RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemA influente banda que acabou causando a "separação" do Guns N' Roses

imagemFatboy Slim confessa ter se arrependido de conhecer David Bowie pessoalmente

imagemQuando Roberto Carlos foi alfinetado por Raul Seixas, mas o Rei gostou do que ouviu

imagemO megahit dos Beatles inspirado em desenho de amiguinha do filho de John Lennon

imagemQuando o Lynyrd Skynyrd irritou Mick Jagger ao abrir o show dos Rolling Stones

imagemOzzy Osbourne é contemplado com dois Grammy na edição de 2023 do evento

imagemAs 5 bandas confirmadas no Summer Breeze Brasil que não tocarão em outras cidades

imagemO hit da Legião Urbana que Renato Russo considerava "pretensioso e babaca"

imagemO grande amor de Renato Russo que durou pouco mas marcou sua vida para sempre

imagemAs polêmicas escolhas do Nirvana para o "MTV Unplugged in New York"

imagemA única música tocada no Festival de Woodstock que atingiu o primeiro lugar nas paradas

imagemNovo álbum do Angra será o melhor da era Fabio Lione, segundo Felipe Andreoli

imagemLendário empresário do Kiss se manifesta sobre acusações de playback de Paul Stanley

imagemBeatles: O processo de gravação do "Let It Be", segundo o produtor George Martin

imagemIan Anderson se arrepende de ter recusado pedido de Frank Zappa no leito de morte


Def Leppard Motley Crue 2

Anxtron: Novo disco marca os 10 anos da banda

Resenha - Brainstorm - Anxtron

Por Alex Martinho
Postado em 09 de novembro de 2013

Nota: 9

Manter uma banda de rock progressivo instrumental na ativa no Brasil por dez anos é uma tarefa complicada, quase hercúlea. A galera da Anxtron ignorou todas as dificuldades e, devido à persistência e a alta qualidade de seu trabalho, criou ao longo de todo esse tempo uma base de fãs que os acompanha em todos os shows, principalmente no RJ. Eles tem como destaque a abertura de um show da banda inglesa Marillion em 2012 no Vivo Rio, o que lhes rendeu inúmeras críticas positivas.

A banda lança no momento o CD "Brainstorm" (Independente, 2013) para marcar essa década de vida. É um trabalho conciso, onde a música fala mais alto. Não há solos intermináveis como em alguns outros trabalhos progressivos, nem há instrumentista com maior destaque que outro, nem virtuosismo exacerbado e gratuito – é um trabalho de banda no sentido mais amplo e democrático possível, o que o torna bastante palatável mesmo para a galera que não costuma ouvir música instrumental habitualmente. Há toda uma atmosfera "pop" (da mais alta qualidade, com influências por exemplo do Queen e do próprio Marillion) que ronda todo o trabalho e o torna tão agradável logo na primeira audição.

São 10 faixas no total. Meus destaques de cada uma são:

1 - "1037": tem um riff matador, melodia super marcante e ótimos improvisos e climas.

2 - "Ant Attack": forte influência da fase anos 80 do Rush, mais pop e eletrônica. Bacana demais a levada e os climas.

3 - "Skyscraper": Super trabalhada, na linha de músicas como "La Villa Strangiato" do Rush. Várias partes e texturas vão se alternando, desde as mais pop às mais pesadas. Solos maravilhosos do guitarrista Eduardo Marcolino. É a minha faixa preferida do disco.

4 – "Tull Lake": Começa com um puta swing característico do Jazz, e um riff bem bacana. Improvisos do tecladista Gabriel Aquino, numa onda Jon Lord no início mas passando por outros climas e timbres depois, se destacam no decorrer da música.

5 – "5 O´clock Tea": Linda balada à la Queen com destaque para as melodias da guitarra de Eduardo e seus ótimos improvisos.

6 – "Mindblower": Começa num clima bem espacial, e logo depois entra mais um dos riffs matadores da banda e uma sucessão de partes, climas e atmosferas diferentes, numa onda tipo o Dream Theater nos seus primeiros discos (mais pelo lado progressivo que pelo pesado). O trabalho do baterista Rafael Marcolino se destaca em todo o disco, mas tem o ponto alto nessa música.

7 – "Polvo": Começa com um clima bem "relax" de teclados e guitarra limpa, que permanece até um pouco mais de 2min de música, onde vem o peso de toda a banda e ótimos improvisos de todos os músicos.

8 – "Grande Oceano": Tem um levada bastante funkeada, com direito a phaser na guitarra e todo um clima anos 70 como influência principal. Mas os climas vão mudando ao longo da faixa, indo desde o new age ao metal. Bastante criativa, como todo o trabalho em si.

9 – "Pé de Pano": Começa com uma levada pesada de batera, numa onda mais metal clássico, e logo entra uma melodia marcante de teclados, para se seguir daí inúmeros outros climas e partes.

10 – "Anoitecendo no deserto": Começa numa harmonia interessante somente com o dedilhado da guitarra, e aos poucos a banda entra na música, num clima a la Santana, mas bem mais trabalhado. Ótimos solos de Eduardo Marcolino são o destaque da faixa.

O CD (físico) pode ser pedido pelo email [email protected] e a versão digital (MP3 e FLAC) está disponível no CD Baby:
http://www.cdbaby.com/cd/anxtron

Em resumo, é um disco para toda a galera que curte progressivo e música de qualidade em geral, mas vai agradar também à muitos que não estão nesse nicho mas possivelmente - com a influência desse trabalho - podem ter sua porta de entrada na tribo.

[an error occurred while processing this directive]

Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:

Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps


Stamp


publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre Alex Martinho

Alex é músico profissional desde 1992, quando se formou pelo Musicians Institute (EUA). Tem uma carreira solo instrumental-rock com 5 CDs e 2 DVDs lançados, e é amante de rock e heavy em geral, principalmente das bandas clássicas como Led, Purple e Rush.
Mais matérias de Alex Martinho.