Jon Lord: a genialidade de um dos mais talentosos músicos

Resenha - Concerto for Group and Orchestra - Jon Lord

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Junior Frascá
Enviar Correções  


No ano de 2012, o mundo da música pesada foi pego de surpresa com uma triste notícia: o falecimento de um de seus maiores representantes, o tecladista Jon Lord, famoso por sua passagem no DEEP PURPLE, e por seu jeito único de compor e de tocar seu instrumento. E como seu último suspiro, finalmente é lançada a versão de estúdio desse seu "Concerto for Group and Orchestra", um antigo sonho de Jon, que não pode ver sua repercussão, mas que sem dúvida deixou um material excelente para seus fãs.

A composição original do referido concerto foi realizada por Jon em 1969 (as poucas letras foram compostas por Ian Gillan) e gravadas pela primeira vez com o Malcolm Arnold and the Royal Philharmonic Orchestra, tendo sido tocado por mais de 100 vezes, em especial durante a tour mundial do PURPLE dos anos 2000-01.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

E nessa empreitada, reuniu diversos amigos, como Bruce Dickinson, Joe Bonamassa e Steve Morse, dentre outros, e com a condução e produção do maestro Paul Mann, diante da Royal Liverpool Philharmonic Orchestra, produziu a presente obra.

O concerto, na verdade, é constituído de 3 "movimentos" bem longos, variando entre momentos orquestrados e épicos, com outros de puro classic rock, no melhor estilo PURPLE.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Em relação aos momentos orquestrados, parece que estamos ouvindo alguma trilha sonora de um filme épico, com momentos bombásticos e tensos intercaldos de forma coesa e harmônica, e mostrando todo o talento de Jon como compositor. Nos momentos de classic rock, temos também muita qualidade, com os órgãos característicos de Mr. Lord, além de excelentes solos dos guitarristas Joe Bonamassa (segundo movimento) e Steve Morse (terceiro movimento).

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Em relação aos vocalistas (que apenas aparecem em "Andante"), o destaque óbvio fica para Bruce, que em um estilo totalmente diferente do qual está acostumado, mostra toda sua versatilidade e abrangência vocal.

Como não poderia deixar de ser, há diferenças entre as versões anteriores da obra, ao vivo, e a presente, mas nada que comprometa sua qualidade ou excelência.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Uma verdadeira obra de arte, indicada para todos os apreciadores da boa música, e que mostra, pela última vez de forma inédita, a genialidade de um dos mais talentosos músicos que o mundo já viu, sendo obrigatório não só pela qualidade apresentada, mas também por seu valor histórico. Compre.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Concerto for Group and Orchestra – Jon Lord
(2012 - Hellion Records - Nacional)

Tracklist:
1. Movement 1: Moderato - Allegro
2. Movement 2: Andante
3. Movement 3: Vivace - Presto




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Jon Lord: Bolin era bom, mas não era um BlackmoreJon Lord
"Bolin era bom, mas não era um Blackmore"

Bruce Dickinson: veja-o cantar Deep Purple com orquestra em tributo a Jon LordBruce Dickinson
Veja-o cantar Deep Purple com orquestra em tributo a Jon Lord


Mulheres no Rock: as mais importantes segundo rádio inglesaMulheres no Rock
As mais importantes segundo rádio inglesa

Slash: guitarrista escolhe seus riffs favoritosSlash
Guitarrista escolhe seus riffs favoritos


Sobre Junior Frascá

Junior Frascá, casado, é advogado, e apaixonado por heavy metal em todas as suas vertentes (em especial thrash, stoner, doom e power metal) desde seus 15 anos. Também é fã de filmes de terror e séries americanas, faz parte da equipe da revista digital Hell Divine e do site My Guitar, e é guitarrista da banda de metal tradicional MUD LAKE.

Mais matérias de Junior Frascá no Whiplash.Net.

Cli336 Cli336 Cli336 Cli336 Cli336