Denner / Shermann: Ótima pedida para órfãos do Mercyful Fate

Resenha - Masters of Evil - Denner / Shermann

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ricardo Seelig, Fonte: Collector's Room
Enviar Correções  

publicidade

"Masters of Evil" é um presente para os fãs do Mercyful Fate. O álbum é o primeiro full-length da dupla Hank Shermann e Michael Denner, ambos ex-guitarristas da lendária banda dinamarquesa. A parceria entre os dois músicos foi responsável pela criação de uma das marcas registradas do Mercyful Fate: as melodias de guitarra contagiantes, sempre presentes nas canções e que contrastavam com as letras repletas de histórias de terror escritas por King Diamond.

Bruce Dickinson: Use Your Illusions? Aquele formato é uma bosta!

Spin: os 40 melhores nomes de bandas de todos os tempos

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Devo dizer que nunca fui muito fã do MF. Reconheço com sobras a influência dos caras na história e na evolução do metal, mas nunca consegui digerir os vocais de Diamond, com aqueles agudos que sempre soaram exagerados e desnecessários aos meus ouvidos. Opiniões à parte, este é um aspecto que não se repete em "Masters of Evil" (o CD é o sucessor do EP "Satan’s Tomb", disponibilizado em 2015).

Tendo o norte-americano Sean Peck (ex-Cage) nos vocais (o baixista Marc Grabowski e o baterista Snowy Shaw completam o time), o Denner / Shermann consegue agradar os orfãos de Diamond e também quem nunca foi muito fã dos seus característicos vocais. Peck canta de uma forma mais agressiva, encaixando alguns agudos aqui e ali, como que marcando território e mostrando do que é capaz. Liricamente, escreve letras que não fogem muito da temática habitual de King Diamond, situando as canções no já conhecido terreno das histórias de terror.

Musicalmente, Michael Denner e Hank Shermann entregam a sonoridade em que se tornaram mestres: agressiva e pesada, sempre adornada por melodias que tornam tudo ainda mais macabro e assustador. De maneira geral, "Masters of Evil" é um consistente trabalho de heavy metal tradicional lançado em pleno 2016, o que, convenhamos, não é uma tarefa das mais fáceis de se conseguir.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Com uma formação experiente e com apetite para provar que ainda tem muito o que mostrar, o Denner / Shermann está sendo justamente aclamado pela imprensa especializada (9/10 na RockHard, 5/5 no Skulls ’n Bones e 9/10 no Metalized). Destaque para a faixa de abertura, para a excelente "The Wolf Feeds at Night" (com grande influência da carreira solo de Ozzy nos anos 1980) e para a dobradinha final, com as ótimas "The Baroness" e "Servants of Dagon".

O disco acabou de sair lá fora (chegou às lojas dia 24 de junho) e também ganhará edição nacional. No Brasil, "Masters of Evil" será disponibilizado pela Abigail Records, nova gravadora especializada em metal que está chegando ao mercado.

Se você é fã de Mercyful Fate e de metal tradicional, "Masters of Evil" irá agradar em cheio seus ouvidos.




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Bruce Dickinson: Use Your Illusions? Aquele formato é uma bosta!Bruce Dickinson
Use Your Illusions? Aquele formato é uma bosta!

Spin: os 40 melhores nomes de bandas de todos os temposSpin
Os 40 melhores nomes de bandas de todos os tempos


Sobre Ricardo Seelig

Ricardo Seelig é editor da Collectors Room - www.collectorsroom.com.br - e colabora com o Whiplash.Net desde 2004.

Mais matérias de Ricardo Seelig no Whiplash.Net.

Goo336x280 GooAdapHor Goo336x280