Black Oil: Semelhante, mas de aura pura

Resenha - Resist To Exist - Black Oil

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Vitor Franceschini
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 9

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Este segundo disco do Black Oil, banda californiana que conta com o guitarrista brasileiro Adassi Addasi, é detalhista. Apesar de se enveredar pelos caminhos do Groove, Thrash e Death Metal, o que encontramos aqui é uma sonoridade que não se contenta em fechar o leque.
5000 acessosAngra: Kiko Loureiro demite empresário ao estilo Roberto Justus5000 acessosIron Maiden: jurando nunca seguir passos do Metallica em festival

A princípio, temos guitarras nervosas, com riffs agressivos e solos bem encaixados, deixando que a bateria dê a variação de ritmo e que o baixo adicione o ‘groove’ necessário às composições. Tudo tendo a frente os vocais insanos de Mike Black que alterna guturais sinistros com rasgados mais raivosos.

Mas, como dito no primeiro parágrafo, a banda ainda incrementa em sua música elementos e levadas que vão desde o mangue beat até influências da música latino-americana, sem demasia, mas de uma forma que transpareça e faça com que o ouvinte consiga sacar a proposta.

As letras com cunho revolucionário alternam idiomas, dando prioridade ao inglês, mas com passagens em espanhol e um pouco de português. Interessante que em alguns refrãos (outro elemento forte da banda) as letras são cantadas em duas línguas tendo o mesmo significado nas palavras. Essa foi uma sacada interessante que merece destaque.

Rise Up, que abre o disco, chega a ser uma música direta, mesmo com uma boa quebrada. Callate é outro destaque e conta com a participação de Tony Campos (Fear Factory, Ministry), sendo que a ‘abrasileirada’ Combustion (com participação de Silverio Pessoa) bebe na fonte de Sepultura (‘Roots’) e Soufly (de início). Destaque também para a nervosa Revolution (com participação de Raymond Herrera, ex-Fear Factory, Brujeria) e Stand Against Everything (que conta Hector Guerra, Zero el Vuh e Ricardo Vignini) e seu flerte com a música latino-americana.

Além destas participações, vale lembrar “Resist To Exist” foi gravado e produzido por Cristian Machado (do Ill Nino), Logan Mader (ex-Soulfly, Machine Head) e Erik Reichers. O que Black Oil apresenta neste álbum pode ser semelhante a várias coisas, porém é algo de extremo bom gosto e possui uma aura única. Apesar da agressividade do disco, é um trabalho que deve ser degustado aos poucos. Muito bom!

http://www.blackoil1.com/
https://www.facebook.com/blackoilofficial?fref=ts

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Black Oil"

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Black Oil"

AngraAngra
Kiko Loureiro demite empresário ao estilo Roberto Justus

Iron MaidenIron Maiden
Jurando nunca seguir passos do Metallica em festival

Collectors RoomCollectors Room
Conheça uma das maiores coleções sobre o U2 no Brasil

5000 acessosLista: as dez melhores músicas para se ouvir na estrada5000 acessosSkid Row: a tensão que levou à demissão de Bach5000 acessosHeavy Metal: cinco discos necessários dos anos setenta4302 acessosPink Floyd: Nick Mason salva loja onde comprou primeira bateria4430 acessosLou Reed: cinco parcerias do vocalista no Rock' N' Roll5000 acessosKiss & Homem-Aranha: megaprojeto cinematográfico da Marvel Comics

Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online