Aurora Rules: Banda está pronta para "estapear as mentes"

Resenha - Ideal de Nós - Aurora Rules

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Leandro Fernandes
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 9

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Podemos notar uma grande ascensão de bandas no país com uma vertente dentro do metal que vem sendo muito explorada e tem obtido grande aceitação até mesmo pelo público "old" do estilo, o Metalcore. A cada ano surgem bandas com um grande calibre de talento e com uma enorme facilidade de se passar longe da mesmice entre elas, a originalidade prevalece. O Aurora Rules se encaixa perfeitamente nesse quesito de estar longe dos clichês.

Paixão nacional: o futebol e os roqueiros britânicosDoentio: Black Metal composto apenas com gritos de pacientes loucos

Com um som realmente marcante e pegado, a banda surge com seu excelente e curioso EP "Ideal de Nós", mas por que curioso? Pelo simples fato de instigar o ouvinte a degustar cada música composta pelos caras. Um dos destaques aqui é o trabalho da cozinha, algo bem intenso, o baixo executa belas linhas e escalas, algo com bastante técnica. Guitarras com excelentes distorções chegando a lembrar em alguns momentos os trabalhos de banda como Korn, Deftones, Coal Chamber. O vocalista possui uma técnica bastante peculiar e extremamente cuidadosa, procurando mesclar bem seus momentos de calmaria e excitação.

São seis músicas que realmente dão um tapa na cara de quem aprecia um bom Metalcore trabalhado. A faixa "Segunda Porta" já abre o disco com bastante empolgação e força, com um belo riff e um refrão cantado com um vocal mais limpo e com bastante melodia (coisa que é presente em quase todo o disco). "Clareza" segue com uma nuance bem "Nu Metal", com ótimos vocais e variações instrumentais ricas em detalhes, merece uma atenção a mais.

Com uma pegada mais veloz e pesada "Dois Lados" enfurece e muito o som da banda com um belo refrão. "Recem Chegados" e "Disputa Carnal" mostram uma "dobradinha" no disco que com certeza cairá fácil no gosto dos fãs.

Encerrando o excelente EP "Resgate de Subversivos" se mostra como a melhor e mais trabalhada do disco, efeitos e distorções na medida e mostrando um peso com certa melancolia emaranhada em alguns momentos, principalmente nos vocais, realmente uma música completa do início ao fim. A banda está mais do que preparada para "estapear as mentes" quando surgir com seu debut. Recomendo!

Músicas:

Segunda Porta
Clareza
Dois Lados
Recém Chegados
Disputa Carnal
Resgate de Subversivos

Membros:

Yuri Lemos - Vocal
Lucas Rezende - Guitarra
Ezequiel Lino - Guitarra
Vitor de Castro - Bateria
Felipe Borges - Baixo




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Aurora Rules"


Paixão nacional: o futebol e os roqueiros britânicosPaixão nacional
O futebol e os roqueiros britânicos

Doentio: Black Metal composto apenas com gritos de pacientes loucosDoentio
Black Metal composto apenas com gritos de pacientes loucos

Kiss: a mais longa e reveladora entrevista de Eric SingerKiss
A mais longa e reveladora entrevista de Eric Singer

Musculação: os músicos mais bombados do heavy metalRock, Revolução e SatanismoAngra: Quem Kiko Loureiro acha que deve ocupar a sua vaga?Metallica: a história da música "Fade to Black"

Sobre Leandro Fernandes

Conheci o rock em 1992, tendo o primeiro disco do Iron Maiden. Com o passar dos anos me apeguei ao rock progressivo e tenho bandas como Pink Floyd, Jethro Tull, Rush e Uriah Heep sendo as favoritas. Profissional da área de T.I, casado e uma filha. Sempre buscando conhecimento no rock/metal em geral.

Mais matérias de Leandro Fernandes no Whiplash.Net.

adGoo336|adClio336