RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemA música de Raul Seixas que salvou a carreira de Chitãozinho e Xororó

imagemPor que Lemmy odiava tocar "Ace of Spades" nos shows do Motörhead

imagemA atitude punk da Legião Urbana que causou irritação e deu trabalho na gravação

imagemOmelete diz que heavy metal pertence agora à nova geração e não ao tiozão headbanger

imagemO conselho realista de John Petrucci para bandas que estão começando agora

imagemQuatro músicas de artistas brasileiros que citam Os Paralamas do Sucesso

imagemO hit dos Beatles que talvez seja sobre drogas e que "Jesus" acompanhou gravação

imagem"Quem não gosta de Beatles bom sujeito não é", diz João Gordo

imagemO brasileiro com a voz parecida com a de Axl Rose que viralizou no TikTok

imagemDeep Purple: David Coverdale revela quem quis como substituto de Ritchie Blackmore

imagem5 motivos para assistir ao novo RockGol 2023 que estreia em fevereiro

imagemProdutor da turnê de Paul Di'Anno explica problemas no primeiro show

imagemAndi Deris tem problemas de saúde e shows do Helloween são adiados

imagemClipe de "From The Ashes" ultrapassa 1 milhão de views e Fernanda Lira celebra

imagemO Raul Seixas não era nada daquilo que ele falava, diz ex-parceiro musical


Stamp

2Polos: Rock em português é ruim? Reveja seus conceitos.

Resenha - 2Polos - 2Polos

Por Vicente Reckziegel
Postado em 09 de dezembro de 2015

Esse disco (O segundo da banda Potiguar, se não contarmos o EP Acústico de duas faixas lançado no ano anterior) do 2Polos, é daqueles que te trazem uma grata surpresa em todos os sentidos.

Inicialmente, a própria capa e o encarte do CD já te trazem aquela sensação legal de profissionalismo e seriedade que são tão importantes em uma banda que ainda busca seu lugar ao sol. Com tanta facilidade que temos hoje em dia de, com um clique, abaixarmos um disco inteiro, é salutar vermos uma banda se preocupando tanto com o visual de um álbum. Uma maneira de conquistar um fã, e não um ocasional ouvinte como os tantos que temos hoje em dia.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Claro que nada disso adiantaria se o som dos caras fosse ruim, certo? Felizmente a sonoridade do 2Polos mantém o nível lá em cima.

Se o nome da primeira faixa pode causar certo receio (culpa da mídia que bombardeia nossos cérebros com certos "artistas"), esse medo logo se dissipa pois é uma música matadora, desde seu principio com belos teclados e instrumental pesado e um vocal muito legal, além de um refrão contagiante e até mesmo uma parte cantada em francês. Não foi a toa que "Anita" foi escolhida para se tornar um vídeo da banda.

"Inocente" é igualmente legal, com variadas melodias e outro refrão que gruda na cabeça (uma constante em 2Polos). Já "A Máquina", com sua letra critica, mostra outra faceta da banda, além de, adivinhem, trazer outro ótimo refrão. "Até o Fim" traz aquela fórmula bem batida de estrofe-lenta e refrão-pesado, mas que, pela qualidade da composição, acaba se tornando um grande destaque do disco também.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Efeito Colateral" também tem uma letra mais ácida e possui um peso até inesperado após conferirmos as primeiras faixas do álbum. "Seu Lugar" tem uma roupagem bem comercial (no bom sentido) uma música que poderia muito bem estar na mídia e trazer um pouco mais de atenção ao Rock n’ Roll. "Sétima Chave" tem uma bateria matadora (não à toa, já que é uma composição do batera Rafael Ramos) e "Um Livro Sem Final" é outra daquelas com andamento e refrão empolgantes.

"Tão Fácil" e "Reino da Ilusão" passam um pouco despercebidas, pois não empolgam tanto quanto as demais, apesar do belo solo de guitarra da primeira e o peso na guitarra e bateria da segunda. "19 de Agosto" é uma baladinha bacana, com um belo som de cordas e harmonias, uma música muito correta no que se propõe. O peso retorna em "Humaníase", cuja letra em alguns momentos fica meio non-sense, e tudo termina na bela "Outono", onde a melancolia impera e apresenta um trabalho fenomenal nos teclados, cortesia de Eduardo Taufic. Um final perfeito após toda a audição de "2Polos".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Ótimos músicos, boas composições. Uma combinação que não tem como dar errado.

Formação:

Vittor Melo - Voz
Eduardo Elali - Guitarra e voz
Alan Trindade – Guitarra
Felipe Farias - Baixo
Rafael Ramos - Bateria

13 Faixas – 53:35

Track-list:
1. "Anita"
2. "Inocente"
3. "A Máquina"
4. "Até o Fim"
5. "Efeito Colateral"
6. "Seu Lugar"
7. "Sétima Chave"
8. "Um Livro Sem Final"
9. "Tão Fácil"
10. "Reino da Ilusão"
11. "19 de Agosto"
12. "Humaníase"
13. "Outono"


Outras resenhas de 2Polos - 2Polos

Resenha - 2Polos - 2Polos

Resenha - 2polos - 2polos

Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:
Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps



LGBT: confira alguns músicos que não são heterossexuais


publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre Vicente Reckziegel

Servidor público, escritor, mas principalmente um apaixonado pelo Rock e Metal há pelo menos duas décadas. Mantêm o Blog Witheverytearadream desde Dezembro de 2007. Natural e ainda morador de uma pequena cidade no interior do Rio Grande do Sul, chamada Estrela. Há muitos anos atrás tentou ser músico, mas notou que faltava algo simples: habilidade para tocar qualquer instrumento. Acredita na música feita no Brasil, e gosta de todos os gêneros, desde Rock clássico até Black Metal.
Mais matérias de Vicente Reckziegel.