo analKiss
A clássica canção que fala sobre sexo anal


Sobre Gleison Junior

Casado, Pai do Gustavo e do Bernardo - Amante do bom e velho Rock and Roll - Apresentador do programa Roadie metal, A Voz do Rock e idealizador das coletâneas Roadie Metal, além de criar e administrar o site Roadie Metal!

Mais matérias de Gleison Junior no Whiplash.Net.

adGoo336|adClio336