Almah: No auge da criatividade em seu disco mais diversificado

Resenha - E.V.O - Almah

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por George Ramos, Fonte: Metal Nacional News
ENVIAR CORREÇÕES  

Nota: 10

Em seus 25 anos de carreira Edu Falaschi criou excelentes músicas com sua incrível sensibilidade enquanto compositor. E mais uma vez ele impressiona com mais um ótimo disco e talvez o mais diversificado.

Almah: por que a banda parou, segundo o baixista Raphael DafrasMetallica: Quanto vale a banda? Quanto cada um deles tem de dinheiro?

"E.V.O" é o quinto disco do Almah que neste ano comemora muito bem seus 10 anos de existência. O álbum tem em suas letras temas ligados a "Era de Aquário", período histórico em que a humanidade passará por mudanças significativas.

Com elementos do Pop, Rock Alternativo, Prog/Power Metal e até mesmo Grunge, o disco traz uma renovação ao estilo desenvolvido pela banda em seus lançamentos anteriores. Marcelo Barbosa agora ao lado de Diogo Mafra faz um trabalho de guitarras primoroso que preza o lado mais melódico porém sem deixar o peso característico de lado com linhas rápidas, solos e riffs muito bem colocados e inspirados. Raphael Dafras que fez sua estreia no disco "Unfold" novamente executa as linhas de baixo imprimindo peso e personalidade. A bateria agora comandada por Pedro Tinello mostra técnica e versatilidade.

Em suma o instrumental cria uma atmosfera positiva e épica mostrando um time coeso e entrosado. A parte vocal traz um Edu Falaschi revigorado e voltando a cantar em regiões mais agudas como quando era vocalista do Angra. "E.V.O" já pode ser considerado o disco mais expressivo da carreira do Almah por apresentar a melhor performance de Edu desde os disco "Rebirth" e "Temple of Shadows" do Angra, e promete trazer novas conquistas para o quinteto...

Fica até difícil apontar destaques em um disco cheio de ótimas composições como esse mas as músicas que mais prendem a atenção ao meu ver são "The Brotherhood", "Innocence", "Higher", "Pleased to Meet You" e "Indigo". Vale a pena conferir e adquirir mais este excelente disco do Almah!

Faixas:
01. Age of Aquarius
02. Speranza
03. The Brotherhood
04. Innocence
05. Higher
06. Infatuated
07. Pleased to Meet You
08. Final Warning
09. Indigo
10. Corporate War
11. Capital Punishment

Edu Falaschi: Vocal e teclado
Marcelo Barbosa: Guitarra
Diogo Mafra: Guitarra
Raphael Dafras: Baixo
Pedro Tinello: Bateria

Comente: Qual a sua opinião sobre o novo álbum do Almah?


Outras resenhas de E.V.O - Almah

Resenha - E.V.O - AlmahResenha - E.V.O - Almah



Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Almah: por que a banda parou, segundo o baixista Raphael DafrasAlmah
Por que a banda parou, segundo o baixista Raphael Dafras

Almah: Marcelo Moreira divulga vídeo com drum cam da música "Birds of Prey"

Metal Nacional: a união condensada em uma única fotoMetal Nacional
A união condensada em uma única foto

Felipe Andreoli: ele não se contenta em ser exímio baixista (vídeo)Felipe Andreoli
Ele não se contenta em ser exímio baixista (vídeo)


Metallica: Quanto vale a banda? Quanto cada um deles tem de dinheiro?Metallica
Quanto vale a banda? Quanto cada um deles tem de dinheiro?

Separados no nascimento: Paul McCartney e Kiko do ChavesSeparados no nascimento
Paul McCartney e Kiko do Chaves


Sobre George Ramos

Fã de heavy metal e outros estilos. Apaixonado por bateria. Bandas favoritas: Avenged Sevenfold, Breaking Benjamin, Volbeat, Five Finger Death Punch, Hangar e Hibria.

Mais matérias de George Ramos no Whiplash.Net.

adWhipDin adWhipDin