Meshuggah: Um dos trabalhos mais intensos de sua carreira

Resenha - Violent Sleep of Reason - Meshuggah

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Junior Frascá
Enviar Correções  

9

O MESHUGGAH é uma banda que possuí uma sonoridade única dentro da música pesada, trazendo elementos que vão desde o metal moderno, passando pelo groove, thrash, e pelo que se considerou chamar de djent. E, até por isso, é uma banda para poucos, pois foge dos padrões gerais do estilo. Todavia, se você aprecia o som dos caras, como este que vos escreve, certamente encontrará neste seu nono álbum de estúdio, uma das obras mais intensas de sua discografia.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Isso porque "The Violent Sleep of Reason" traz latentes todos os elementos que fizeram a fama da banda no underground, com uma sonoridade crua, pesada, complexa e cheia de groove, andamentos sincopados, e transbordando agressividade em cada nota exarada.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

E toda essa aparente assimetria e dissonância são milimetricamente pensadas e executadas pela banda, como deixa claro o título da seminal "Born in Dissonance", uma das melhores do trabalho, ao lado de "Monstro City", que é daquelas que parece que estamos sendo atropelados por um caminhão desgovernado durante sua execução, tamanha a brutalidade que nos é apresentada.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Além disso, "The Violent Sleep of Reason" é o disco mais "progressivo" da carreira dos suecos, sendo que a quantidade de mudança de andamentos, de compassos alternados, e demais elementos técnicos diferenciados aqui encaixados é de fazer cair o queixo e dar um nó no cérebro do ouvinte. E o mais impressionante é que tudo isso flui de maneira muito natural e orgânica!

A qualidade sonora também é estarrecedora, sem dúvida com a melhor produção da banda até hoje, como fica claro no timbre das guitarras de Mårten Hagström e Fredrik Thordendal, simplesmente matador. Mas, no geral, todo o trabalho é digno de aplausos, tamanha a qualidade obtida, e que realça ainda mais todas as virtudes do álbum.

Ou seja, temos aqui, como dito, o MESHUGGAH em sua essência, debruçado em suas raízes sonoras, e nos trazendo algumas das melhores faixas já compostas em sua carreira, o que certamente fará o álbum cair nas graças dos apreciadores da música extrema de qualidade. Imperdível!

publicidade

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

The Violent Sleep of Reason - Meshuggah
(Shinigami Records - Nacional - 2016)

Músicas:
1. Clockworks
2. Born in Dissonance
3. MonstroCity
4. By the Ton
5. Violent Sleep of Reason
6. Ivory Tower
7. Stifled
8. Nostrum
9. Our Rage Wont Die
10. Into Decay




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Meshuggah: um cover impressionante feito por Leonardo DiCaprioMeshuggah
Um cover impressionante feito por Leonardo DiCaprio

Meshuggah: guitarrista pede desculpas por banda ter inventado o djentMeshuggah
Guitarrista pede desculpas por banda ter inventado o djent


Deep Purple: o riff de Smoke on the Water foi criado por Tom Jobim?Deep Purple
O riff de "Smoke on the Water" foi criado por Tom Jobim?

Humor: oito razões pra dormir com um bateristaHumor
Oito razões pra dormir com um baterista


Sobre Junior Frascá

Junior Frascá, casado, é advogado, e apaixonado por heavy metal em todas as suas vertentes (em especial thrash, stoner, doom e power metal) desde seus 15 anos. Também é fã de filmes de terror e séries americanas, faz parte da equipe da revista digital Hell Divine e do site My Guitar, e é guitarrista da banda de metal tradicional MUD LAKE.

Mais matérias de Junior Frascá no Whiplash.Net.

Cli336 Cli336 Cli336 CliHo WhiFin Cli336