RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemO grande amor de Renato Russo que durou pouco mas marcou sua vida para sempre

imagemThiago Bianchi explica sucessão de problemas durante show de Paul Di'Anno

imagemMustaine tentou fazer hit radiofônico e acabou escrevendo a "música mais idiota" do Megadeth

imagemOs 4 fatores determinantes que levaram Renato Russo a dependência química

imagemO clássico da banda Evanescence que a vocalista Amy Lee odiava

imagemMike Portnoy escolhe os álbuns preferidos de sua adolescência

imagemA música de Raul Seixas que salvou a carreira de Chitãozinho e Xororó

imagemA opinião de Paul McCartney sobre a música dos Sex Pistols

imagemA opinião de Slash sobre Dave Mustaine e "Rust In Peace", clássico do Megadeth

imagemOs 10 maiores vocalistas de heavy metal de todos os tempos, em lista do Ruthless Metal

imagemO dia que João Gordo xingou Ayrton Senna por piloto se recusar a dar entrevista a ele

imagemPara John Lennon, os Beatles poderiam ter acontecido sem George e Ringo

imagemOmelete diz que heavy metal pertence agora à nova geração e não ao tiozão headbanger

imagemO megahit de Ana Carolina que todos acharam que era a voz de Cássia Eller

imagemComo Tommy Lee e o Mötley Crüe ajudaram Axl Rose a escrever "November Rain"


Exilio Angel

Blue Murder: 25 anos do formidável disco autointitulado

Resenha - Blue Murder - Blue Murder

Por Igor Miranda
Fonte: IgorMiranda.com.br
Postado em 26 de abril de 2014

O currículo de trabalhos feitos por John Sykes na década de 1980 era invejável. O loirão tocou em alguns discos do Tygers Of Pan Tang, trabalhou no último álbum do Thin Lizzy - o pesado "Thunder And Lightning" - e foi o braço direito de David Coverdale na escalada do Whitesnake ao sucesso no mercado norte-americano, com "Slide It In" e "1987".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A competência do músico, recém-saído do Whitesnake, era conhecida por qualquer empresário e produtor no ramo do rock à época. Logo, não foi complicado para Sykes conseguir um contrato para um novo projeto - com a poderosa Geffen Records, que trablhava com o grupo de David Coverdale.

Entre os integrantes inicialmente testados para o grupo, estavam o baterista Cozy Powell e o vocalista Ray Gillen. Ambos não deram certo e a line-up se firmou com o próprio John Sykes no vocal além da guitarra, Tony Franlkin no baixo e Carmine Appice na bateria.

O afiadíssimo power trio lançou, há exatos 25 anos, o álbum de estreia, autointitulado. Dedicado a Phil Lynott, falecido em 1986, o trabalho conta com grande influência do músico, em especial nos últimos anos de Thin Lizzy. O registro transita entre o hard rock e o heavy metal e agrega elementos complexos e até mesmo épicos às canções, o que permite também traçar um paralelo com o Led Zeppelin.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A qualidade incontestável do trio é notada no bom gosto da parte instrumental. Franklin e Appice gozam de entrosamento para que a inspiração e o talento de Sykes brilhe do início ao fim do registro - nos vocais, nas guitarras e nas composições. A boa produção de Bob Rock nesse registro dá uma prévia do que ele iria fazer no clássico "Black Album", do Metallica.

Consistente, harmônico, bem construído e bem tocado - o álbum de estreia do Blue Murder coleciona bons adjetivos. Mas não obteve o sucesso comercial almejado. Grande parte das faixas conta com mais de quatro minutos de duração, o que foge dos padrões radiofônicos. Faltou perspectiva mercadológica e um single de impacto, apesar de ter sobrado qualidade. Mesmo assim, trata-se de um trabalho que sobeviveu ao teste do tempo e ainda soa muito bem.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Blue Murder: "Blue Murder"
Lançado em 25 de abril de 1989

John Sykes (vocal, guitarra)
Tony Franklin (baixo)
Carmine Appice (bateria)

Músico adicional:
Nik Green (teclados)

01. Riot
02. Sex Child
03. Valley of the Kings
04. Jelly Roll
05. Blue Murder
06. Out of Love
07. Billy
08. Ptolemy
09. Black-Hearted Woman

Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:
Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps


Stamp


publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre Igor Miranda

Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), com pós-graduação em Jornalismo Digital pela Universidade Estácio de Sá. Começou a escrever sobre música em 2007 e, algum tempo depois, foi cofundador do site Van do Halen. Colabora com o Whiplash.Net desde 2010. Atualmente, é editor-chefe da Petaxxon Comunicação, que gerencia o portal Cifras, Ei Nerd e outros. Mantém um site próprio 100% dedicado à música. Nas redes: @igormirandasite no Twitter, Instagram e Facebook.
Mais matérias de Igor Miranda.