Keel: Estabelecendo a Lei do Rock

Resenha - Lay Down The Law - Keel

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Vitor Sobreira
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 7

Quando acontece a fusão entre Heavy Metal e Hard Rock, pode-se esperar que o "bicho vai pegar", e independente do número de bandas que já fizeram (e ainda fazem) esta mistura, é sempre bom agradar o nosso organismo com um som desses. Ron Keel apostou nesta combinação perigosa, e o resultado você pode conferir logo abaixo. Está pronto?

Pantera: as bandas relacionadas ou derivadas do grupo texano.Megadeth: as 10 maiores tretas de Dave Mustaine

Guitarras pesadas, bateria forte e vocais característicos marcam este disco em músicas simples, porém caprichadas e de muito bom gosto. A gravação não é das melhores, mas dá para curtir mesmo assim, e, o fator que compensa esse demérito, é a variedade e o contraste entre algumas faixas, como por exemplo, a forte balada 'Princess of Illusion', onde Ron canta com voz limpa e muita emoção, e a porrada Heavy de 'Tonight You're Mine', que começa com uma bateria bem potente e mantém o ritmo pesado e veloz até o final. É impressionante, pois nem parecem que estão no mesmo disco ou são da mesma banda!

Se até aqui você já se interessou, e ainda por cima, gosta dos Rolling Stones, então fique sabendo também que o Keel fez uma versão muito boa para 'Let's Spend the Night Together', que não poderia ter ficado melhor. Dando sequencia as pérolas do disco, e além da expressiva capa, também tenho a obrigação de citar a faixa que nomeia o trabalho 'Lay Down the Law', onde no refrão esta frase gruda como chiclete na cabeça, além de contar com uma levada bem hipnótica, o "hino" 'Metal Generation' e seus riffs e melodias inspiradas, a também rápida (não tanto quanto a anterior já citada) 'Speed Demon' e a contagiante 'Born Ready'.

Este é daquele típico som da primeira metade dos anos 80, com muito peso, malícia e paixão, no entanto, também (em comparado com outros grupos) é um som que mostra uma banda "obscura", que não teve a chance de ir mais longe no futuro, e atualmente é lembrada por poucos, mas com admiração e respeito, por suas músicas verdadeiras que nos revelam que o grupo deveria ter ganho muito mais do que conseguiu, ou seja, mais um típico caso de injustiça. Mesmo assim, ajude a manter pelo menos o que restou dessa chama brilhante que foi e ainda é o Keel, e curta pra valer este 'play'!

Músicas:
1 - Thunder and Lightning
2 - Lay Down the Law
3 - Speed Demon
4 - Princess of Illusion
5 - Born Ready
6 - Metal Generation
7 - Till Hell Freezes Over
8 - Tonight You're Mine
9 - Let's Spend the Night Together (The Rolling Stones cover)

Formação:
Ron Keel - Lead Vocals, Guitars
Marc Ferrari - Guitars, Vocals
Bryan Jay - Guitars, Vocals
Kenny Chaisson - Bass, Vocals
Steve Riley - Drums, Vocals

Lançamento: 1984 - Shrapnel Records.



GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Keel"


Pantera: as bandas relacionadas ou derivadas do grupo texano.

Megadeth: as 10 maiores tretas de Dave MustaineMegadeth
As 10 maiores tretas de Dave Mustaine

Queen: Perguntas e respostas e curiosidades diversasQueen
Perguntas e respostas e curiosidades diversas


Sobre Vitor Sobreira

Moro no interior de Minas Gerais e curto de tudo um pouco dentro do maravilhoso mundo da música pesada, além de não dispensar também uma boa leitura, filmes e algumas séries. Mesmo não sendo um profissional da escrita, tenho como objetivos produzir textos simples e honestos, principalmente na forma de resenhas, apresentando e relembrando aos ouvintes, bandas e discos de várias ramificações do Metal/Heavy Rock, muitos dos quais, esquecidos e obscuros.

Mais matérias de Vitor Sobreira no Whiplash.Net.