Ace Frehley: os 25 anos do disco "Trouble Walkin'"

Resenha - Trouble Walkin' - Ace Frehley

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Igor Miranda, Fonte: IgorMiranda.com.br
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


É consensual: ACE FREHLEY permanece como o integrante do KISS que mais influenciou jovens na postura de um ídolo, de um deus em seu instrumento. Foi citado como referência por uma série de guitarristas consagrados, de Mike McCready (PEARL JAM) a Dimebag Darrell (PANTERA). Tinha potencial para brilhar em uma carreira solo, certo?
4246 acessosKiss: Ace teria se suicidado se continuasse na banda, diz Simmons5000 acessosWallpapers: Papéis de parede da banda Iron Maiden

Errado. Ace Frehley é o único responsável pelo fracasso comercial de sua carreira solo. Apesar da genialidade, provavelmente não estava preparado para o sucesso na década de 1970. Primeiramente com problemas alcoólicos, depois passou para as drogas e nelas permaneceu até o fim dos anos 2000 (nas palavras dele).

Paul Stanley e Gene Simmons poderiam até ficar um pouco enciumados com o sucesso que Ace Frehley conquistou em 1987, com o primeiro disco do FREHLEY'S COMET. O sucesso foi moderado, mas a qualidade do material é matadora. Mas o segundo álbum, "Second Sighting", refletiu o que os ex-colegas já sabiam: Ace era um cara problemático. Começou a dar trabalho para produzir e excursionar, tanto que "Second Sighting" tem, claramente, a chefia de seu braço direito, o vocalista e guitarrista Tod Howarth.

O Spaceman, então, decidiu encerrar o Frehley's Comet e trabalhar em carreira solo de vez. Tod Howarth e o baterista Jamie Oldaker abandonaram o barco. Respectivamente, Richie Scarlet e Sandy Slavin/Anton Fig assumiram o posto. O produtor Eddie Kramer, que dá a liga perfeita com Ace Frehley, voltou a trabalhar com o guitarrista. Tudo certo no roteiro.

Ao menos musicalmente, "Trouble Walkin'" foi um sucesso. É o único disco de Ace Frehley pós-1978 que consegue recuperar a essência de seu primeiro álbum solo, que se destacou em meio aos outros lançamentos simultâneos dos outros integrantes do KISS. O hard rock setentista, visceral e com um pé no blues foi repaginado e gerou, sem exageros, um dos melhores trabalhos que já ouvi em vida. Sem músicas ruins ou mal colocadas.

Apesar de todos os êxitos artísticos, "Trouble Walkin'" fracassou comercialmente. Foi o último disco solo de Ace Frehley em 20 anos - o hiato acabou em "Anomaly", de 2009. O Spaceman passou a fazer turnês esporádicas em casas menores até reunir com o KISS, em 1996. Sabe-se que ele não estava sóbrio em seu retorno, pois grande parte das apresentações feitas entre 1990 e 1995 mostraram um Ace por vezes bêbado ou chapado. Triste.

Valem os destaques para a paulada "Five Card Stud", o cover de "Hide Your Heart" (também utilizado pelo KISS no álbum "Hot In The Shade", lançado dias depois), a naturalmente clássica faixa título, a bluesy "Remember Me" e a visceral "2 Young 2 Die", que mostra o brilho de Richie Scarlet. "Trouble Walkin'" é um dos poucos discos realmente irretocáveis no rock e mostra o potencial que Ace Frehley nem sempre aproveitou durante sua sinuosa trajetória.

ACE FREHLEY: "Trouble Walkin'"
Lançado em 13 de outubro de 1989

Ace Frehley (vocal, guitarra)
John Regan (baixo)
Richie Scarlet (guitarra, vocal)
Anton Fig (bateria)
Sandy Slavin (bateria)

Músicos adicionais:
Peter Criss (percussão, backing vocals)
Sebastian Bach - backing vocals)
Dave Sabo - backing vocals)
Rachel Bolan (backing vocals)
Peppi Castro (backing vocals)
Al Fritsch (backing vocals)
Pat Sommers (backing vocals)

01. Shot Full Of Rock
02. Do Ya
03. Five Card Stud
04. Hide Your Heart
05. Lost in Limbo
06. Trouble Walkin'
07. 2 Young 2 Die
08. Back To School
09. Remember Me
10. Fractured III

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 14 de outubro de 2014


KissKiss
Ace teria se suicidado se continuasse na banda, diz Simmons

54 acessosEm 22/10/1974: Kiss lança o álbum Hotter Than Hell47 acessosEm 28/10/1997: Kiss lança o álbum Carnival Of Souls908 acessosGene Simmons: "o streaming é um formato estúpido, não é sexy"1784 acessosKiss: Simmons fala de reuniões e cita Bob e Bruce Kulick em cruzeiro0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Kiss"

Hard RockHard Rock
As 100 maiores bandas do estilo segundo a VH1

Corey TaylorCorey Taylor
O problema do HOF não foi o rap e sim o Deep Purple

KissKiss
Banda foi banida de diversas rádios devido a polêmica

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Ace Frehley"0 acessosTodas as matérias sobre "Kiss"


WallpapersWallpapers
Papéis de parede da banda Iron Maiden

Pink FloydPink Floyd
Perguntas e respostas e curiosidades

TatuagensTatuagens
Homenagens à banda Kiss na pele dos fãs mais radicais

5000 acessosCornos do Rock: a dor e o peso do chifre em três belas canções5000 acessosTarja: agredida sexualmente por fã durante show no México em 20005000 acessosKing Diamond: As opiniões do rei sobre Satanismo5000 acessosMetallica no Rock in Rio: Como é ver o show de cima do palco?5000 acessosZakk Wylde: veja o guitarrista socar um jornalista na cara só de zoeira5000 acessosGuns N' Roses: "Quer ver algo cedo? Vá assistir Friends!"

Sobre Igor Miranda

Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU) e apaixonado por rock há mais de uma década. Começou a escrever sobre música em 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Atualmente, é redator-chefe da área editorial do site Cifras e mantém um site próprio (www.IgorMiranda.com.br). Também co-fundou o site Van do Halen, para o qual trabalhou até 2013 – apesar de ainda manter por lá uma coluna semanal, chamada Cabeçote.

Mais informações sobre Igor Miranda

Mais matérias de Igor Miranda no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online