The Aristocrats: Um disco para ser apreciado

Resenha - Aristocrats - Aristocrats

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Felipe Santos
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Quando conheci de THE ARISTOCRATS (antes mesmo de ouvir qualquer musica) fiquei pensando isso não tem como dar errado, Guthrie Govan já havia estava entre meus guitarristas favoritos graças ao álbum “Erotic Cakes”, Bryan Beller não conhecia sua carreira, mas lembrava dele no dvd do Steve Vai “Where The Wild Things Are” (vejam a versão de “Cry Machine” neste dvd), e Marco Minnean conhecia apenas como o cara que tocou muito na audição do Dream Theater.
5000 acessosMetallica: lista de exigências deles e de outras bandas para o Lollapalooza Brasil5000 acessosIron Maiden: veja capa original não lançada do álbum "Virtual XI"

O álbum abre de forma “maluca”, com "Boing!...I´m In The Back”, que parece literalmente “passear pelo tempo” graças a alternância repentina entre o filtro de áudio utilizado para parecer algo antigo e o som mais “limpo”, os músicos se mostram versáteis principalmente no momento mais “calmo” da musica, e o wah wah utilizado por Bryan Beller é um show a parte.

Um riff potente de Guthrie abre “Sweaty Knockers” embalado pelo baixo presente de Bryan e a linha bateria de Marco que assim como Mike Portnoy, Mike Mangini, Virgil Donati, Bruno Valverde, consegue trazer feeling extraordinário ao instrumento (quem o viu tocando “The Spirit Carries On” na audição do Dream Theater já sabe), e assim a música avança em de forma “quebrada” com diferentes momentos do mais “calmo” ao mais “pesado”, destaque para o excelente solo de Guthrie, e da mesma forma ele abre “Bad Asteroid” com um riff “pegajoso”, “viciante” e cheio de chorus, é nessa faixa que THE ARISTOCRATS começou a não somente ser uma banda de músicos de primeiro escalão, mas se tornou uma das bandas que mais gosto da atualidade, “Bad Asteroid” é uma faixa muito gostosa de ouvir e a maneira em que os músicos “se conversam” é o grande destaque não só desta faixa, mas de tudo o que THE ARISTOCRATS lançou, é literalmente a união musical de três grandes músicos, não somente um álbum de guitarra, baixo ou bateria é um álbum de música.

O álbum segue com a cheia de groove, “Get it Like That”, assim como a anterior esta música não sairá da sua cabeça, faixa esta que muda literalmente do funk para metal, e assim para a metade do disco com “Furtive Jack”, “I Want a Parrot” e “See You Next Tuesday”, ambas sensacionais, com linhas de baixo e bateria muito criativas, e assim vamos para o blues mais “maluco” e “sem pé nem cabeça” que eu já ouvi na vida, “Blues Fuckers”, esta faixa é a perfeita desconstrução de um blues, isso fica ainda mais claro quando tocada ao vivo (procure pelo recém lançado dvd “Culture Clash Live!”), e após essa maluquice vemos a equivalente a “Always With You Always With Me” do Joe Satriani, “Flatlands” essa “balada” que fecha o álbum, assim como as músicas citadas é estranhamente a faixa que eu imediatamente associo a banda, ela não é a melhor do álbum porem o clima da musica, o feeling apresentado é único.

O autointitulado álbum do THE ARISTOCRATS é álbum instrumental exemplar, eclético, de músicas marcantes, execução perfeita sem exageros, após este álbum foi lançado o excelente “Culture Clash”, que explorou ainda mais a criatividade dos músicos, e um novo álbum esta por vir chamado “Tres Calballeros”.

Setlist:
1 Boing!... I´m in the Back
2 Sweaty Knockers
3 Bad Asteroid
4 Get It Like That
5 Furtive Jack
6 I Want A Parrot
7 See You Next Tuesday
8 Blues Fuckers
9 Flatlands

5000 acessosQuer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "The Aristocrats"

MetallicaMetallica
Lista de exigências deles e de outras bandas para o Lollapalooza

Iron MaidenIron Maiden
Veja capa original não lançada do álbum "Virtual XI"

IndústriaIndústria
17 coisas que as bandas novas não entendem

5000 acessosBon Jovi: tráfico e uso de drogas, escândalo sexual5000 acessosCapas de álbuns com ilusões de ótica5000 acessosDeath: a avó do fã que foi sepultada com a camiseta da banda5000 acessosMegadeth: "Eu amo você não importa o quão babaca você seja"5000 acessosAxl Rose: 12 momentos inesquecíveis no palco em vídeo5000 acessosAC/DC: "escrevemos músicas para jovens de 17 anos"

Sobre Felipe Santos

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online